Para tomar uma boa decisão na hora de escolher um curso superior, hoje, é preciso mais do que apenas ter afinidade com a profissão. O mundo passa por mudanças e, com elas, diversas atividades vêm sendo descartadas do mercado de trabalho.

Por outro lado, outras tendem a ganhar destaque em um cenário futuro, a curto e médio prazos. Através de pesquisas, como a realizada pelo Programa de Estudos do Futuro (Profuturo), é possível conhecer essa tendência e fazer escolhas mais acertadas.

Setores em alta nos próximos anos

Uma pesquisa realizada pelo Programa de Estudos do Futuro (Profuturo) apontou os tipos de profissão mais promissores para os próximos anos. De acordo com o programa, as áreas profissionais em alta estão ligadas aos seguintes setores:

  • Infraestrutura
  • Sustentabilidade
  • Recursos humanos
  • Qualidade de vida e saúde
  • Tecnologia da informação (TI)
  • Direito
  • Marketing e vendas

Profissões em alta até 2025

O Profuturo fez uma lista de profissões que irão receber atenção do mercado em 2020. Mas, até 2025, certamente estarão em alta:

  • Engenheiro de petróleo
  • Técnico de sistemas de informação
  • Supervisor em produção de transformação de plástico na indústria
  • Engenheiro de mobilidade
  • Técnico em mecatrônica
  • Engenheiro sanitário
  • Engenheiro ambiental          
  • Desenhista técnico em eletrônica, eletricidade e eletromecânica          
  • Profissional de big data
  • Profissional de tecnologia da informação
  • Engenheiro com foco em agronegócio
  • Gestor de resíduos
  • Designer de inovação
  • Biotecnologista
  • Professor
  • Médico

Para estar no mercado de trabalho na área de produção, o grau mínimo de formação exigido é o nível técnico. 

Já para a área de gestão, o nível superior passa a ser essencial.

Agora, para assumir um cargo de gerência ou diretoria, é preciso ter ao menos uma pós-graduação.

Das profissões listadas acima, dez exigem nível superior (engenheiro de petróleo, engenheiro de mobilidade, engenheiro sanitário, engenheiro ambiental, profissional de Big Data, profissional de Tecnologia da Informação, engenheiro com foco em agronegócio, gestor de resíduos, designer de inovação e biotecnologista). 

Três exigem nível técnico (técnico de sistemas de informação, técnico em mecatrônica e desenhista técnico em eletrônica, eletricidade e eletromecânica). 

Uma é para profissionais com nível básico (supervisor em produção de transformação de plástico na indústria). 

Esse cenário mostra a importância que a graduação vem adquirindo conforme as tecnologias evoluem e, com elas, novas profissões surgem.

As profissões do futuro previstas pelo Profuturo para 2025 adquirem um caráter ainda mais tecnológico, ganhando um pensamento computacional gerado pela inteligência virtual. 

Destacam-se ainda os cuidados com a terceira idade, uma vez que a população estará mais velha. Confira:

  • Cuidadores de terceiros (crianças e idosos)
  • Engenheiros de tecnologia e pensamento computacional
  • Psicólogos especializados em inteligência social e novos meios de comunicação
  • Profissionais de RH especializados em adaptabilidade e saber empresarial

Como se preparar para o mercado de trabalho do futuro

Algumas precauções podem ser tomadas para que você garanta seu espaço no mercado de trabalho atual e dos próximos anos. Conheça algumas delas:

  • Ficar atento às principais notícias sobre o mercado de trabalho da sua profissão, buscando antecipar algumas tendências na área.
  • Manter-se sempre qualificado e ligado às tecnologias digitais, uma vez que elas estão conectadas ao futuro das profissões.
  • Pesquisar os nichos da sua profissão que ainda têm pouca mão de obra.
  • Verificar áreas com grande potencial, como marketing, sustentabilidade e qualidade de vida.

Onde estudar

Como visto acima, a maioria as profissões em alta até 2025 tendem a exigir pelo menos nível superior para serem exercidas. 

Dessa forma, se você pretende embarcar no mercado de trabalho já qualificado para exercer uma profissão do futuro, precisa ingressar em uma excelente instituição de ensino.

Para isso, é preciso escolher uma faculdade autorizada e reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Só assim seu diploma terá validade. São muitas opções espalhadas por todo o país, que oferecem cursos presenciais e a distância.

Por isso, nós selecionamos algumas instituições reconhecidas e muito bem avaliadas pelo MEC, que possuem uma excelente qualidade de ensino e de infraestrutura. Confira:

Todas elas oferecem uma série de vantagens financeiras ao aluno, como bolsas de estudos, descontos na mensalidade e financiamentos sem burocracia.

Veja também:

As 10 profissões do futuro

Você tem interesse em alguma das profissões listadas no artigo? Se sim, qual delas? Conte para nós aqui nos comentários!