O Enem conecta você diretamente ao curso superior. É inegável a importância desse exame na vida de quem está pensando em entrar na faculdade.

Pelo menos duas vezes por ano nos deparamos com a chance de finalmente entrar naquele curso tão desejado.

Por isso é fundamental saber como usar o desempenho nas provas a seu favor.

Já tem ideia de como fazer isso?

Então saiba como usar o Enem para entrar em faculdade particular – e aproveite para conhecer algumas sugestões bem interessantes!

Como usar o Enem para entrar em faculdade particular

Quando você faz o Enem pode, dependendo do seu perfil e dos resultados nas provas, tentar vaga no ensino superior de diversas maneiras.

Para quem pretende estudar em universidades públicas tem a seleção do Sisu, que abre assim que as notas do Enem são divulgadas.

Mas se 0 seu lance é estudar nas particulares, terá pela frente pelo menos três maneiras de garantir sua vaga.

Vamos lá:

Entrar na faculdade particular pelo ingresso direto

Duvido que você encontre maneira mais fácil de entrar na faculdade do que o ingresso direto.

Esse sistema permite que qualquer pessoa que tenha feito o Enem consiga vaga na maioria das faculdades particulares sem precisar fazer vestibular.

O funcionamento é simples: durante o período de inscrição, o interessado acessa o site da faculdade, informa o curso que quer fazer e depois as notas que obteve em cada uma das quatro provas objetivas (Linguagens, Ciências Humanas, Matemática e Ciências da Natureza) e na Redação. Em algumas faculdades, o candidato se inscreve no vestibular e marca a opção de usar a nota do Enem para ser dispensado da prova.

As regras podem variar de acordo com a instituição. No geral, se a pontuação geral for igual ou superior à mínima estabelecida pela faculdade, o direto à vaga está garantido imediatamente.

Depois, só é preciso se atentar aos prazos para ir à faculdade ou ao polo de apoio, apresentar os documentos necessários (incluindo o boletim de desempenho no Enem) e realizar a matrícula.

O ingresso direto vale para cursos presenciais e a distância em todas as áreas do conhecimento. A única exceção é o de Medicina, que tem um vestibular diferenciado dos demais.

Outro ponto muito positivo desse sistema de ingresso é que é gratuito na maioria as faculdades.

Como incentivo, algumas instituições chegam a oferecer bolsas de estudos parciais e integrais àqueles que obtiveram uma excelente nota no Enem.

Entrar na faculdade particular pelo ProUni

O ProUni é uma forma de entrar na faculdade particular com bolsa de estudos!

O programa pode distribuir bolsas de até 100% em cima do valor do curso, dependendo da nota e do perfil do candidato.

Para obter um benefício tão grande, é normal que os interessados tenham de se esforçar um pouco.

Primeiro, é preciso ter nota de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação do Enem. O ProUni só aceita as notas da edição mais recente e ainda restringe a participação apenas àqueles que se encaixam em certos perfis de renda e formação escolar – afinal, é direcionado a quem mais precisa de ajuda.

Por ano, o programa distribui cerca de 300 mil bolsas. Para ganhar uma é obrigatório passar por uma seleção quase sempre concorrida. Embora a nota mínima para fazer a inscrição seja de apenas 450 pontos, na maioria dos casos é necessário muito mais do que isso para garantir vaga. Em cursos muito concorridos, a nota de corte pode chegar a incríveis 700 pontos!

Quem for selecionado vai se dar bem durante todo o curso. A bolsa será totalmente paga pelo governo federal e o estudante tem a certeza de ter se matriculado numa faculdade de qualidade reconhecida pelo MEC (esse é um dos pontos mais importantes do programa). Não é preciso devolver um centavo sequer depois da formatura.

O programa ainda tem a vantagem de distribuir bolsas em cursos a distância, que normalmente são menos concorridos do que os presenciais.

O ProUni tem duas edições todos os anos, no primeiro e no segundo semestre.

Entrar na faculdade particular pelo FIES

O FIES é o programa que financia cursos superiores a juros baixos e ainda concede um belo prazo para pagamento da dívida.

Vale tanto para quem está fazendo uma faculdade (e quer financiar os estudos) quanto para quem ainda não entrou em uma.

O crédito estudantil facilitado do FIES é distribuído por meio de uma seleção muito similar à do ProUni. As únicas diferenças são: o candidato pode ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010 (inclusive a mais recente, desde que atenda à pontuação mínima) e não é necessário cumprir o requisito de formação escolar.

Aqui a concorrência é um pouco mais leve que no ProUni, mas ainda assim alguns cursos podem pedir nota próxima de 700 pontos.

São duas edições todos os anos, com milhares de vagas de financiamento em faculdades privadas de qualidade por todo o país.

Faculdades particulares que aceitam a nota do Enem

Com ajuda dessas três maneiras que listamos acima, você pode entrar em milhares de faculdades pelo país.

São tantas, que às vezes dá até aquele nó na cabeça: por onde começar?

Bom, nosso conselho é: opte apenas por instituições reconhecidas e bem avaliadas. Essas, sim, irão render um diploma bem aceito no mercado de trabalho.

Abaixo, conheça algumas nossas sugestões que aceitam ingresso direto, ProUni e/ou FIES:


Veja também:

Descubra como ver o edital do Enem e o que contém nele

Como você vai tentar entrar na faculdade particular? Conte para a gente nos comentários!