Para obter um diploma superior em Gestão Pública existem duas possibilidades de curso: o tecnológico, com duração de 2 anos e o bacharelado, com duração média de 4 anos. É possível cursar esta graduação nas modalidades presencial e a distância.

O profissional desta área atua na administração de organizações governamentais de forma a gerir os recursos públicos com responsabilidade e eficácia.

O profissional da área de Gestão Pública deverá obter um registro junto ao Conselho Regional de Administração (CRA) de seu estado para ter o direito de exercer a profissão.

Descubra mais sobre o curso de Gestão Pública, o que se estuda, onde cursar esta graduação e como está o mercado de trabalho para este profissional!

Sobre o curso de Gestão Pública

O curso de Gestão Pública tem como objetivo formar profissionais capazes de administrar organizações do setor público nas três esferas: federal, estadual e municipal.

A estrutura curricular do curso de Gestão Pública conta com disciplinas da área de Administração, sempre voltadas à organizações públicas. O estudante aprende sobre Economia, Legislação, Orçamentos Públicos, Contabilidade, Gerenciamento de Recursos, etc.

O curso forma profissionais capazes de atuarem na elaboração, coordenação, acompanhamento e avaliação de políticas públicas que tenham o objetivo de atender às demandas da população.

Além de elaborar estas políticas, o gestor público tem a capacidade de verificar a viabilidade técnica e econômica das atividades que serão realizadas. Cabe a este profissional fazer a captação de recursos, acompanhar licitações e controlar o orçamento disponível.

A maioria das disciplinas do curso são teóricas, e ao final da graduação o aluno precisa realizar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Tanto o bacharelado quanto o tecnólogo possuem aproximadamente as mesmas disciplinas. O que os torna diferentes é a profundidade com que os temas são abordados.

Onde estudar Gestão Pública

Confira algumas das principais faculdades que oferecem o curso de Gestão Pública:

Universidades Privadas

Universidades Públicas

Perfil do profissional formado em Gestão Pública

O profissional de Gestão Pública precisa, acima de tudo, ter a consciência de que suas ações e tomadas de decisão exercem um impacto direto na vida das pessoas. Por isso, ele deve ter grande senso de responsabilidade social e uma postura ética.

Um gestor público precisa estar atento às questões sociais, econômicas e ambientais de sua região e país. Em geral, este profissional tem interesse pela área de Humanas e gosta de fazer a ponte entre cidadãos e governo.

Iniciativa e criatividade ajudarão este profissional a propor soluções e empreender ações inovadoras. Além disto, ele deve ter raciocínio estratégico e capacidade de liderança.

Grade curricular do curso de Gestão Pública

A estrutura curricular do curso de Gestão Pública depende do grau conferido ao formado (bacharel ou tecnólogo) e da instituição de ensino que oferece esta graduação.

De modo geral, encontramos as seguintes disciplinas no curso de Gestão Pública:

  • Análise de Dados e Indicadores Socioeconômicos e Governamentais
  • Análise e Encaminhamento de Projetos Públicos
  • Captação e Gerenciamento de Recursos
  • Contabilidade
  • Controle e Auditoria Pública
  • Economia e Mercado
  • Federalismo, Descentralização e Relações Intergovernamentais
  • Finanças e Orçamentos Públicos
  • Fundamentos de Administração
  • Gestão de Compras Públicas
  • Gestão Pública e Políticas Públicas do Brasil
  • Introdução à Teoria do Estado
  • Licitações e Contratos Públicos
  • Matemática Financeira
  • Planejamento Urbano e Ambiental
  • Plano de Negócios
  • Recursos Humanos na Administração Pública
  • Recursos Materiais e Patrimoniais
  • Sistemas de Informação no Setor Público

Mercado de trabalho para quem faz Gestão Pública

O gestor público pode atuar nas três esferas do setor público: municipal, estadual e federal. Pode exercer atividades em ministérios, prefeituras ou secretarias.

Além de atuar em órgãos públicos, este profissional encontra oportunidades de emprego em organizações não governamentais (ONGs) e em empresas privadas que possuem políticas de responsabilidade social.

Um gestor público também pode trabalhar como autônomo, prestar consultorias, realizar auditorias e também ministrar aulas.

Dentre as atividades que um gestor público pode desempenhar, citamos algumas:

  • Planejar ações para reduzir custos administrativos.
  • Potencializar os benefícios das políticas públicas.
  • Elaborar projetos para financiamentos em bancos públicos.
  • Planejar processos e acompanhar licitações públicas.
  • Controlar o orçamento público.
  • Implementar programas e projetos.
  • Criar programas de metas.
  • Gerenciar a ligação entre empresas públicas e privadas.
  • Liderar equipes de execução de mudanças.
  • Elaborar programas governamentais e políticas públicas.

O mercado de trabalho para um gestor público está em crescimento. Em Brasília e na região Sudeste é onde se concentra o maior número de vagas para este profissional.

Outras regiões do país também estão em busca de profissionais qualificados. As prefeituras, por exemplo, estão investindo em áreas estratégicas como saúde, educação e assistência social e estão contratando gestores públicos para atuarem nestas áreas.

Veja também:

Qual a diferença entre bacharelado, licenciatura e tecnólogo?

Você ficou interessado em cursar uma graduação em Gestão Pública? Deixe seu comentário aqui!