Está em dúvida sobre qual profissão seguir? Gosta de pessoas, consegue trabalhar bem em equipe, tem empatia e paciência? Que tal dar uma olhadinha em nosso guia sobre a carreira de Enfermagem?

O enfermeiro se dedica a promover, manter e restabelecer a saúde das pessoas, em parceria com outros profissionais – médicos, nutricionistas e psicólogos, por exemplo.

Enfermeiros e enfermeiras são indispensáveis em hospitais, mas também podem trabalhar em clínicas e prestar atendimento domiciliar. Conheça a seguir as principais atividades de um enfermeiro, como está o mercado de trabalho e o que fazer para ingressar nessa carreira!

O que faz um enfermeiro

O trabalho do enfermeiro tem como base o cuidado com as pessoas. O objetivo é garantir o conforto e o bem estar durante todo o tratamento. Entre suas funções, estão: cuidado com os pacientes, comunicação entre estes e os médicos, administração de medicamentos e realização de curativos.

A maioria dos enfermeiros trabalha em órgãos como hospitais, postos de saúde e clínicas. No entanto, também podem atuar em empresas e prestar atendimento na residência do paciente (principalmente idosos e pessoas com necessidades especiais), modalidade conhecida como “home care”.

Conheça a seguir as principais áreas de atuação de um enfermeiro:

Hospitais: Pode atuar na linha de frente, em contato direto com pacientes, seja para prestar os primeiros atendimentos ou acompanhar sua recuperação. Realiza exames preliminares, administra remédios já prescritos, cuida para que a pessoa esteja confortável e monitora seu quadro de saúde. Também supervisiona equipes de técnicos e auxiliares de enfermagem, atualiza prontuários, previne infecções hospitalares, prepara para exames, separa instrumentos para cirurgias, etc.

Unidades de emergência: Também conhecidos como pronto atendimento, nesses estabelecimentos os enfermeiros atendem pacientes que necessitam de cuidados urgentes, como pessoas machucadas ou com dor. Também decide a prioridade de atendimento após analisar o estado de saúde de cada pessoa.

Centros cirúrgicos: No pré-operatório, são responsáveis por preparar o paciente para a cirurgia. Coletam materiais para realização de exames, cuidam da higiene e alimentação, administram remédios e atualizam o prontuário. Durante o procedimento, controlam os sinais vitais do paciente e mantêm curativos limpos e secos. Já no pós-operatório, além de realizarem as tarefas anteriores, verificam o funcionamento de sondas e soros e medicam o paciente em caso de dor.

Obstetrícia: Enfermeiros obstetras cuidam das gestantes, do pré-natal ao pós-parto, em parceria com o médico. Também prestam atendimento às mães durante o período de amamentação.

Atendimento domiciliar (home care): Nessa situação o enfermeiro realiza a maioria das tarefas que teria em um hospital, só que na casa do paciente. Com isso, ajuda a evitar o prolongamento de uma internação hospitalar e a diminuir riscos de infecção.

Resgate: O enfermeiro que trabalha com resgate atua fora do hospital. Sua missão é socorrer vítimas de acidentes e desastres, por exemplo. Eles vão até o local em que se encontra o paciente e ali mesmo realizam os primeiros atendimentos.

Docência: O profissional de Enfermagem também pode dar aulas em empresas (saúde no trabalho, primeiros socorros, etc.) e em cursos técnicos. Para ensinar em faculdades, normalmente é necessário fazer mestrado.

Saúde coletiva: Trabalha com prevenção de doenças e na promoção da saúde em comunidades, por meio de trabalhos educativos.

Mercado de trabalho e remuneração na área de Enfermagem

Como você viu acima, o campo de atuação de um enfermeiro é bastante amplo. Mas como anda o mercado de trabalho?

O Sul e o Sudeste do País concentram a maior quantidade de hospitais e centros de saúde. Porém, são também as regiões onde há mais profissionais de Enfermagem se formando a cada ano. Para conseguir destaque no mercado é importante se especializar.

As opções são muitas! Conheça algumas:

• Auditoria em Enfermagem

• Enfermagem Cardiológica

• Enfermagem Dermatológica e Estética

• Enfermagem do Trabalho

• Enfermagem Domiciliar

• Enfermagem em Centro Cirúrgico

• Enfermagem em Cuidados Intensivos (UTI)

• Enfermagem Obstétrica

• Enfermagem Oncológica

Quanto à remuneração, o salário médio de um enfermeiro é de R$ 3.000, segundo o site de empregos Catho. No entanto, com uma especialização o profissional pode ganhar mais. Para se ter uma ideia, quem se especializa em Enfermagem Oncológica pode ganhar R$ 4.500, e um enfermeiro com MBA em Gestão, Auditoria e Acreditação dos Serviços de Saúde pode alcançar o patamar salarial de R$ 9.000.

Além das especializações citadas acima, Saúde Pública e Neonatal também são duas áreas muito procuradas por hospitais.

Como se tornar um enfermeiro

No Brasil, a profissão é regulamentada por lei. Para seguir essa carreira é preciso fazer um curso de graduação em Enfermagem em uma instituição de ensino superior autorizada pelo MEC.

Com o diploma em mãos, o enfermeiro deve ainda obter registro no Conselho Regional de Enfermagem (Coren) de seu estado.

O curso de Enfermagem

O curso de Enfermagem é um bacharelado de quatro anos, com a grade curricular quase toda formada por disciplinas de Ciências Biológicas, como Anatomia, Atendimento Pré-Hospitalar, Psicologia, Farmacologia, Saúde Coletiva, Parasitologia, Enfermagem Obstétrica e Saúde da Mulher, além de algumas matérias mais relacionadas às Ciências Humanas e Sociais, como Administração, Psicologia e Sociologia.

A partir do segundo ano, o aluno começa a atender pacientes. Nas licenciaturas, o currículo ainda contempla disciplinas voltadas para a prática de ensino. No fim do curso, a apresentação de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é obrigatória, bem como o estágio.

Onde estudar para se tornar enfermeiro

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Enfermagem:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

Universidade Estácio de Sá (UNESA)

Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio)

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

Centro Universitário do Distrito Federal (UDF)

Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)

Faculdade Unime (UNIME) – na Bahia

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 

Veja também:

Quanto ganha um enfermeiro?

Está interessado em seguir carreira em Enfermagem? Conte para a gente nos comentários!