O curso de Biomedicina está entre os mais concorridos da área da Saúde. Por isso, a nota de corte pode ser bem alta em diversos processos seletivos.

A nota de corte é a pontuação mínima para conseguir uma vaga. Ela varia de acordo com cada universidade. Mesmo assim, conhecer a pontuação necessária para passar pode ajudar você a ter um parâmetro de quanto precisará estudar para entrar em Biomedicina. A ideia é definir uma meta mais alta, já que a concorrência pode aumentar e a nota subir.

Confira a nota de corte de Biomedicina em alguns vestibulares e também no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em universidades públicas. Veja também qual é a nota mínima para conseguir uma bolsa do ProUni e um financiamento pelo FIES!

Nota de corte para o curso de Biomedicina em vestibulares

Apesar do crescimento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de selecionar alunos para universidades públicas e privadas, o vestibular tradicional ainda acontece em todo o Brasil.

Existe uma diversidade grande de formatos de provas de vestibular. Veja algumas diferenças:

Número de questões: há vestibulares com 80 questões, outros com 100 e até 300.

Tipos de questões: há provas apenas com questões objetivas e redação. Outras trazem questões objetivas, dissertativas e redação.

Fases: algumas universidades fazem a seleção em duas fases, em que a primeira serve como uma peneira para selecionar os candidatos mais preparados.

Contagem de pontos: pode ser de 0 a 100, de 0 a 700, ou até de 0 a 1.000.

Como os vestibulares são tão diferentes, não existe uma nota de corte para Biomedicina que garanta vaga em todas as universidades. Um ponto em comum é que o desempenho necessário para entrar neste curso está entre os mais altos das graduações da área da Saúde.

Um exemplo é na Universidade Estadual Paulista (UNESP), que realiza o vestibular em duas fases, com nota máxima de 100 pontos. É preciso fazer no mínimo 48 pontos para passar para a segunda fase de Biomedicina. Nessa instituição, é a segunda nota de corte mais alta na área da Saúde, atrás apenas de Medicina.

O mesmo ocorre na Universidade Estadual de Londrina (UEL), outro vestibular realizado em duas fases. Também com 48 pontos, a nota de corte para Biomedicina só fica atrás do curso de Medicina.

Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) a situação se repete, com Biomedicina com a segunda nota de corte mais alta na Saúde. São 652 pontos, contra 747 de Medicina, o primeiro colocado.

Os vestibulares também possuem vagas para cotas e ações afirmativas. Em relação à pontuação, ao contrário do senso comum, grupos de cotas não têm necessariamente uma nota de corte muito menor do que os de ampla concorrência.

Nota de corte para o curso de Biomedicina no Sisu

As vagas de Biomedicina em universidades públicas são disputadas cada vez mais pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), coordenado pelo Ministério da Educação (MEC). Para participar, o estudante deve ter realizado a prova mais recente do Enem e não pode ter zerado na redação.

Na maioria das universidades que participam do Sisu, a nota de corte para Biomedicina supera os 700 pontos. Mesmo em quantidade menor, existem vagas na faixa de 650 a 700. Notas acima de 800 são praticamente exceção.

Confira alguns exemplos de notas de corte para Biomedicina no Sisu em universidades de diferentes regiões:

• Universidade Federal do Pará (UFPA): 822

• Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG): 754

• Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA): 722

• Universidade Federal de Pernambuco (UFPE): 686

• Universidade Federal de Goiás (UFG): 681

Nota de corte para o curso de Biomedicina no ProUni

Para quem busca sua vaga de Biomedicina em uma faculdade particular, uma alternativa é concorrer a bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni). Trata-se de uma iniciativa do Governo Federal para ampliar o acesso ao ensino superior para pessoas de baixa renda.

Para concorrer, o candidato deve ter participado da edição mais recente do Enem, com nota igual ou maior que 450 pontos e sem ter zerado na redação. Além disso, precisa cumprir alguns requisitos de escolaridade e renda e não pode ter diploma de nível superior.

As vagas mais concorridas de Biomedicina colocam a nota de corte na faixa de 760 pontos. Mas é possível encontrar vagas com notas um pouco acima da mínima, a partir dos 475 pontos.

Nota de corte para o curso de Biomedicina no FIES

Outro programa do Governo Federal que amplia o acesso ao ensino superior é o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Nele o estudante pode financiar sua faculdade particular. O programa é voltado a pessoas de baixa renda, que só começam a pagar os estudos depois de se formarem.

Entre os requisitos para concorrer estão: ter participado de alguma edição do Enem a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos e sem ter zerado a redação.

Vale destacar que está cada vez mais difícil conseguir um financiamento pelo FIES. Algumas áreas são prioridade para a distribuição de vagas, como as da Saúde, Engenharia e Licenciatura.

Como as regras podem mudar, a recomendação é acompanhar de perto o site do FIES nas datas de realização do programa. Só assim você saberá as condições para participar, além de conhecer as notas de corte para Biomedicina.

Onde estudar Biomedicina   

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Biomedicina:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

• Universidade Estácio de Sá (UNESA) 

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) - em Minas Gerais

Veja também:

Biomedicina

E então, as notas de corte para Biomedicina estão dentro da faixa que você esperava? Compartilhe nos comentários a sua opinião!