Está decidido a ingressar na faculdade usando a nota do Enem? 

Então, fique por dentro do exame: veja quando começa a inscrição do Enem 2020, quanto custa a taxa, como fazer as provas de graça e como se inscrever.

Saiba mais sobre aplicação do Enem digital, como usar o resultado do Enem e onde conseguir bolsa de estudo.

Quando começa a inscrição do Enem 2020

Marque na sua agenda: as inscrições para o Enem 2020 ocorrem em maio, por volta de 4 e 15 de maio de 2020. Se você marcar bobeira e perder esse prazo, ficará de fora das provas do Enem. 

Podem participar do Enem 2020:

  • Pessoas que já concluíram o ensino médio em qualquer ano anterior a 2020.
  • Estudantes matriculados no último ano do ensino médio em escola pública ou privada.

Participantes treineiros também podem se inscrever no exame. Os treineiros são as pessoas que: 

  • Vão concluir o ensino médio após 2020 (em 2021, 2022, 2023 etc). 
  • Pessoas que não estejam cursando e não concluíram o ensino médio. 

Mas atenção: treineiros não podem usar o resultado do Enem 2020 para entrar na faculdade via Sisu, ProUni ou FIES. Esses participantes realizam as provas como preparação, um treinamento para melhorar sua performance nas próximas edições do Enem. 

Outra tarefa importante: junte o dinheiro para pagar a taxa depois de se inscrever. Para o Enem 2020, o valor desse boleto deve girar entre R$ 87,00 e R$ 90,00.

Preocupado com o custo da taxa de inscrição? Veja, a seguir, se você tem direito à gratuidade. Isto é, se você pode disputar uma isenção para fazer o Enem 2020 de graça.

Como obter isenção no Enem 2020

Você sabia que o Ministério da Educação (MEC) concedeu 2,9 milhões de gratuidades no Enem 2019? Milhões de participantes foram dispensados da obrigação de pagar o boleto da taxa do Enem. 

Em 2020, acontecerá a mesma coisa: o MEC disponibilizará isenções a milhões de participantes que se encaixam em um dos perfis abaixo: 

  • Ser um estudante, em 2020, matriculado e cursando a última série do ensino médio em uma escola pública declarada ao Censo da Educação Básica.
  • Ter realizado o ensino médio completo em escola pública e ter renda familiar por pessoa igual ou inferior a 1,5 salário mínimo.
  • Ter cursado todo o ensino médio em uma escola privada como bolsista integral e ter renda familiar por pessoa igual ou inferior a 1,5 salário mínimo.
  • Estar inscrito no CadÚnico e declarar estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda.

Fique ligado: para disputar uma gratuidade no Enem 2020, você deve solicitar a isenção da taxa de inscrição. Essa etapa acontece em abril, entre os dias 1º e 10 de abril de 2020. Acompanhe o cronograma do Enem de perto para não perder esse prazo.

Novidade no formato da prova do Enem 2020

Está sabendo da novidade? Em 2020, o Enem terá duas aplicações:

  1. Enem digital, uma versão informatizada das provas (outubro/2020).
  2. Enem regular, as tradicionais provas em papel (novembro/2020).

As provas informatizadas do Enem digital acontecem em outubro e serão aplicadas para 50 mil inscritos em 15 capitais brasileiras:

  1. Belém (PA)
  2. Belo Horizonte (MG)
  3. Brasília (DF)
  4. Campo Grande (MS)
  5. Cuiabá (MT)
  6. Curitiba (PR)
  7. Florianópolis (SC)
  8. Goiânia (GO)
  9. João Pessoa (PB)
  10. Manaus (AM)
  11. Porto Alegre (RS)
  12. Recife (PE)
  13. Rio de Janeiro (RJ)
  14. Salvador (BA)
  15. São Paulo (SP)

Se você pretende realizar o exame em uma dessas capitais, poderá escolher fazer a prova informatizada nos dias 1º e 18 de outubro de 2020. A opção entre o Enem digital e o Enem regular aparecerá durante o processo de inscrição.

Mas não se engane: você NÃO pode fazer a prova em casa. O Enem digital acontece em laboratórios de informática seguros, vigiados e supervisionados por fiscais especiais do Enem 2020.

Se estiver na dúvida, escolha a tradicional prova em papel do Enem regular, que acontece nos dias 11 e 18 de novembro de 2020. 

Importante: a taxa de inscrição é a mesma para o Enem digital e o Enem regular. Não haverá redução de valores.

Como se inscrever no Enem 2020

Você deve realizar sua inscrição online no Sistema Enem. 

No período de inscrições em maio, acesse a página enem.inep.gov.br/participante e siga as instruções do sistema.

Basicamente, você deve:

  • Resolver um fácil desafio de imagem (para evitar inscrições falsas).
  • Informar o número do seu CPF e sua data de nascimento.
  • Cadastrar todos os dados de identificação pessoal solicitados pelo sistema (nome da mãe, sexo, cor/raça, estado civil, nacionalidade, estado e cidade de nascimento e seu RG).
  • Cadastrar seus dados de contato (endereço residencial completo com CEP).
  • Informar se precisará de atendimento específico ou especializado nos dias de prova, assim como recursos especiais para realizar o exame.
  • Informar sua situação atual em relação ao ensino médio.
  • Escolher se deseja fazer o Enem digital ou o Enem regular (em papel). Essa opção é válida somente para quem morar em 15 capitais selecionadas pelo MEC.
  • Escolher o idioma da prova de língua estrangeira (espanhol ou inglês).
  • Escolher o estado e a cidade onde pretende fazer as provas do Enem.
  • Responder ao questionário socioeconômico honestamente.
  • Informar dados de contato (e-mail, telefones) e cadastrar uma senha.

Datas importantes do Enem 2020

Confira o cronograma com as etapas mais importantes antes, durante e depois das provas do Enem 2020:

Datas previstas - antes das provas

  • Publicação do edital: março de 2020.
  • Pedido de isenção da taxa de inscrição: abril de 2020.
  • Justificativa de ausência no Enem 2019: abril de 2020.
  • Período de inscrição: maio de 2020.
  • Pedido de atendimento especial ou específico: maio de 2020.
  • Divulgação do cartão de confirmação: outubro de 2020.

Datas confirmadas pelo MEC - dias de provas

  • Aplicação das provas do Enem digital: 11 e 18 de outubro de 2020.
  • Aplicação das provas do Enem regular: 1º e 8 de novembro de 2020.

Datas previstas - depois das provas

  • Acesso aos resultados individuais: janeiro de 2021.
  • Acesso aos resultados dos treineiros: março de 2021.
  • Acesso aos espelhos da redação: março de 2021.

O que fazer com a nota do Enem 2020

A nota do Enem 2020 abre muitas portas para o ensino superior. É possível:

  • Participar do Sisu 2021 para concorrer a uma vaga em um curso presencial de uma faculdade pública.
  • Participar do ProUni 2021 para disputar uma bolsa de estudos integral ou parcial em uma faculdade privada presencial ou EAD.
  • Participar do FIES 2021 para concorrer a um contrato de financiamento sem juros ou com juros super-reduzidos.
  • Participar do processo seletivo de uma das 37 universidades portuguesas conveniadas ao Inep.
  • Ingressar direto em uma graduação presencial ou EAD de faculdade privada, obtendo uma bolsa de até 100% de desconto na mensalidade.

O Sisu, o ProUni e o FIES são alternativas disputadissimas, burocráticas e demoradas. Esses processos seletivos ocorrem apenas duas vezes ao ano. 

Já o ingresso direto abre várias vezes por ano. Para graduações a distância, por exemplo, ocorrem cerca de quatro processos seletivos anualmente.

Onde estudar com bolsa de estudo usando a nota do Enem 2020

Veja onde conseguir uma bolsa de estudo de até 100% com a nota do Enem. Há bolsas para ingressar direto em bacharelados, licenciaturas e cursos tecnológicos presenciais e EAD.

Listamos algumas faculdades reconhecidas pelo MEC que aceitam a nota do Enem, concedem bolsa de estudos válidas até a formatura e permitem financiar o curso facilmente:

Veja também:

7 dicas rápidas para ganhar bolsa de estudo para graduação

Descubra por quanto tempo vale o Enem

Agora você já sabe quando começa a inscrição no Enem 2020. Já decidiu qual curso fazer usando a nota do Enem? Comente o nome da graduação!