A recente expansão do campo de trabalho do fisioterapeuta trouxe, de carona, um aumento na média salarial e uma bela ampliação no número de oportunidades na área.

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revela que a Fisioterapia foi uma das carreiras de nível superior que mais geraram empregos no Brasil nos últimos anos, superando, inclusive, o número de novas vagas para médicos e advogados.

Além das clínicas especializadas e consultórios próprios, o fisioterapeuta pode trabalhar em clubes esportivos, fazer atendimento domiciliar ou mesmo ocupar cargos na indústria de produtos ortopédicos.

Os salários podem variar bastante e chegam a R$ 12.000 para quem tiver mais experiência.

Veja a seguir mais detalhes sobre quanto ganha um fisioterapeuta e onde estão as melhores oportunidades para quem pretende entrar nesta área!

Salário médio de um fisioterapeuta

Um fisioterapeuta no Brasil recebe, em média, R$ 2.171 por mês. O valor pode ser mais alto ou mais baixo, dependendo do local de trabalho e do tempo de experiência do profissional.

Também é preciso lembrar que se trata de uma ocupação com grande número de profissionais autônomos, que podem trabalhar em mais de um lugar e ter um ganho variável bem superior às médias apresentadas aqui.

O menor salário oferecido é de R$ 1.050. O maior, R$ 3.600. Os dados são do Guia de Profissões e Salários da Catho.

Pelo Guia podemos ver também quais os setores que oferecem hoje os melhores salários para fisioterapeutas:

  1. Administração e Participação: R$ 3.082
  2. Farmacêutica e Veterinária: R$ 2.147
  3. Saúde: R$ 2.141
  4. Prestadora de Serviços: R$ 2.111
  5. Sindicato, associações e ONGs: R$ 2.106

Conheça também a média salarial em alguns estados do Brasil:

  • São Paulo: R$ 2.198
  • Bahia: R$ 1.910
  • Minas Gerais: R$ 1.786
  • Rio de Janeiro: R$ 1.598

Os valores também mudam de acordo com a área de atuação do profissional. Dê uma olhada em alguns exemplos:

  • Fisioterapeuta Acupunturista: R$ 2.323
  • Fisioterapeuta Dermato-funcional: R$ 1.977
  • Fisioterapeuta Esportivo: R$ 1.773
  • Fisioterapeuta do Trabalho: R$ 2.298
  • Fisioterapeuta Respiratório: R$ 2.219
  • Fisioterapeuta RPG (Reeducação Postural Global): R$ 1.693
  • Fisioterapeuta Hospitalar: R$ 2.244
  • Fisioterapeuta Home Care (em domicílio): R$ 1.840

O Banco Nacional de Empregos (BNE) faz um levantamento semelhante e revela os ganhos médios e máximos de fisioterapeutas em diversas especializações da profissão. Aqui os salários podem ser bem mais interessantes, chegando a quase R$ 12.000. Veja:

Fisioterapeuta Quiropraxista

  • Salário médio: R$ 5.590
  • Salário máximo: R$ 11.354

Fisioterapeuta Osteopata

  • Salário médio: R$ 3.395
  • Salário máximo: R$ 6.897

Fisioterapeuta Respiratório

  • Salário médio: R$ 3.242
  • Salário máximo: R$ 6.585

Professor de Fisioterapia

  • Salário médio: R$ 2.890
  • Salário máximo: R$ 5.870

Fisioterapeuta Neurofuncional

  • Salário médio: R$ 2.438
  • Salário máximo: R$ 4.952

O site de carreira Love Mondays também traz médias interessantes para o fisioterapeuta e ainda aponta o caminho das pedras para quem quer ganhar mais. Com os dados da pesquisa é possível listar o tipo de empresa que oferece os melhores salários (e também os mais baixos).

Empresas que pagam acima de R$ 6.000:

  • Universidades federais
  • Grupos de atendimento e pesquisa
  • Associações atléticas (principalmente grandes clubes de futebol)
  • Clínicas de reabilitação de grande porte

Empresas que pagam entre R$ 4.000 e R$ 5.000:

  • Hospitais
  • Prefeituras
  • Fundações
  • Clínicas de médio porte

Piso salarial do fisioterapeuta

O piso salarial dos fisioterapeutas é definido em cada estado por acordos entre sindicatos e empregadores.

Há um Projeto de Lei em votação na Câmara dos Deputados que tenta fixar o piso salarial dos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais em R$ 4.650 para uma jornada de 30 horas semanais.

Não há previsão de quando o PL será aprovado.

Para saber qual o piso no seu estado, consulte o sindicato dos fisioterapeutas ou o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO) da sua região.

Áreas mais lucrativas para o fisioterapeuta

A Fisioterapia vem ganhando seu espaço na economia brasileira. Como em qualquer profissão, é preciso ficar de olho nas oportunidades e nas especializações que tendem a ser mais buscadas pelo público.

Pelas médias salariais listadas acima, podemos destacar pelo menos três áreas que estão em ascensão ultimamente:

Quiropraxista – de acordo com o Banco Nacional de Empregos, esta é a especialidade que melhor remunera o fisioterapeuta hoje em dia. A quiropraxia usa técnicas manuais aliadas ao conhecimento da Fisioterapia para tratar de desordens neuromusculares e esqueléticas.

Osteopata – usa técnicas específicas para detectar e tratar de falhas na estrutura corpórea do indivíduo (postura inadequada, hérnias, dores, desvios, etc.). Assim como a quiropraxia, também utiliza de movimentos mecânicos e manipulativos em seus tratamentos.

Fisioterapia Respiratória – o profissional desta especialidade utiliza técnicas fisioterápicas para tratar das doenças mais comuns que atingem o sistema respiratório humano, como bronquite, asma, insuficiência e tuberculose. Também pode ajudar pessoas que estão se recuperando de cirurgias ou de longos períodos de internação.

Onde estudar para ser fisioterapeuta

O curso de Fisioterapia tem duração aproximada de quatro anos e é oferecido principalmente na modalidade presencial. É possível também fazer esta graduação a distância em algumas universidades.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Fisioterapia:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Quanto custa estudar Fisioterapia?

Vai fazer Fisioterapia? Conte para a gente o que achou dos salários!