Profissionais formados em Engenharia estão entre os mais bem pagos do País. Pesquisas recentes mostram que a média salarial nacional dos engenheiros fica atrás apenas da dos médicos, em algumas especialidades.

A remuneração inicial na área é de cerca de R$ 6 mil. Em cargos de gerência, estes profissionais alcançam salários de mais de R$ 50 mil.

Há 35 diferentes especializações na carreira de engenheiro. No topo do ranking da remuneração estão as seguintes especialidades:

1. Engenharia Química

O engenheiro químico é responsável pelo desenvolvimento de produtos e processos em escala industrial. Ele atua na área de pesquisa de produtos químicos, análise de impactos ambientais, programas de tratamento de água e efluentes, projetos de equipamentos e plantas industriais, além de poder seguir a carreira acadêmica.

Remuneração média de alguns cargos da Engenharia Química:

• Engenheiro Químico Júnior: R$ 5,2 mil

• Engenheiro Químico Industrial: R$ 5,3 mil

• Engenheiro Químico de Processos: R$ 5,4 mil

• Diretor de Engenharia Química: R$ 25,7 mil

2. Engenharia Civil

O engenheiro civil acompanha e gerencia todas as etapas de uma construção ou reforma, desde a análise do solo, definição dos tipos de fundação e do material a ser usado, até as redes de instalações elétricas e hidráulicas. Este profissional também coordena equipes de trabalho, supervisionando prazos, custos, padrões de segurança e qualidade.

Remuneração média de alguns cargos da Engenharia Civil:

• Assistente de Engenharia Civil: R$ 2,3 mil

• Engenheiro Civil de Planejamento: R$ 6,7 mil

• Engenheiro Calculista: R$ 6,6 mil

• Coordenador de Obras: R$ 8,1 mil

3. Engenharia Mecânica e Metalúrgica

Estes profissionais atuam em quase todos os segmentos industriais. O engenheiro mecânico projeta e opera sistemas mecânicos, termodinâmicos, eletromecânicos, de estruturas e elementos de máquinas. O engenheiro metalúrgico é responsável pelos processos de transformação de minérios, desde a extração até a obtenção de produtos como chapas e vigas para a construção civil. 

Remuneração média de alguns cargos da Engenharia Mecânica e Metalúrgica:

• Engenheiro Metalúrgico: R$ 4,5 mil

• Engenheiro Mecânico: R$ 6,2 mil

• Coordenador de Engenharia: R$ 8,2 mil

• Diretor de Engenharia Mecânica: R$ 20,6 mil

4. Engenharia Elétrica e Automação

Este engenheiro atua nos processos de geração, transmissão e distribuição da energia elétrica e participa do projeto e construção de usinas. Também desenvolve sistemas de automação e controle em linhas de produção industrial e componentes eletroeletrônicos de instalações elétricas. A Engenharia de Automação tem enfoque mais específico em programação de máquinas e software, além da manutenção de equipamentos.

Remuneração média de alguns cargos da Engenharia Elétrica e de Automação:

• Engenheiro de Controle e Automação: R$ 6,2 mil

• Engenheiro Eletricista: R$ 6,4 mil

• Engenheiro de Automação Industrial: R$ 7,9 mil

• Coordenador de Engenharia: R$ 8,1 mil

5. Engenharia Ambiental e do Petróleo

O profissional de Engenharia Ambiental atua em projetos de exploração de metais como ouro e alumínio, elaborando sistemas e planos sustentáveis de beneficiamento. Também trabalha na recuperação de áreas degradadas. O engenheiro de Petróleo e Gás é especializado em descobrir e explorar poços e jazidas de petróleo e gás natural.

Remuneração média de alguns cargos da Engenharia Ambiental e do Petróleo:

• Engenheiro do Meio Ambiente Sênior: R$ 8,7 mil

• Engenheiro de Petróleo: R$ 9,5 mil

• Diretor de Engenharia do Meio Ambiente: R$ 21,5 mil

• Diretor-geral de operadoras de óleo e gás: R$ 60 mil

6. Engenharia de Produção

Este engenheiro administra os recursos humanos, financeiros e materiais de uma organização. Ele é capacitado para aplicar procedimentos e técnicas que otimizam o trabalho, aperfeiçoando sistemas de produção e as atividades financeiras, logísticas e comerciais de uma empresa.

Remuneração média de alguns cargos da Engenharia de Produção:

• Engenheiro de Produção Pleno: R$ 6,7 mil

• Engenheiro de Produção Sênior: R$ 7,4 mil

• Diretor Industrial: R$ 16,6 mil

• Diretor de Engenharia de Produção: R$ 23,3 mil

7. Engenharia de Transportes

O Engenheiro de Transportes projeta e implanta soluções para a mobilidade urbana e rural. Este ramo da Engenharia é voltado à construção, manutenção operação e gestão de rodovias, portos, aeroportos e ferrovias. Este profissional também é responsável pelo desenvolvimento de projetos de logística.

Remuneração média de alguns cargos da Engenharia de Transporte:

• Analista de Engenharia: R$ 3,2 mil

• Engenheiro Rodoviário: R$ 6,4 mil

• Engenheiro de Logística: R$ 7 mil

• Gerente de Engenharia: R$ 12,6 mil

Fonte: Catho/Exame/Guia do Estudante - 2015

Os cursos superiores de Engenharia

Os cursos superiores na área de Engenharia são de grau Bacharelado e têm duração média de cinco anos. A maioria deles é oferecida na modalidade presencial, mas há especialidades que contam com a opção do sistema de ensino à distância.

As Engenharias têm grande concentração de disciplinas das Ciências Exatas, exigindo facilidade em lidar com números e realizar cálculos. O mercado de trabalho aquecido e as oportunidades de boa remuneração em diversas especialidades fazem desta formação uma das mais concorridas do País.

Onde estudar Engenharia

Há diversas instituições públicas e privadas, reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), que oferecem cursos superiores na área de Engenharia. Veja algumas das principais:

Veja também:

Os 40 cursos mais bem remunerados

Ficou interessado em seguir a carreira de Engenheiro? Conte pra gente nos comentários!