Candidatos que não vão prestar vestibular apenas nas universidades queparticipam do Sistema de Seleção Unificada devem ficar atentos. Asinscrições para o processo seletivo da maior parte das instituições dopaís já estão abertas e se encerram até o final de outubro.

Cerca de 15 universidades públicas optaram por utilizar o Enem comofase única, como a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), aUniversidade Rural de Pernambuco (UFRPE) e a Universidade Federal doEstado do Rio de Janeiro (Unirio). A maioria no entanto, cerca de 28,utilizará o Enem apenas como parte do processo seletivo.

A maior parte das instituições, como a Ufes, a Universidade Federal doRio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop),vai utilizar o Enem apenas em substituição à primeira etapa dovestibular. Outras não vão utilizar o Enem em nenhuma etapa, como aUniversidade de Brasília (UnB) e a Universidade Estadual de MinasGerais (UEMG).

Taxas

Nesses casos, o aluno precisa se inscrever para a seleção. A UFRJ foi aúnica a optar por não cobrar taxa de matrícula dos candidatos. Nasoutras, porém, as taxas variam de R$ 35,00 a R$ 115,00. Na Ufes, ovalor a ser pago para fazer as provas da segunda etapa será o menor nopaís, e as provas acontecem de 13 a 15 de dezembro deste ano.

Nas instituições que vão aderir ao Enem como fase única, basta que oestudante tenha se inscrito no exame e faça a prova nos dias 3 e 4 deoutubro. Após o resultado, que deverá ser divulgado em janeiro de 2010,será aberta a inscrição para a seleção unificada, pela internet, onde oaluno poderá concorrer por uma vaga em até cinco cursos - que podem serde universidades diferentes.

Menos viagens para os alunos

Com a utilização do Enem na seleção da maioria das universidadespúblicas do país, as horas de viagens que, antes, os alunos enfrentavampara fazer as provas em outros Estados poderão ser diminuidas até pelametade. Quem vai prestar vestibular nas instituições que vão participardo Sistema de Seleção Unificada, por exemplo, precisará fazer apenas oEnem perto de casa.

Algumas empresas de viagens para vestibulares do Estado já sentem osefeitos da mudança. Algumas das faculdades mais procuradas pelos alunosno Sudeste optaram pela seleção unificada ou pela substituição daprimeira fase pelo Enem. Em alguns casos, as viagens serão feitasapenas para a segunda etapa, como para quem vai tentar vaga na UFRJ.

Outra universidade bastante procurada pelos capixabas, a UniversidadeFederal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) adotou o Enem como faseúnica. A seleção será pela internet.

Uma prova, várias oportunidades

A estudante Iara Mielke de Oliveira, 17 anos, vai se inscrever para ovestibular de 13 universidades e faculdades do país, para o curso deDireito. No entanto, as datas de provas em alguns casos vão coincidire, por isso, ela terá que optar por nove das universidades escolhidasna segunda etapa.

Com a adoção do Enem em substituição à primeira etapa de cinco delas, aseleção ficou mais fácil, e o número de viagens, menor. "Agora voupoder estudar para uma prova só, que é o Enem. Depois do exame, vai sera vez de me dedicar àquelas que eu realmente quero", diz, comemorando ofato de que não terá que se deslocar tanto.