3. Chile

A Junta de Santiago se constituiu em 18 de setembro de 1810, ainda com muitas divergências entre seus dirigentes. Em julho de 1811 o espanhol José Miguel Carrera tomou o poder apoiado por Bernardo O’Higgins.

4. México

A conspiração, iniciada em Querétaro, abriu caminho para o levante do padre Miguel Hidalgo em 16 de setembro de 1810. No sul do país, os revoltosos dirigidos por José Maria Morelos proclamaram a independência do México, mas a enérgica e sangrenta reação do vice-rei restabeleceu a autoridade real.

SEGUNDA FASE. AS GRANDES CAMPANHAS MILITARES (1814-1824)

1. A reação espanhola (1814-1816)

Os realistas retomaram as investidas e Bolívar teve que escapar rumo ao Caribe. No Peru, controlaram a maior parte do território e, no Chile, a falta de entendimento entre Carrera e O’Higgins dirigiu a vitória realista em outubro de 1814. A causa libertadora só triunfaria na Argentina com a independência das Províncias Unidas do Rio da Prata, em 9 de julho de 1816.

2 As grandes expedições (1817-1822)

A guerra generalizou-se em todas as regiões a partir de 1817. No congresso de Angostura (fevereiro de 1819) Bolívar foi nomeado presidente da República da Venezuela; cruzou os Andes e, vencendo em Boyacá, conseguiu entrar em Bogotá.

No fim de 1819, foi constituída a República da Grande Colômbia e, em 24 de junho de 1821, Bolívar obteve a vitória de Carabobo, garantindo a independência da Venezuela.

No Sul, o general José de San Martín atravessou os Andes em direção ao Chile, triunfando em Chacabuco, em 12 de fevereiro de 1817. Os êxitos argentinos obtidos no Chile não se repetiram na Banda Oriental, consolidando a separação do Uruguai, que se declarou república independente.

San Martín iniciou a campanha do Peru, conseguiu ocupar Lima e proclamou a independência do país em 28 de julho de 1821. Dois anos depois os realistas recuperariam Lima, no entanto, as vitórias de Antonio José de Sucre e Bolívar em Ayacucho foram decisivas.

A INDEPENDÊNCIA DO MÉXICO E AMÉRICA CENTRAL

No México, Agustín de Iturbide lançou um manifesto conhecido como o Plano de Iguala e, em 24 de agosto de 1821, foi declarada a independência.

Em 1822 Iturbide incorporou a América Central ao México, atuando contra os desejos da maioria da população. Um ano depois, foi criado o estado independente das Províncias Unidas da América Central.

Fonte: Enciclopédia Encarta