Cada aluno possui um perfil diferenciado, um jeito para estudar e assimilar melhor a matéria. Tente achar o seu, comece a perceber qual é a quantidade de horas necessárias para um bom aprendizado, as matérias com mais ou menos facilidade de compreensão. Estabeleça uma meta e um plano de estudo e faça disto o seu ideal a cumprir.

Lembre-se, a sua aprovação no vestibular começa hoje, não deixe passar o tempo, ele poderá tornar-se seu melhor aliado ou seu pior inimigo.

Uma palavra mágica?

Motivação.

Mantenha o mesmo ritmo de estudo de hoje até o vestibular, não pare no tempo. Jogue-se de cabeça. Assuma o desafio.

Comece agora sua arrancada à vitória,

Com determinação e regularidade.

Como se preparar para o vestibular

1. Aproveitar bem as aulas: evite perdê-las. Aproveite esquemas que o professor apresenta em aula. Escreva várias vezes as palavras que julgar difíceis. Não perca explicações que o professor estiver dando. Ponha claro em sua mente o objetivo maior que você quer alcançar com seus estudos. Lute para chegar lá. Seja um campeão! Você pode!

2. Fixe como tempo mínimo de estudo diário em casa de 4 a 5 horas, com intervalos de 20 a 30 minutos. Estude sozinho ou no máximo em dupla.

3. Utilize sempre que preciso o dicionário, o que aumenta o vocabulário e ajuda a aprender o significado das palavras.

4. Quando ficar nervoso e não conseguir se concentrar, siga os exercícios recomendados para relaxar e controlar a ansiedade. O primeiro é de respiração: pare por alguns minutos; inspire enchendo completamente os pulmões; segure o ar por 4 segundos e expire forte soltando-o todo.

5. Um exercício para relaxar as partes do corpo que mais se tensionam em momentos de estresse: ombros, nuca e braços. Estique o braço direito paralelo ao corpo e, em movimentos leves, aproxime a orelha esquerda do ombro, pressionando a musculatura do ombro esquerdo enquanto estica a do direito. Repita do outro lado.

6. Outra dica é escutar a música que mais gosta - mas que seja calma - sempre que ficar irritado com os estudos e se desconcentrar.

7. Escolha um local tranqüilo, arejado e iluminado - evite lugares onde barulho ou movimento possam causar distrações. Deixe todo o material necessário à mão, para evitar interrupções desnecessárias. Escolha também mesa e cadeiras confortáveis. Não estude deitado, você pode cair no sono.

8. Saiba organizar o tempo. Evite “fazer loucuras”: estudos de madrugada, usar medicamentos sem ordem médica etc. Aproveite qualquer tempo livre (principalmente quem estuda à noite).

9. Estipule um horário para iniciar seus estudos - e para acabar também. De preferência, num período em que você não tenha outras atividades. Planeje pausas para relaxar o corpo e a mente.

10. Não descuide da saúde: não adianta nada varar madrugadas ou deixar de comer para estudar. Deitar e levantar cedo, dormir pelo menos sete horas por noite, alimentar-se adequadamente também faz parte da preparação para as provas. Praticar esportes, além de distrair a mente, alivia a tensão – pela liberação das endorfinas que relaxam o sistema nervoso central e aumentam a capacidade de concentração.

11. Leia jornais e revistas. As provas de História e Geografia quase sempre se baseiam em fatos que estiveram no noticiário - alguns vestibulares têm provas de Atualidades. O hábito da leitura ajuda muito a redação.

12. Use a Internet em seus estudos. A World Wide Web tem muitos sites de Universidades e de professores com dicas e exercícios comentados.

13. Não decore, aprenda. A tendência dos principais vestibulares é a de privilegiar o raciocínio, não a capacidade de memorização.

14. Organize seu tempo de estudo. Planeje a hora de início e término. Entregue-se a ele com decisão e vontade. Evite, como os indecisos, ficar divagando em torno de assuntos sem importância ou, pior ainda, ficar prometendo para si mesmo que vai estudar. Não prometa. Estude.

Por: Ari Herculano de Souza

Diretor do Curso Dom Bosco