Existem dois tipos de curso superior em Segurança Pública: o tecnológico, com duração de 2 anos e o bacharelado, com duração média de 4 anos. É possível cursar esta graduação nas modalidades presencial e a distância.

O curso de Segurança Pública forma profissionais para atuarem nas ruas, no combate ao crime, prevenindo e reprimindo ações violentas.

Esta graduação também capacita os profissionais para elaborarem programas e políticas públicas de segurança levando em conta os interesses coletivos e respeitando os direitos humanos.

Descubra mais sobre o curso de Segurança Pública, onde cursar esta graduação e como está o mercado de trabalho para este profissional!

Sobre o curso de Segurança Pública

O curso de Segurança Pública prepara o aluno para atuar nas áreas da política, gestão, planejamento e técnicas operacionais no âmbito do sistema de segurança pública.

O objetivo principal do curso é capacitar profissionais para atuarem na administração de conflitos a fim de promoverem a paz.

O curso possui disciplinas teóricas como Sociologia, Direitos Humanos e Movimentos Sociais, entre outras. Também possui disciplinas voltadas para a prática profissional, como Gestão de Risco, Negociação, Investigação Criminal e Repressão à Violência.

Durante o curso, o estudante desenvolve habilidades para lidar com situações complexas que envolvem risco e incerteza. Ele aprende sobre os princípios da cidadania, suporte básico à vida e psicologia, o que contribui para que suas ações sejam voltadas à preservação da vida, prevenção de conflitos e cultura da paz.

Para concluir o curso, algumas faculdades exigem a realização de um estágio na área. Outras exigem a elaboração de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Onde estudar Segurança Pública

Existem 24 instituições de ensino credenciadas pelo MEC e em atividade que oferecem o curso de Segurança Pública.

Confira algumas das principais faculdades de Segurança Pública:

Privadas

Públicas

Perfil do profissional formado em Segurança Pública

Um bom profissional da área de Segurança Pública deve ter senso de responsabilidade social e justiça. Ele deve buscar a paz coletiva e ter consciência do impacto causado por suas ações individuais.

Este profissional enfrenta situações de grande complexidade e risco. Agilidade e iniciativa são fundamentais para que ele exerça bem suas atividades, garantindo uma atuação adequada em situações inesperadas.

Boa comunicação e habilidade de negociação são essenciais para que o profissional consiga transmitir de forma clara e objetiva suas mensagens e orientações no caso de uma mediação de conflitos, por exemplo.

Outra característica importante para este profissional é a postura ética. Um bom profissional de Segurança Pública procura agir sempre respeitando os direitos humanos e promovendo uma sociedade mais justa e menos violenta.

Grade curricular do curso de Segurança Pública

A estrutura curricular da graduação em Segurança Pública depende do grau conferido ao formado (tecnólogo ou bacharel) e também da instituição de ensino que oferece o curso.

De modo geral, encontramos as seguintes disciplinas no curso superior de Segurança Pública:

  • Administração Pública Gerencial
  • Análise de Dados em Segurança Pública
  • Análise e Gestão de Risco
  • Armamentos, Munição e Explosivos
  • Chefia e Liderança
  • Ciência Criminal
  • Criminalística e Investigação Criminal
  • Direito Penal, Constitucional e Administrativo
  • Direitos da Criança, Adolescentes, Idosos e Minorias Étnicas
  • Gestão da Prevenção e Repressão à Violência
  • Gestão de Conflitos e Eventos Críticos
  • Inteligência e Segurança Pública
  • Movimentos Sociais
  • Política Comunitária
  • Psicologia nas Instituições Jurídicas
  • Suporte Básico da Vida
  • Tecnologias Aplicadas à Segurança Pública
  • Terrorismo, Narcotráfico, Organizações Criminosas e Crimes Digitais
  • Toxicologia

Mercado de trabalho para quem faz Segurança Pública

O mercado de trabalho para quem faz Segurança Pública cresce na mesma medida em que a população aumenta. Quanto maior a população, mais se faz necessária a criação de programas e políticas de combate ao crime e à violência.

Seu principal campo de atuação está em órgãos públicos nas esferas municipal, estadual e federal, tais como:

  • Corpo de Bombeiros
  • Guarda Municipal
  • Ministérios
  • Polícia Civil
  • Polícia Rodoviária Federal
  • Polícia Militar
  • Polícia Federal
  • Secretarias de Segurança

Dentre as atividades que um profissional de Segurança Pública pode desempenhar, citamos as seguintes:

  • Prevenir e reprimir a criminalidade.
  • Manter a segurança e a ordem públicas.
  • Elaborar e executar programas e políticas de combate à violência.
  • Minimizar catástrofes.
  • Garantir a segurança da população em caso de enchentes, desabamentos de morros, incêndios em áreas habitadas, etc.
  • Captar recursos para políticas de Segurança Pública.
  • Administrar instituições de Segurança Pública.

Além destas atividades, o profissional pode prestar consultoria para empresas públicas e privadas na área de Segurança Pública e ainda ministrar aulas, palestras e seminários sobre o tema.

Veja também:

Curso de Gestão Pública

Ficou interessado em cursar a graduação em Segurança Pública? Conte para a gente aqui nos comentários!