Trabalhar em banco tem suas vantagens. Com um sindicato forte, os bancários conseguem aumentos salariais anuais e têm benefícios interessantes definidos na Convenção Coletiva de Trabalho, com validade em todo o território nacional: piso salarial, participação nos lucros, auxílio-creche e cesta-alimentação são alguns exemplos.

Quem pensa em banco logo imagina uma agência, com caixas, gerentes, atendentes e seguranças, certo? Mas a atividade nesse setor é complexa e vai muito além das agências que vemos na rua. A variedade de profissionais contratados é imensa.

Quer ter uma ideia? Separamos 24 cursos superiores que você pode fazer para trabalhar nos mais diferentes departamentos de um banco. Tem desde os mais óbvios – como Administração, Ciências Contábeis e Economia – até  os menos comuns, como Psicologia e Serviço Social.

Se você está planejando seguir carreira em banco, fique de olho no guia que preparamos a seguir!

1. Administração

Bacharelado – 4 anos

Talvez o curso de Administração seja o mais abrangente em termos de oportunidades para quem pretende trabalhar em banco. Essa graduação dá um bom panorama sobre a gestão de uma empresa e permite vários caminhos de carreira dentro de uma instituição bancária: Recursos Humanos, Planejamento Estratégico, Operações, Marketing e Comercial são apenas alguns exemplos.

2. Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnológico – 2 anos

Com uma formação que abrange desde a parte mais “mão na massa” do desenvolvimento de software até habilidades de coordenação, esse tecnólogo pode atuar em equipes de TI de bancos ou empresas de tecnologia que prestam serviço para organizações financeiras.

3. Banco de Dados

Tecnólogo – 2 anos

O tecnólogo em banco de dados também pode atuar tanto diretamente em bancos, no departamento de tecnologia, como em empresas que fornecem serviços de TI para o mundo financeiro. Seu trabalho envolve projeto, modelagem, implementação, documentação, testes e gestão de bases de dados.

4. Ciência da Computação

Bacharelado – 4 anos

O bacharel em Ciência da Computação tem uma formação mais generalista e pode atuar em diversas subáreas ligadas à tecnologia. Pode, inclusive, vir a ocupar cargos de destaque, caso se dedique à gestão de pessoas e desenvolva visão estratégica.

5. Ciências Contábeis

Bacharelado – 4 anos

Não é difícil associar esse curso ao mundo das finanças. Contadores podem encontrar ótimas oportunidades em bancos, sobretudo se focarem em áreas como auditoria e controladoria, tão em alta no mercado.

6. Ciências Econômicas

Bacharelado – 4 anos

Quem se forma em Ciências Econômicas (Economia) chega ao mercado com uma base sólida sobre teorias e análises conjunturais, sendo capaz de compreender tanto o cenário mundial quanto o nacional, assim como todas as mudanças por quais elas passam. Por isso, tem espaço em bancos privados e públicos, podendo ocupar posições estratégicas nessas instituições.

7. Comércio Exterior

Bacharelado – 4 anos

Tecnológico – 2 anos

Especialista em negociações internacionais, quem se forma nessa área pode atuar no departamento de Comércio Exterior de bancos de diferentes portes. O cargo vai depender do foco do curso. O de tecnólogo tende a ser mais prático, enquanto o de bacharelado tem um conteúdo mais estratégico.

8. Comunicação Institucional

Tecnólogo – 2 anos

Este tecnólogo pode planejar, implementar e medir a eficácia de ações de comunicação dos bancos, sejam elas para o público interno ou externo. Também pode compor times de Comunicação que gerenciam o trabalho de agências e assessorias especializadas.

9. Comunicação Social

Bacharelado – 4 anos

O curso de Comunicação Social pode ter ênfase (habilitação) em áreas como Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda, por exemplo. Cada um desses profissionais pode atuar de forma distinta dentro de um banco, seja em departamentos de Vendas, Comunicação, Marketing, Recursos Humanos ou Relacionamento com o Cliente, só para citarmos alguns.

10. Defesa Cibernética

Tecnólogo – 2 anos

Em um mundo cada vez mais conectado e dependente da internet, principalmente para realizar transações financeiras, proteger redes, sistemas de conexão e equipamentos contra invasores e acessos indevidos é fundamental. Esse tecnólogo tem espaço não só no setor militar e de defesa, mas também em organizações privadas em geral, empresas de segurança e departamentos de TI e Segurança bancos. É uma formação recente, mas já disponível em algumas instituições.

11. Direito

Bacharelado – 5 anos

O mundo bancário é altamente regulamentado – há  uma série de procedimentos legais a serem cumpridos por uma instituição desse tipo. O departamento jurídico de um banco trata disso e também de estabelecer contratos com fornecedores e clientes, prever e acompanhar os impactos gerados por mudanças na legislação. Também pode defender o banco em ações judiciais e fazer a ponte com escritórios de advocacia contratados pela instituição. 

12. Gestão Comercial

Tecnólogo – 2 anos

O tecnólogo em Gestão Comercial pode atuar em todo o ciclo de venda de um produto ou serviço – desde estudar sua viabilidade econômica até o relacionamento pós-venda. Em bancos, pode atuar em diversos setores, como por exemplo: Comercial/Vendas, Marketing, Atendimento ao Cliente, Ouvidoria, Cartões, Produtos, etc.

13. Gestão da Qualidade

Tecnólogo – 2 anos

Bancos precisam cumprir uma série de regras nacionais e internacionais para poderem operar no mercado. Alguns de seus profissionais, processos e áreas também precisam seguir determinados padrões. É aí que entra o profissional de qualidade: ele pode planejar, implementar e auditar sistemas de gestão da qualidade, analisar documentos, elaborar e gerenciar estratégias para obter certificações. Além disso, pode atuar em qualquer departamento que necessite avaliar indicadores de qualidade, como Infraestrutura, Atendimento ao Cliente e Canais de Relacionamento, por exemplo.

14. Gestão da Tecnologia da Informação

Tecnólogo – 2 anos

Não dá para imaginar um banco hoje em dia sem o uso da tecnologia. São inúmeros os equipamentos, programas e profissionais necessários para fazer essa máquina rodar. O tecnólogo em Gestão de TI é um profissional capacitado para gerenciar todos esses recursos, analisar contratos de serviços e projetar soluções cada vez melhores para atender aos objetivos da organização.

15. Gestão de Recursos Humanos

Tecnólogo – 2 anos

Se a tecnologia é importante para um banco funcionar, as pessoas são ainda mais. Criar mecanismos para atrair, reter, desenvolver e reconhecer os melhores talentos é papel do departamento de Recursos Humanos que, por sua vez, se divide em várias subáreas. O curso de Gestão de RH dá um panorama bastante amplo desse departamento e permite a atuação em praticamente todos os processos de gestão de pessoas.

16. Gestão Financeira

Tecnólogo – 3 anos

Aqui vai mais um curso que tem tudo a ver com bancos. Elaborar indicadores, acompanhar resultados financeiros, avaliar custos, solucionar fluxos de caixa, captar e aplicar recursos financeiros são algumas atividades desse tecnólogo. Sua atuação é ampla dentro de uma instituição financeira.

17. Logística

Tecnólogo – 2 anos

Você já parou para pensar quem determina a distribuição de equipamentos em agências bancárias espalhadas por todo o Brasil? E quem gerencia a melhor forma de entregar cartões de crédito, quem contrata ou supervisiona o recebimento, armazenamento, movimentação e distribuição de materiais de qualquer tipo? Em um banco, essas atividades podem ficar sob a responsabilidade do departamento de Operações, onde profissionais de Logística desempenham um papel fundamental.

18. Marketing

Tecnológico – 2 anos

Divulgar novos produtos e serviços, executar ou avaliar pesquisas e planejar estratégias de comunicação com os consumidores são algumas atividades que esse tecnólogo pode desempenhar em um banco, tanto no próprio departamento de Marketing como em outras áreas, como Produtos, Serviço ao Cliente, Planejamento Estratégico, etc.

19. Pedagogia

Bacharelado – 4 anos

Por essa você não esperava, não é mesmo? Como assim, pedagogo trabalhando em banco? Pois esse profissional pode se especializar no treinamento e desenvolvimento dos colaboradores da organização, elaborando estratégias e programas de qualificação na área de Recursos Humanos.

20. Processos Gerenciais

Tecnólogo – 2 anos

Aqui está mais um profissional coringa, que pode atuar em qualquer departamento que lide com informações gerenciais, sistêmicas, processuais, logísticas, financeiras e de custos. Ou seja, praticamente qualquer área, desde as mais operacionais às mais estratégicas, pode contratar um tecnólogo em processos gerenciais.

21. Psicologia

Bacharelado – 5 anos

Além do departamento de Gestão de Pessoas, quem se forma em Psicologia (e portanto estudou a fundo o comportamento e a mente humana) pode também atuar nas áreas de Marketing, Produtos e Relacionamento com o Consumidor, entre outras.

22. Secretariado

Bacharelado – 4 anos

Tecnólogo – 2 anos

Assessorar executivos, gerenciar informações, coordenar equipes de assessores, reunir e organizar informações estratégicas, organizar eventos e viagens, traduzir documentos e comunicados são algumas das atividades que quem se faz secretariado pode exercer dentro de um banco. A formação em grau de bacharelado é mais completa e pode capacitar em mais de um idioma, enquanto a de nível tecnológico é mais voltada para a prática da profissão.

23. Segurança da Informação

Tecnólogo – 2 anos

Todo banco conta com um departamento de Segurança da Informação. Afinal, esse tipo de instituição lida diretamente com alguns dos dados mais sensíveis que um indivíduo pode ter: seu patrimônio ou dívidas, senhas e condições financeiras em geral, sem falar em documentos, endereço, telefone, etc. Nessa área trabalham especialistas de vários percursos profissionais. Uma forma de entrar para o time é fazer o curso de tecnólogo em Segurança da Informação, que prepara o profissional para realizar análises de riscos e auditorias, além de propor soluções que garantam desde a confidencialidade dos dados até a recuperação de informações importantes.

24. Serviço Social

Bacharelado – 4 anos

Não é de hoje que ouvimos grandes bancos falarem de sustentabilidade, diversidade e responsabilidade social. Trabalhando em conjunto com o RH ou em áreas mais específicas, os profissionais que se dedicam a esses temas podem encontrar nos bancos grandes patrocinadores de causas tão importantes quanto a igualdade de oportunidades no ambiente de trabalho, projetos de qualificação profissional em comunidades carentes e iniciativas que visam à criação de uma sociedade mais justa. E é aí que entra o profissional de Serviço Social!

Onde estudar para trabalhar em banco

Agora que você já conhece mais de 20 caminhos diferentes para fazer uma graduação que o levará a disputar com boas chances uma vaga de emprego em banco, precisa ficar atento à faculdade que vai escolher: ela precisa ter o reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) para que seu diploma tenha validade no mercado de trabalho.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos para quem quer trabalhar em banco. A maioria tem unidades em quase todo o Brasil:

Veja também:

O que é tecnólogo?

Gostou de conhecer as faculdades para trabalhar em banco? Vai escolher alguma  delas? Conte para a gente aqui nos comentários!