O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é hoje a principal forma de acesso à faculdade no Brasil. Quem consegue uma boa nota no Enem entra no páreo para disputar vagas em quase todas as universidades públicas e privadas do País, por meio dos programas do Governo de acesso ao ensino superior e de alguns processos seletivos das próprias instituições.

Vai prestar o Enem com o objetivo de entrar em Psicologia? Tem ideia que quantos pontos precisa garantir no Exame para conseguir uma vaga ou uma bolsa para este curso?

Fique ligado porque vamos explicar como usar a sua pontuação e qual o resultado esperado para os candidatos à faculdade de Psicologia. Confira!

Onde usar a nota do Enem?

A sua nota do Enem serve para se inscrever em programas do Governo Federal – Sisu, ProUni e FIES – que dão acesso a vagas em universidades públicas, a bolsas de estudos para cursar universidades particulares ou a um financiamento para bancar o curso. Algumas faculdades aceitam ainda a nota do Enem como critério para ingresso direto em uma graduação. Quanto maior for sua pontuação no Exame, maiores as chances de se classificar entre os beneficiados. Dê uma olhada no resumo a seguir para entender melhor!

Como funciona a classificação nos processos seletivos que usam o Enem?

O que vai determinar a sua classificação por meio da nota do Enem nos processos seletivos do Governo ou das próprias universidades é o nível dos estudantes que concorrem à mesma vaga. Seus adversários são aqueles que escolheram a mesma faculdade, campus, curso e turno que você. No caso do ProUni e do Sisu, há também o fator modalidade de concorrência – cotas ou não.

A nota de corte do Enem, que é a pontuação mínima para entrar em determinado curso superior, varia a cada ano e em cada processo seletivo. Ela depende do desempenho geral dos estudantes no Exame e da concorrência por cada uma das vagas oferecidas naquela edição.

No caso do curso de Psicologia, que é um dos mais procurados pelos estudantes, a pontuação necessária para se classificar nos programas do Governo tem se mantido entre 600 e 800 pontos, embora seja possível conquistar vagas com notas mais baixas.

Conheça melhor os processos seletivos e quanto você precisa tirar no Enem para passar em Psicologia por meio de cada um deles.

Nota do Enem para passar em Psicologia pelo ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) oferece bolsas de estudos parciais (50%) ou integrais (100%) em cursos superiores de universidades particulares. A seleção dos candidatos é feita com base na nota do Enem mais recente. Quanto maior a pontuação no Exame, maiores as chances de ganhar uma bolsa. Para participar é preciso ter obtido pelo menos 450 pontos na média das provas, nota acima de zero na redação e cumprir os critérios de renda familiar e escolaridade estabelecidos pelo MEC. Cada edição do ProUni conta com a adesão de mais de 1,2 mil instituições privadas. Tem bolsa para muita gente!

Em edições recentes as notas de corte para entrar em Psicologia ficaram entre 450 a 789 pontos. Veja algumas faculdades que reservam vagas neste curso para alunos inscritos no ProUni:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 

• Universidade Estácio de Sá (UNESA)

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

Universidade de Franca (UNIFRAN)

Nota do Enem para passar em Psicologia pelo Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) classifica alunos para vagas em cursos superiores de universidades públicas e institutos federais. O Sisu faz um ranking dos candidatos inscritos com base na nota obtida no Enem. Quem tiver a melhor pontuação fica na frente. Para participar é preciso ter tirado nota maior do que zero na redação do Enem mais recente. Algumas universidades exigem pontuação mínima no Exame para concorrer às vagas que oferece.

A grande maioria das faculdades públicas do País já aderiu ao Sisu. Muitas delas o adotaram como única forma de ingresso de novos alunos, eliminando o vestibular tradicional. Outras reservam parte das vagas a candidatos inscritos no Sistema.

Com base em edições recentes do Enem é possível afirmar que para entrar em Psicologia pelo Sisu é preciso ter obtido pelo menos 600 pontos na média geral do Exame. Veja as notas de corte em algumas faculdades:

• Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) – Santos (SP) – 749,94

• Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFSCPA) – Porto Alegre (RS) – 742,00

• Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) – Divinópolis (MG) – 725,43

• Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – Natal (RN) - 717,98

• Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) – Cuiabá (MT) - 687,60

• Universidade Federal de Roraima (UFRR) – Boa Vista (RR) - 659,50

Nota do Enem para passar em Psicologia pelo FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um empréstimo do Governo para pagar as mensalidades de universidades privadas. Os estudantes beneficiados começam a quitar a dívida só depois de formados e os juros são mais baixos que os praticados pelo mercado. É uma super ajuda! Para se inscrever é preciso ter participado do Enem em qualquer edição a partir de 2010, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média geral das provas e nota maior que zero na redação. Também é necessário cumprir o requisito de renda familiar para concorrer ao financiamento. O critério de classificação dos candidatos é o desempenho no Enem. Cerca de 1,6 mil faculdades já aderiram ao FIES.

É possível conseguir o financiamento para Psicologia com notas menos expressivas no Enem, como 536 pontos na média geral. Veja as notas de corte que garantiram o benefício para estudar Psicologia em algumas universidades, em edições recentes do FIES:

Universidade de Franca (UNIFRAN) – Franca (SP) – 594,14

• Faculdade Boa Viagem (FBV) – Recife (PE) – 585,96

• Faculdade Metropolitana de Blumenau (FAMEBLU) – Blumenau (SC) – 577,36

• Faculdade Barão do Rio Branco (FAB) – Rio Branco (AC) – 562,90

• Universidade Estácio de Sá (UNESA) – Niterói (RJ) – 555,94

Universidade Anhanguera (ANHANGUERA) – Campo Grande (MS) – 536,94

Nota do Enem para passar em Psicologia pelo ingresso direto

Muitas faculdades privadas aceitam a nota do Enem como critério único para o acesso a uma vaga. Basta apresentar a pontuação e esperar a resposta da universidade para fazer a matrícula. Não precisa se inscrever em programa do Governo nem fazer vestibular. É muito simples!

Basta ficar atento às regras de cada instituição quanto à pontuação mínima exigida no Enem e as vagas disponíveis. Elas variam bastante. É preciso consultar o edital da faculdade e conferir como funciona o processo. 

Veja algumas universidades que aceitam a nota do Enem para ingresso direto no curso de Psicologia:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 

• Universidade Estácio de Sá (UNESA)

• Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) 

Veja também:

Curso de Psicologia

Vai usar a nota do Enem para entrar em Psicologia? Em qual faculdade? Conte para a gente nos comentários!.