Seja por vocação, herança ou disfarce, os mais famosos super heróis das histórias em quadrinhos  têm uma profissão "de gente normal" quando não estão lutando contra os bandidos e salvando o mundo nos quadrinhos, desenhos animados, séries de TV ou na tela do cinema.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você.]

As profissões dos super heróis a seguir podem ser retratadas com maior ou menor fantasia, romantismo ou exagero. Mas se você está em dúvida sobre qual profissão escolher, ou para qual curso fazer o vestibular, vale dar uma olhada no que o dia-a-dia desses personagens e o que eles tem para contar. Vai que você tem uma revelação?

O Repórter

Super Homem / Clark Kent

Para manter secreta sua identidade, o homem de aço anda pela cidade com óculos fundo de garrafa, uma timidez considerável e os cabelos bem alinhados. Na pele de Clark Kent, o Super Homem é apenas um repórter com cara de nerd que trabalha no jornal impresso Planeta Diário, apaixonado pela colega Lois Lane.

O Fotógrafo

Homem Aranha / Peter Parker

Ao descobrir seus superpoderes, o Homem Aranha se aproveita deles para seguir uma profissão, a de fotógrafo. Assim como Clark Kent, Peter Parker também trabalha para um jornal impresso, o Clarim Diário, em Nova Iorque.

O Advogado

Demolidor/ Matt Murdock

Órfão de mãe e criado pelo pai, Matt decide estudar direito. Ao impedir que um homem seja atropelado por um caminhão, recebe uma carga radioativa que o deixa cego, mas ao mesmo tempo aguça seus outros sentidos, transformando-o no Demolidor. O super herói tem uma firma de advocacia na cidade de Nova Iorque.

O Físico Nuclear (ou Engenheiro Genético)

O Incrível Hulk/ Bruce Banner

Há diversas versões da história do Incrível Hulk para quadrinhos, séries de TV e cinema e, entre diferenças de nome (em uma série de TV o diretor decidiu trocar Bruce por David) e de biografia (a forma como sua mãe morreu, por exemplo), encontram-se também nuances relacionadas à profissão do super herói. Há versões em que Bruce Banner é físico nuclear e outras em que é engenheiro genético. Nas duas situações, contudo, o brutamontes verde é um brilhante PhD.

A Enfermeira

Mulher Maravilha, Diana Prince

Ela nasceu a partir de uma estátua de barro, vivia na Ilha Paraíso com outras amazonas e recebeu, além de superpoderes, o nome de Diana. O avião de um piloto americano caiu na ilha e ela ficou responsável por levá-lo de volta aos Estados Unidos. Lá, a Mulher Maravilha adota o codinome de Diana Prince e trabalha como enfermeira.

O Engenheiro, O Piloto e o Artista

Lanterna Verde/ Alan Scott / Hal Jordan/ Kyle Rayner

Desde a sua criação, em 1940, o Lanterna Verde teve várias "encarnações" e, em cada uma, um nome e profissão diferentes. Alan Scott, o primeiro, é engenheiro. Em seguida aparece o mais famoso dos Lanternas,  Hal Jordan, que trabalha como piloto de testes e ajudou a fundar a Liga da Justiça. Kyle Rayner, que sucedeu Hal, é um Lanterna Verde freelancer, que mora em Los Angeles e tenta a vida como artista plástico.

Os Executivos de Multinacionais

Batman/ Bruce Wayne e Homem de Ferro/Tony Stark

Retratados como bilionários e excêntricos, tanto o Batman como o Homem de Ferro usam, quando na pele de "pessoas normais", a identidade de presidentes de grandes conglomerados industriais. Tony Stark, o Homem de Ferro, é dono das empresas de mesmo nome, que herdou do pai. PhD em Física e Engenharia Eletrônica, o Homem de Ferro usa seus conhecimentos para criar e aperfeiçoar seu exoesqueleto vermelho e amarelo.

Já o homem morcego teve uma formação mais eclética. Para poder lutar contra o crime e a injustiça, estudou química, direito, artes marciais e até teatro. Ao mesmo tempo, o herdeiro que vive em Gotham City comanda as Empresas Wayne, um conglomerado de empresas que ajudam o Batman a ser o Batman, atuando em tecnologia de ponta, indústria química e aeroespacial, só para citar algumas.