Os designers industriais são responsáveis por projetar praticamente tudo aquilo que usamos no nosso dia a dia.

Tudo mesmo! Alguns desenham carros, aviões, navios, celulares e móveis, enquanto outros projetam xícaras, saboneteiras, embalagens.

Essa comparação é só para dar ideia do imenso campo de atuação que esse profissional tem à disposição.

Mas você conhece o curso de Desenho Industrial? Sabe o que os alunos estudam, tem ideia de onde os profissionais trabalham ou quanto ganham?

A gente explica pra você nos tópicos a seguir. Acompanhe!

O curso de Desenho Industrial

Até pouco tempo atrás, o curso de Desenho Industrial era uma das poucas opções para quem queria se profissionalizar na área do Design.

Com a expansão e diversificação do nosso mercado nas últimas décadas, as faculdades se tornaram mais especializadas e o curso de Desenho Industrial foi fatiado em diversos outros: Design Gráfico, Webdesign, Design de Moda, Design de Interiores, Design de Produtos, ou apenas Design.

No entanto, o curso ainda está aí, só que em pouco mais de uma dezena de faculdades, todas na modalidade presencial.

Trata-se de um bacharelado com quatro anos de duração que se propõe a pensar na criação e aperfeiçoamento de produtos que possam ser comercializados em escala industrial.

A graduação é abrangente e trabalha com três grandes eixos de conhecimento:

  • Design: ilustração, fotografia, cores, percepção visual, expressões gráficas, tratamento de imagens, tipografia.
  • Produção industrial: maquetes e protótipos, projeção de peças e equipamentos, modelagem, mobiliário, ergonomia, meios de transporte, desenho técnico.
  • Gestão: empreendedorismo, marketing, propriedade intelectual, gestão de projetos, gestão de equipes.

O único ponto negativo de Desenho Industrial é sua baixa disponibilidade. Hoje, pode ser encontrado apenas em faculdades pelos estados São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal. Na rede pública, é oferecido por cinco faculdades. Na rede particular, por outras cinco, só que nem todas estão com turmas em aberto.

Por causa dessa limitação, muita gente acaba recorrendo a outras opções de curso superior. Design de Produto é o mais próximo.

Essa formação, embora seja de nível superior, é mais compacta que o bacharelado: apenas dois anos de duração. A vantagem é ter uma disponibilidade maior – está em quase 60 faculdades brasileiras – e o curso também poder ser feito a distância em várias delas.

A terceira opção seria o curso de Design, também com dois anos de duração, e que tem uma abordagem similar à do Desenho Industrial. Nesse caso, dá tranquilamente para escolher onde estudar, visto que a graduação é ofertada por mais de 130 faculdades presenciais e EAD!

Quanto ganha o profissional de Desenho Industrial

Quem trabalha com Desenho Industrial ganha entre R$ 4 mil e R$ 7 mil, em média. Os salários de início de carreira variam de R$ 2 mil a R$ 3,5 mil.

Os valores geralmente são atrelados à experiência do profissional e ao tamanho da empresa onde ele trabalha.

Das três grandes áreas do Desenho Industrial – Design, Produção Industrial e Gestão – a que tem oferecido os melhores salários é a de gestão.

Profissionais que cuidam do desenvolvimento de projetos e da produtividade de equipes recebem entre R$ 9 mil e R$ 15 mil.

Em cargos mais elevados, como o de gerente de produto, por exemplo, os salários podem ser superiores a R$ 27 mil!

Quem mais emprega desenhistas industriais são as indústrias de tecnologia, eletrodomésticos, automobilística e moveleira.

Fora desse ambiente, há trabalho em agências de comunicação, escritórios de design, startups, empresas de comércio e prestação de serviços, consultorias e centros de pesquisa e desenvolvimento.

Quanto custa o curso de Desenho Industrial

Os cursos na área de Design, em geral, têm mensalidades muito próximas: na faixa de R$ 1.100 no caso das graduações presenciais.

Esse valor pode duplicar, dependendo da faculdade escolhida. Nas mais baratas, é possível estudar por cerca de R$ 850 mensais.

Para quem quer economizar, a saída é buscar uma graduação a distância em alguma área relacionada (Design de Produto, Design, Design Gráfico, Design de Interiores, etc.). As mensalidades chegam a ser 75% mais baratas.

Em algumas faculdades, dá para fazer esses cursos pagando cerca de R$ 250 por mês no formato totalmente a distância (com poucos encontros presenciais). Quando a agenda de encontros presenciais é mais intensa, o preço da graduação sobe um pouco, para cerca de R$ 440 mensais.

Ainda assim, é uma economia e tanto. Vale ressaltar ainda que os cursos EAD permitem estudar com mais flexibilidade e o diploma é válido no mercado de trabalho. O ponto negativo é que não existe Desenho Industrial nesse formato.

Quem estiver pensando em fazer Desenho Industrial em universidade pública precisa caprichar na nota do Enem. A concorrência por uma vaga é alta porque as vagas são bem limitadas – apenas 200 por ano.

Onde estudar Desenho Industrial (e cursos similares)

Hoje, por todo o Brasil, existem menos de 1.100 alunos matriculados em Desenho Industrial.

O curso pode ser encontrado em universidades como:

  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
  • Universidade Federal Fluminense (UFF)
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Universidade de Brasília (UNB)
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Enquanto isso, nos cursos de Design, o número de matriculados supera os 60 mil!

O motivo dessa discrepância é simples: os cursos de Design estão disponíveis em mais de 290 faculdades que, juntas, oferecem mais de 160 mil vagas por ano, somando cursos presenciais e EAD.

Aí fica muito mais fácil escolher, embora caiba aqui um conselho: dê preferência às faculdades que têm conceito elevado junto ao MEC.

Conheça abaixo algumas ótimas opções que contam com cursos na área de Design:

 

Veja também:

Saiba tudo sobre a faculdade de Design de Interiores

E aí, vai de Desenho Industrial ou prefere buscar outra alternativa? Conte para a gente nos comentários!