A biomedicina estética é uma habilitação da área de Biomedicina. Ou seja, uma especialização para os biomédicos que desejam trabalhar com estética. 

Por isso, o primeiro passo para se tornar um biomédico esteta é ingressar no curso de graduação de Biomedicina.

O curso de Biomedicina

A graduação em Biomedicina é ofertado apenas no grau bacharelado e possui, em média, quatro anos. 

Como pertence à área de Ciências Biológicas, o curso capacita profissionais para atuar na área da saúde por meio da análise e estudo de microorganismos que causam doenças, além de pesquisas sobre composições para medicamentos e vacinas.

Ao longo do curso, os alunos entram em contato com conteúdos teóricos e práticos, que normalmente acontecem em laboratórios. Para se formar, é necessário realizar o estágio obrigatório e entregar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), no formato de monografia.

Grade curricular

A grade curricular do curso de Biomedicina possui muitas disciplinas relacionadas à Ciências Biológicas, pois é a área de conhecimento do curso. No entanto, também há conteúdos sobre matemática e até mesmo comunicação.

Confira a seguir as principais disciplinas da grade curricular da graduação em Biomedicina:

  • Anatomia humana
  • Biologia molecular e celular
  • Química geral
  • Bioestatística
  • Fisiologia
  • Parasitologia
  • Microbiologia
  • Farmacologia
  • Imunologia
  • Hematologia
  • Patologia
  • Bioquímica
  • Toxicologia e análises toxicológicas
  • Imagenologia
  • Sociologia
  • Histologia
  • Fluidos Corporais
  • Genética e citogenética
  • Embriologia
  • Comunicação
  • Coleta de material biológico
  • Citologia
  • Biofísica
  • Bioética
  • Laboratório clínico
  • Biossegurança
  • Epidemiologia
  • Saúde pública

Modalidades do curso

O curso de Biomedicina é oferecido nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. É importante ressaltar que o diploma de graduação é o mesmo e não especifica em qual modalidade o aluno se formou.

Áreas de atuação do profissional do biomédico

De acordo com o Conselho Federal de Biomedicina (CFB), existem dez áreas de atuação para esse profissional. São elas:

 

  • Análises clínicas: faz exames de análises clínicas, assume responsabilidade de laudos e supervisiona essas atividades

 

  • Análises ambientais: faz análises físico-químicas e microbiológicas para o saneamento do meio ambiente 

 

  • Indústrias: trabalha em indústrias químicas e biológicas na produção de soros e vacinas
  • Análises bromatológicas: faz análises microbiológicas para averiguar a qualidade de alimentos
  • Biologia molecular: faz coletas coleta de materiais, análise, interpretação e emissão de laudos 
  • Genética: realiza pesquisas em todas as áreas da genética, faz exames de DNA e citologia genética, assume responsabilidade técnica de emissão de laudos
  • Reprodução humana: trabalha com embriologia e faz manipulação de gametas, espermograma e biópsia embrionária
  • Citologia oncótica: faz exames de material cérvico como Papanicolaou e emite laudos
  • Banco de sangue: assume e assessora o processamento industrial do sangue e realiza procedimentos do banco de sangue
  • Imagenologia: opera equipamentos de exames como tomografia, ressonância magnética, radioterapia e radiologia médica e faz interpretação de laudos

 

 

 

Mercado de trabalho

As oportunidades de trabalho para o biomédico incluem hospitais, laboratórios de análises clínicas ou de imagem, indústrias farmacêuticas, órgãos públicos de saúde, clínicas de estética - no caso do biomédico esteta -,  e até mesmo no setor de perícia criminal. 

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de 2019, o país registrou mais de quatro mil contratações de biomédicos e o setor obteve um saldo positivo, ou seja, teve um número maior de contratações do que de demissões.

Para exercer a função, além da formação é necessário se registrar no Conselho Regional de Biomedicina (CRB).

A especialização em biomedicina estética

A pós-graduação em biomedicina estética é voltada para aqueles que possuem diploma de graduação em Biomedicina. 

Com duração de dois anos, o curso capacita biomédicos para trabalhar na área de estética. Para isso, ele apresenta conteúdos como nutrição estética, eletroterapia, procedimentos injetáveis, cosmetologia, peeling e laserterapia. 

Ao final da especialização, o profissional pode realizar procedimentos injetáveis para fins estéticos como redução de gordura localizada, preenchimentos, microagulhamentos, entre outros. Algumas instituições pedem a realização de uma monografia ou seminários.

Onde estudar?

O diploma de nível superior pode ser um grande diferencial na carreira profissional pois, de acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), profissionais com essa formação podem receber salários até 140% maiores do que aqueles que não têm.

Entretanto, a escolha da instituição também é muito importante. Para que o diploma seja válido em todo território nacional, a instituição precisa ter o curso autorizado e reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Por meio de uma avaliação, o órgão atesta que a instituição possui a estrutura necessária para ofertar o curso.

Veja a seguir algumas opções de instituições de ensino que oferecem cursos de acordo com as diretrizes do MEC, nas modalidades presencial e a distância:

Pronto para ingressar na área de Biomedicina? Responda nos comentários abaixo!