Qualidades:

Concisão:  Ser conciso significa não abusar das palavras para expressar uma idéia. Dentro do texto, e recomendável ir direto ao assunto e eliminar tudo o que for desnecessário e inútil (não '"ficar enrolando'"J pois, assim, suas (chances de acertar serão maiores.

Clareza: Consiste na expressão de idéias de forma que estas possam ser compreendidas com maior rapidez pelo leitor. Ser claro significa ser coerente, evitando desobedecer as normas da lín­gua portuguesa, construir parágrafos  longos ou usar vocabulário impreciso.

Elegância: Em um texto de vestibular, é preci­so utilizar a norma culta para expri­mir suas idéias e pensamentos. Ou seja, obedeça aos princípios estabelecidos pela gramática. Lembre-se sempre de manter-se informado sobre as regras que regem o uso da língua e a estrutura dos textos.

Nunca use gírias, frases prontas ou ditos populares – isso pode prejudicar a sua pontuação.

Defeitos:

Ambigüidade: Ocorre quando se empregam de for­ma incorreta palavras, expressões e pontuação. Consiste em um defeito da prosa no qual uma frase apresenta mais de um sentido, o que pode con­fundir o leitor.

Obscuridade: Ocorre principalmente quando falta clareza aos argumentos do texto. Pode ser visto geral­mente em textos com períodos excessivamente longos, com falhas de pontuação ou lingua­gem rebuscada.

Pleonasmo: Consiste na repetição desnecessária de um ou mais termos.

Prolixidade: Utilização de um número de palavras acima do necessário ou, de forma mais coloquial, "enro­lar" o texto.