O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é a principal forma do estudante conseguir ingressar em uma universidade pública do país. 

Esse processo é feito todos os anos no primeiro e no segundo semestre, dessa forma as seleções ficam um pouco menos concorridas e mais estudantes alcançam a tão sonhada vaga.

Veja agora como funciona o Sisu e se inscreva ainda neste semestre!

Como funciona o Sisu no segundo semestre

O Sisu no segundo semestre disponibiliza 59 mil vagas em 1,7 mil cursos de 76 instituições de ensino superior. 

Para participar é necessário ter realizado o último Enem e não ter zerado a redação.

Universidades de todo o país participam desse processo e durante as inscrições o estudante poderá acompanhar a nota de corte de cada curso e instituição, podendo alterar a sua escolha. 

O Sisu também destina uma porcentagem da suas vagas a alunos que completaram o ensino médio em escola pública, mas, dentro desse percentual, 50% são reservados a estudantes:

 Com renda familiar bruta mensal por pessoa de até um salário mínimo e meio.

  • Estudantes autodeclarados pretos, pardos ou indígenas em proporção igual à de pretos, pardos e indígenas na população da unidade da federação onde está localizada a instituição, segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 
  • Com deficiência, na população da unidade da federação onde está localizada a instituição, segundo o último censo do IBGE.  

Calendário do Sisu no segundo semestre

Se você quer concorrer a uma vaga em uma universidade pelo Sisu, precisa estar atento ao calendário deste processo seletivo:

  • Inscrições: início de junho.
  • Resultados: logo após o término das inscrições. 
  • Matrículas: geralmente inicia dois dias após o resultado.
  • Lista de Espera: em julho. 

O que fazer se não conseguir uma vaga no Sisu?

E se você não conseguiu uma vaga no Sisu? Não fique triste! Existem outras formas de começar a estudar nesse segundo semestre. Veja:

ProUni (Programa Universidade para Todos)

O ProUni também abre inscrições no segundo semestre. 

Nele são oferecidas bolsas de estudo parciais e integrais para estudantes que realizaram o último Enem, obtiveram nota superior a 450 pontos nas provas objetivas, não zeraram a redação e obedecem os critérios de renda. 

As inscrições do ProUni sempre acontecem após o processo seletivo do Sisu. 

Ingresso Direto

Muitas instituições já possuem essa opção, não sendo necessário a realização de vestibular, ficando isento de taxas de inscrição. 

Geralmente as faculdades que disponibilizam o ingresso direto dispõem aos estudantes selecionados taxa zero na matrícula, além de acesso a bolsas, descontos e financiamentos mais fáceis, sem burocracia. 

Para fazer um curso superior com o ingresso direto basta ter feito alguma edição do Enem e não ter zerado as provas. 

Faculdades boas e baratas para estudar

Se você não conseguiu uma vaga no Sisu, mas quer ingressar em uma faculdade ainda neste segundo semestre, confira algumas opções de boas instituições reconhecidas pelo MEC que estão com inscrições abertas:

Todas as faculdades acima possuem o ingresso direto e disponibilizam aos seus estudantes bolsas, financiamentos com facilidade e descontos!

Veja mais:

Descubra todas as informações sobre o ProUni 2019

Conheça as melhores faculdades do Brasil de acordo com o MEC

Qual curso você escolheu no Sisu? Conte para a gente aqui nos comentários!