Uma dúvida muito comum entre os candidatos do Enem é saber quantos pontos precisam alcançar para conseguir uma vaga em alguma universidade pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do governo federal.

Para esclarecer essa dúvida, montamos um artigo com todos os fatores que devem ser considerados para você entender que nota precisa tirar para passar no Sisu 2020. Confira quais são eles:

Universidades e concorrência

O primeiro fator a se considerar é qual universidade escolher. Isso porque, nas universidades públicas, a concorrência é bem maior do que na maioria das instituições particulares.

Além disso, estas universidades costumam se localizar próximas a centros urbanos e comerciais, o que atrai maior número de candidatos. Portanto, quanto maior a concorrência, maior deverá ser sua nota.

O curso escolhido

Outro fator que deve ser levado em consideração para calcular a nota que você deve tirar no Enem para passar no Sisu 2020 é o curso que pretende estudar.

A maneira mais prática e confiável para fazer uma estimativa é conferir as notas de corte das edições anteriores do Sisu. A nota de corte nada mais é que a pontuação mínima obtida por um candidato para conseguir a vaga no mesmo curso, universidade, turno e modalidade.

A nota de corte do Sisu, para qualquer curso, dificilmente fica abaixo dos 450 pontos. Em geral, cursos mais concorridos, como Medicina, ultrapassam os 800 pontos. Já outros cursos menos procurados podem ficar acima dos 500 pontos.

As notas mínimas

Algumas universidades públicas definem uma nota mínima que o candidato deve alcançar para conseguir uma vaga pelo Sisu. Fica a cargo da instituição estabelecer essa nota para cada competência avaliada pelo Enem, com pesos diferentes para as provas do exame.

Na página do Sisu é possível consultar quais são as notas mínimas exigidas pelas universidades. 

Você nem precisa se lembrar do seu desempenho no Enem para se candidatar a uma vaga: o sistema do Sisu vai informar caso a pontuação não seja suficiente para participar do processo seletivo do curso escolhido.

Que nota do Enem garante uma vaga no Sisu 2020?

Depende do curso e da universidade escolhidos. Há aqueles que são menos concorridos, enquanto em outros a disputa é acirrada.

Em geral, as notas de corte estimadas no Sisu 2020 são as seguintes:

  • 600 pontos: cursos de grau tecnológico e licenciaturas menos procuradas.
  • De 600 a 651 pontos: História, Letras (idiomas), Geografia, Agronomia, Biblioteconomia, Sociologia.
  • De 651 a 699 pontos: Enfermagem, Educação Física, Pedagogia, Farmácia, Serviço Social, Biologia, Ciências Contábeis, Fonoaudiologia.
  • De 700 a 750 pontos: Arquitetura e Urbanismo, Administração, Matemática, Jornalismo, Nutrição, Engenharias menos procuradas.
  • De 751 a 799 pontos: Odontologia, Direito, Psicologia, Engenharia Civil, Engenharia de Automação, Engenharia Mecânica, Engenharia de Computação e Engenharia Elétrica.
  • De 800 a 850 pontos: Medicina e Engenharia Aeronáutica;
  • De 851 a 900 pontos: pontuação padrão para a disputa nas universidades e cursos mais concorridos.

O que fazer caso não consiga entrar no Sisu 2020?

Se você não atingiu a pontuação necessária para entrar no curso dos seus sonhos, não se desespere. Há outras opções para ingressar no ensino superior com a nota do Enem e alcançar seu diploma!

ProUni

Uma delas é o ProUni, programa do governo federal que disponibiliza bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades particulares para candidatos que tenham obtido, pelo menos, 450 pontos na edição mais recente do Enem, sem zerar a redação.

Para participar do ProUni, é preciso atender aos critérios de escolaridade e renda exigidos pelo programa.

FIES

Outra opção é tentar um financiamento estudantil pelo FIES. Esse programa concede financiamento a alunos de baixa renda em faculdades privadas, a juros baixos e longo prazo para pagamento. 

Para participar, o candidato precisa ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010 e obtido desempenho igual ou acima de 450 pontos, sem zerar a redação.

Ingresso direto

Uma opção para quem quer entrar logo na faculdade é o ingresso direto. O sistema, adotado em algumas instituições particulares, permite que o candidato se matricule no curso desejado com a nota do Enem, sem prestar vestibular.

É bem simples: basta entrar no site e informar a pontuação obtida. Caso o aluno tenha alcançado a nota mínima exigida, pode se matricular imediatamente. Fácil e sem burocracia!

Confira algumas faculdades particulares reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC, que contam com mensalidades baixas e trabalham com a opção de ingresso direto:

Além de preços em conta, as faculdades listadas acima também oferecem bolsas de estudos, descontos, convênios e financiamentos próprios sem burocracia.

Veja também:

Como funciona a nota de corte do Sisu

Saiba tudo sobre as cotas do Sisu e veja se você se encaixa

Pretende tentar uma vaga no Sisu 2020? Conta para a gente aqui nos comentários como foi o seu desempenho no Enem!