Concluir uma graduação é o sonho de boa parte dos jovens e adultos. Hoje em dia, quem não possui um diploma de graduação se coloca em uma posição de desvantagem quando comparado com aqueles que possuem. E o motivo apontado pela maioria dos alunos é com relação ao tempo.

Muitos alunos encontram dificuldade em organizar o tempo e dividi-lo entre as tarefas do trabalho e do estudo. Além disso, muitas pessoas também tem tarefas em casa, como cuidar do filho, limpar a casa, etc. Todas essas atividades rotineiras acabam prejudicando o aluno e fazendo com que ele não pense em dar continuidade nos estudos, por acreditar que não terá tempo suficiente.

A solução para o problema do tempo já está em vigor há bastante tempo: o Ensino a Distância (EAD) .

Muitas pessoas descobriram com o EAD a oportunidade de estudar e trabalhar, seja em casa ou em alguma empresa.

Mas, muitas vezes o aluno resolve o problema da falta de tempo, mas mesmo assim não pode estudar por não ter condições de pagar a mensalidade cobrada pelas instituições.

Os cursos a distância costumam ser mais baratos do que os cursos presenciais, seja no valor da mensalidade ou nos gastos do aluno com condução e alimentação. O valor das mensalidades é menor por não estarem inclusas as despesas com infraestrutura, como água, energia elétrica, etc., e como o aluno estuda na sua própria casa, ele não precisa se preocupar com o deslocamento até a instituição nem com alimentação. Porém, quando o aluno é responsável por manter as despesas de uma casa, apesar da mensalidade ser mais barata, ela costuma atrapalhar a renda da família.

Essa situação pode ser resolvida através do programa de bolsas do Governo Federal. Conheça mais sobre ela:

ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) é um programa do Governo Federal que oferece bolsas de estudos integrais e parciais para os alunos oriundos de família de baixa renda, mas que também tenham obtido bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) .

No período de inscrições para o ProUni, o aluno fornece o número de inscrição no ENEM e responde a um questionário socioeconômico. As informações fornecidas no questionário serão comprovadas no dia da matrícula, por isso, o aluno deve ser extremamente sincero nas suas afirmações.

Os alunos cuja renda familiar por pessoa for inferior a um salário mínimo e meio terão o direito a concorrer a uma bolsa de estudos em uma instituição de ensino participante. Os alunos que possuírem renda familiar de um salário mínimo e meio até três salários mínimos, poderão concorrer a uma bolsa de estudos parcial (50%).

O que muita gente não sabe é que o ProUni está disponível para os cursos de graduação a distância. Pela falta de informação, todos os anos muitas bolsas deixam de ser utilizadas. Procure se informar sobre o curso que você deseja fazer, se ele está disponível na modalidade a distância e se você pode tentar uma bolsa pelo ProUni.

// Click here