a) Com monossílabos: long - longer - the longest, longo, mais longo, o mais longo.

Há, todavia, exceções, como drunk, embriagado, real, real, sparse, esparso, just, justo, etc., que formam o comparativo e o superlativo com a anteposição de more e the most.

b) Com dissílabos terminados em - er, le, ow, some y, como:

Clever, inteligente

Noble, nobre

Narrow, estreito

Handsome, formoso   

Easy, fácil       Cleverer, the cleverest

Nobler, the noblest

Narrower, the narrowest

Handsomer, the handsomest

Easier, the easiest

Exceções:

Eager, ávido, docile, dócil, etc., que fazem:

    Eager - more eager, the most eager

    Docile - more docile, the most docile

c) Com dissílabos acentuados na última sílaba:

Polite, polido

Profound, profundo      Politer, the politest

Profounder, the profoundest

O Método Analítico é Usado

a) Com polissílabos, como:

Difficult, difícil

Extravagant, estravagante      More difficult, the most difficult

More extravagant, the most extravagant

OBSERVAÇÃO:

Alguns polissílabos, como unhappy, infeliz, incomplete, incompleto, etc.,

admitem a forma sintética.

b) Com a maioria dos dissílabos acentuados na primeira sílaba, como:

Ancient, antigo

Constant, constante       More ancient, the most ancient

More constant, the most constant

OBSERVAÇÃO:

Admitem também a forma sintética: pleasant, agradável,

common, comum, e alguns outros.

c) Com os adjetivos que denotam nacionalidade ou são formados de particípios passados.

d) Com adjetivos de origem estrangeira, como bizarre, esquisito, burlesque, caricato, burlesco, antique, antigo, etc.

e) Com os dissílabos de uso exclusivamente predicativo: alive, vivo, afraid, amedrontado, aware, ciente, informado, content, contente, etc.

f) Com os dissílabos terminados em - id, ive, al, ish, ous, ed, ic, ful, ing:

Acid, ácido

Active, ativo

Central, central

Childish, infantil   

Famous, famoso

Learned, instruído

Rustic, rústico

Useful, útil

Willing, disposto  More acid, the most acid

More active, the most active

More central, the most central

More childish, the most childish

More famous, the most famous

More learned, the most learned

More rustic, the most rustic

More useful, the most useful

More willing, the most willing

Comparação de Adjetivos Compostos

Far-fetched, rebuscado               More far-fetched, the most far-fetched

Kind-hearted, bondoso               More kind-hearted, the most kind-hearted

Near-sighted, míope                  More near-sighted, the most near-sighted

Up-to-date, atualizado               More up-to-date, the most up-to-date  

Well-known, notório                   Better-known, the best-known

Well-off, abastado                     Better-off, the best-off

Well-to-do, abastado                More well-to-do, the most well-to-do  

Modificações Ortográficas

a) Adjetivos terminados em - e perdem o - e final e recebem - er e est no comparativo e no superlativo:

Wide, largo      --->      wider, the widest

b) Os terminados em - y precedido de consoante mudam o - y em - i e recebem er e est:

Happy, feliz      --->      happier, the happiest

OBSERVAÇÃO:

1ª) Shy, tímido, acanhado, sly, astuto, e spry, ativo, recebem simplesmente - er e - est.

2ª) As formas shier, slier e sprier são admissíveis nos Estado Unidos.

3ª) Dry, enxuto e wry, torto, enviesado fazem o comparativo e o superlativo em - ier, - iest ou em - yer, - yest.

c) Quando o adjetivo termina em consoante única precedida de vogal única, a consoante final é dobrada, como - big, grande, - bigger, the biggest.

OBSERVAÇÃO:

O l em cruel, cruel, é dobrado - crueller, the cruellest.