Antes, quem queria atuar na área jurídica tinha de passar pelo menos cinco anos numa faculdade de Direito.

Hoje, com o curso superior de Serviços Jurídicos, esse tempo caiu para menos da metade.

Já é possível obter uma formação focada e de qualidade para trabalhar em diversas áreas do Direito, e ainda aproveitar as oportunidades de sobra que a profissão oferece.

Quer saber melhor do que estamos falando? Então veja tudo sobre Serviços Jurídicos: quanto tempo dura, quanto custa, se dá para estudar a distância e como encontrar a graduação nas melhores faculdades!

O curso de Serviços Jurídicos

O curso de Serviços Jurídicos pode ter diversos nomes. Em nossa pesquisa, encontramos:

  • Gestão de Serviços Jurídicos
  • Gestão de Serviços Jurídicos e Notariais
  • Gestão de Serviços Jurídicos, Notariais e de Registro
  • Serviços Jurídicos, Cartorários e Notariais
  • Serviços Jurídicos e Notariais
  • Serviços Jurídicos, Notariais e de Registro

Todos, no entanto, têm a mesma missão: formar profissionais que vão desempenhar atividades de planejamento, gestão, desenvolvimento estratégico e práticas administrativas em ambientes jurídicos.

Em apenas dois anos, o profissional estará formado e pronto para encarar o mercado. É rápido assim.

O curso costuma ser bastante focado e tem um ritmo intenso – afinal, trata-se de apenas quatro semestres para aprender os grandes fundamentos da profissão, que são muitos.

Parte das matérias aborda teorias do Direito e outras têm um perfil mais operacional.

Veja alguns exemplos:

  • Direito Civil
  • Direito Penal
  • Teoria geral do Direito Constitucional
  • Teoria da argumentação jurídica
  • Teoria geral do processo
  • Teoria geral da empresa
  • Títulos de crédito e contratos empresariais
  • Direito do Estado
  • Negócio jurídico
  • Registro civil de pessoas naturais e jurídicas
  • Direito de família
  • Direito de sucessões
  • Direito político e eleitoral
  • Noções de processo penal
  • Direito, proteção e inclusão social
  • Registro de títulos e documentos
  • Registro de imóveis

Com esses conhecimentos, os formados podem trabalhar como gestores administrativos de empreendimentos jurídicos, mediadores de questões jurídicas, fazer gestão financeira e administrativa, analisar documentação, liderar equipes e prestar consultoria na área.

Atualmente, boa parte dos cursos de Serviços Jurídicos é oferecida na modalidade a distância. Quem optar por esse tipo de formação poderá estudar de casa, pela internet, com ajuda de uma série de tecnologias (aulas em vídeo, conferências ao vivo, troca de ideias com professores, etc.).

O formato é aprovado pelo MEC e, por isso, o diploma tem a mesma validade do tradicional.

Onde trabalha e quanto ganha o profissional de Serviços Jurídicos

Hoje, os locais que mais empregam os tecnólogos em Serviços Jurídicos são cartórios, imobiliárias, escritórios de advocacia, fóruns e tribunais.

Mas os profissionais também têm se dado bem em departamentos jurídicos de grandes empresas, bancos, seguradoras, planos de saúde, indústrias, escritórios de contabilidade e finanças, construtoras, administradoras de condomínio e despachantes.

Há muitas oportunidades também para quem presta assessoria a parlamentares, juízes, promotores e advogados, por exemplo.

Vale lembrar que, embora a carreira seja voltada à área jurídica, o profissional de Serviços Jurídicos não pode atuar como advogado ou prestar concursos que exijam o diploma de bacharel em Direito (para promotor, delegado, etc.).

Quanto aos salários, o cenário pode ser interessante de acordo com a forma na qual o profissional conduz a carreira.

Muitos começam sua vida profissional como agentes de cartório, onde ganham entre R$ 2.100 e R$ 3.500.

Conforme vão subindo na carreira, os salários vão ficando mais atraentes.

Um analista cartorial, por exemplo, ganha entre R$ 5.200 a mais de R$ 10.500. Quem chegar aos cargos de chefia vai ver seus rendimentos subirem ainda mais: entre R$ 6.500 e R$ 16.500, em média!

Quem preferir trabalhar com consultoria jurídica pode ganhar entre R$ 5.200 e R$ 13.200!

Quanto custa estudar Serviços Jurídicos

Quer uma notícia boa? Serviços Jurídicos não é um curso caro.

Como já é de se imaginar, a versão que cobra mensalidades mais altas é a presencial. Aqui os valores estão na faixa dos R$ 700 mensais.

A modalidade a distância (EAD) é bem mais em conta. Na maioria das faculdades, custa menos da metade do curso tradicional. Encontramos por aí várias opções, em instituições renomadas, por menos R$ 250 por mês!

E ainda dá para conseguir vaga em Serviços Jurídicos pelo ProUni. O programa é aberto a quem fez o Enem mais recente e atende a alguns critérios de renda e formação escolar. Todo semestre tem bolsas de estudos em cursos presenciais ou EAD em faculdades privadas de qualidade.

Outra alternativa para economizar nas mensalidades é verificar a disponibilidade de bolsas e descontos oferecidos pelas faculdades ou considerar programas de financiamento, como o FIES.

Onde fazer o curso de Serviços Jurídicos

Serviços Jurídicos pode ser encontrado em quase 60 faculdades – praticamente todas na rede privada. Apenas uma instituição pública tem autorização para ofertar o curso: o Centro Universitário de União da Vitória (UNIUV), no interior do Paraná.

No total, 44 faculdades têm a opção a distância, enquanto a presencial está disponível em 20 delas (algumas têm as duas opções).

Vale sempre dar aquela boa pesquisada antes de prestar vestibular para esta ou aquela faculdade.

Por quê? Bom, como você deve imaginar, a área de Serviços Jurídicos é bastante concorrida. Para conseguir um lugar ao sol é preciso entrar na disputa com um diferencial.

E uma boa faculdade no currículo certamente vai fazer a diferença.

Por isso, procure sempre faculdades que sejam bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) e tenham nome no mercado, como estas que listamos abaixo:

Veja também:

Saiba tudo sobre a faculdade de Gestão Empresarial

Pensando em fazer Serviços Jurídicos? Conte para a gente onde você gostaria de estudar!