Os estudantes de faculdades particulares interessados em obter oFinanciamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) para pagar o cursopodem se inscrever até o dia 16.

O Ministério da Educação(MEC) prorrogou o prazo para inscrição no processo seletivo. Paracandidatar-se ao processo seletivo é preciso preencher a ficha deinscrição que está disponível no site da Caixa Econômica Federal noendereço  eimprimir o protocolo preenchido para entregá-lo na instituição deensino em que o aluno pretende estudar.

Os alunos devem estarregularmente matriculados em instituições não gratuitas, cadastradas noPrograma e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. Apré-inscrição dos estudantes, entretanto, somente poderá ser feita atéo dia 14. As demais etapas do corrente processo seletivo serão adiadasaté o fim das inscrições e o resultado da classificação dos estudantesserá divulgado no dia 1 de dezembro. O Fies é um programa de créditoestudantil do MEC para o ensino superior.

O estudante tem asmensalidades pagas pelo programa. Para os estudantes não bolsistas,matriculados em cursos considerados prioritários, o Fundo cobrirá 75%dos encargos educacionais cobrados e metade dos encargos para osestudantes regularmente matriculados nos demais cursos.

Sãoconsiderados prioritários os cursos de licenciaturas em química,física, matemática, biologia, engenharia, medicina, geologia, e cursossuperiores de tecnologia. Após terminar o curso, o prazo de carênciapara início do pagamento das parcelas dos financiamentos para contratosnovos foi ampliado de seis para 18 meses. Nos 12 primeiros meses aprestação deverá ter valor igual ou inferior a até 50% da parcela pagapelo estudante, no último semestre.

Os juros são de 9% ao ano paracontratos celebrados antes de 1 de julho de 2006. Para os contratosassinados após essa data, os juros são de 3,5% (para cursos delicenciatura, pedagogia, normal superior e cursos superiores detecnologia) e 6,5% para outros cursos. A pontuação para classificarcandidatos ao financiamento foi baseada em critérios socioeconômicos.

Oprograma prioriza estudantes que estejam matriculados em cursosavaliados com nota cinco no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes(Enade) que sejam professores da rede pública de educação básica, ouque pertençam a famílias de renda mais baixa. A prioridade na pontuaçãoé dada também aos candidatos cursaram todo o ensino médio em escola darede pública ou que ainda não possuam curso superior completo.