O pedagogo é o profissional especializado em encontrar maneiras de melhorar os processos de ensino e aprendizagem em instituições variadas: desde escolas tradicionais até presídios, passando por ONGs que atendem a população carente e até grandes empresas.

Para isso, o curso de Pedagogia forma profissionais especializados em educação, que saibam associar o aprendizado a fatores externos, como o meio em que o estudante vive, além de aspectos psicológicos e culturais.

Está pensando em cursar Pedagogia?

Então este guia é para você. Vamos contar como é a estrutura da graduação em Pedagogia e o que se aprende em cada disciplina. De brinde, vamos recomendar boas faculdades que oferecem o curso. Confira!

Sobre o curso de Pedagogia

O curso de Pedagogia tem duração de quatro anos e é uma licenciatura, ou seja, forma profissionais que vão trabalhar com a educação. Como a principal função do pedagogo é justamente administrar conteúdos educativos e buscar formas de melhorar a qualidade dos processos de ensino e aprendizagem ligados a uma instituição, a matriz curricular do curso é em grande parte teórica. Por essa razão, é preciso muita dedicação e gosto por leitura.

O estágio é obrigatório. Normalmente as instituições de ensino possuem parcerias com escolas, ONGs, hospitais, presídios, etc. para que seus alunos possam colocar em prática o que aprenderam em sala de aula.

Ao final da graduação, a maioria das faculdades também exige um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), que deve ser elaborado durante o último ano. Também é necessário cumprir algumas horas de atividades complementares, que podem ser computadas por meio de presença em eventos da área pedagógica, além de simpósios, palestras, cursos livres, cursos de idiomas, entre outros.

Matérias do curso de Pedagogia

Ao longo dos quatro anos de graduação, o estudante de Pedagogia vai encontrar disciplinas como:

Currículo: Técnicas para elaborar currículos escolares e como distribuir as matérias.

Didática: Estuda os fundamentos da didática de acordo com diversas teorias, desde a época clássica até o ensino contemporâneo. Aborda como organizar o processo de ensino, envolvendo objetivos, conteúdos, metodologia e avaliação.

Educação Inclusiva: Estuda os fundamentos, a legislação e as políticas públicas voltadas à educação de pessoas com deficiência no Brasil. Discute as condições e as necessidades específicas dos indivíduos.

Fundações da Educação de Jovens e Adultos: Estuda a educação de jovens e adultos no Brasil, as teorias de educação voltadas a esse público, metodologias e planos de ensino.

Filosofia da Educação: Estuda as correntes filosóficas e como cada uma delas contribuiu para formar o pensamento pedagógico atual.

Filosofia da Educação Brasileira: Estuda o pensamento pedagógico clássico aplicado à realidade brasileira.

Gestão Escolar: Discute a estrutura, organização e funcionamento das instituições de ensino, incluindo também métodos de gestão.

História da Educação: Estuda o processo de construção da educação no mundo, levando em conta aspectos sociais, políticos e econômicos.

Métodos Práticos de Alfabetização e Letramento: Estuda os processos de desenvolvimento e aquisição da linguagem escrita na criança sob uma visão social, histórica e pedagógica. Ensina também técnicas de ensino da escrita e como o professor deve intervir no processo.

Pedagogia nas Instituições não Escolares: Como é feito o trabalho de pedagogos em instituições que desenvolvem trabalhos educacionais na sociedade, mas que não são escolas.

Políticas Públicas e Organização da Educação Básica: Aborda as políticas educacionais no contexto das políticas públicas e sociais, focando na organização da Educação Básica do Brasil.

Psicologia da Educação: Estuda as relações existentes entre a Pedagogia e a Psicologia, bem como as influências desta última no pensamento e na prática pedagógica.

Psicologia Geral: Analisa os principais conceitos e teorias da Psicologia, como psicanálise, comportamentalismo, humanismo, etc. e como elas influenciam o processo educativo.

Sociologia da Educação: Como o pensamento sociológico e suas diversas vertentes influenciam a prática pedagógica.

Supervisão e Orientação Pedagógica: Aborda as práticas de orientação escolar e os desafios desse profissional, levando em conta os aspectos sociais, culturais e econômicos dos alunos e das organizações escolares.

Faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem o curso de Pedagogia

Gostou do que se estuda no curso de Pedagogia? Agora é só escolher a instituição de ensino que deseja cursar.

Vamos ajudar com uma lista de faculdades reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) que oferecem o curso de Pedagogia.

Já sabe por que o reconhecimento do MEC é tão importante na hora de fazer sua escolha? Bem, em primeiro lugar, isso significa que o curso tem qualidade foi bem avaliado.

Em segundo lugar, quer dizer que o diploma tem validade em todo o território nacional e, mais ainda, que será aceito no mercado de trabalho.

Por último, o reconhecimento do MEC possibilita que que a instituição participe do ProUni e do FIES, dois programas do governo federal que ajudam quem não tem condições de bancar uma faculdade. O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais, enquanto o FIES concede financiamento estudantil.

Dê uma olhada nas faculdades de Pedagogia que selecionamos para você:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 

Universidade Estácio de Sá (UNESA)

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 

E se não rolar ProUni ou FIES para você, saiba que todas as faculdades da nossa lista têm programas de bolsas, financiamentos sem burocracia e descontos. 

Veja também:

Qual o salário de um pedagogo?

E aí? Pedagogia é a sua cara? Em qual faculdade vai estudar? Conte para a gente aqui nos comentários!