Medicina é o curso dos sonhos de muita gente e todo mundo sabe o porquê: além do prestígio da profissão, existe uma oferta excelente de empregos na área, com oportunidades e bons salários em todo o país.

Para chegar lá, no entanto, é preciso começar a investir nos estudos logo cedo. Conseguir vaga em instituições públicas é dificílimo, dada a alta concorrência. Nas universidades particulares, o empecilho pode ser o valor das mensalidades.

O que muitos não sabem, por outro lado, é que existem várias opções para fazer Medicina em uma faculdade particular pagando menos, ou totalmente de graça, com bolsa de estudos. E a Faculdade Unime (UNIME),  uma das mais tradicionais da Bahia, é uma opção muito interessante nesse quesito.

Lá são oferecidas dezenas de vagas em Medicina todos o anos. Se você está cogitando fazer essa graduação, fique aqui com a gente: vamos explicar todos os detalhes do curso para você, inclusive como conseguir uma bolsa de estudos integral. Confira!

Sobre o curso de Medicina da Unime

Na Unime o curso de Medicina tem a duração de 6 anos, ou 12 semestres. Anualmente são abertas 100 novas vagas no curso, que é oferecido somente no modelo presencial.

As aulas e atividades de laboratório podem acontecer nos períodos da manhã, tarde ou noite, e por isso é uma das graduações que mais exigem dedicação do aluno. Embora a Unime ofereça opções diferentes de turno (matutino, noturno ou integral), a carga de disciplinas é pesada e você provavelmente vai passar muitas horas estudando em casa.

Logo de cara o estudante de Medicina vai entrar em contato com conteúdos que tratam dos fundamentos da profissão: as doenças que afligem os seres humanos, suas causas, tratamentos, a estrutura do corpo, sistema excretor, circulatório, locomotor, digestório (e tantos outros), a estrutura biológica que compõe nosso corpo, os agentes externos, a relação médico-paciente, os compostos químicos, enfim, tudo o que é importante para formar um bom profissional.

Nenhum dos semestres é moleza. Durante seis anos o aluno terá que ler, praticar e pesquisar muito!

No decorrer da graduação, as atividades em laboratório vão se tornando mais frequentes. É hora de dissecar cadáveres, analisar tecidos e simular situações pelas quais os médicos passam com frequência.

Já no segundo ano começa a prática de estágio. Nela, o aluno vai poder acompanhar profissionais em sua lida diária, até começar a dar seus primeiros passos no atendimento à população. A cada ano, o estudante é conduzido a novas áreas médicas. Essa prática será constante até o último dia de graduação. Quem se forma em Medicina sai da faculdade com o título de bacharel e já pode trabalhar como clínico geral, após fazer o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) de seu estado.

A Unime forma profissionais capazes de realizar pequenos procedimentos cirúrgicos e resolver até 80% dos problemas de saúde de pacientes em clínicas, hospitais e postos de saúde.

Depois do curso, o aluno pode buscar uma especialização com a qual se identifica mais. É a chamada residência médica, durante a qual irá aprofundar seus estudos em uma área mais restrita, como Cardiologia, Cirurgia Plástica, Pediatria, Ginecologia, Oftalmologia, etc.

A residência dura entre 2 e 3 anos. Somada ao tempo da graduação, são oito anos de estudos, no mínimo, entre o dia em que passou no vestibular até receber o título de especialista!

O que se estuda no curso de Medicina da Unime?

Quem vê a grade curricular do curso de Medicina pode até pensar que o curso é fácil, com poucas disciplinas. Mas dando uma olhada mais aprofundada, percebe que elas abrangem muito, muito conhecimento. Algumas chegam a se estender por quatro anos!

Na Unime, as disciplinas do curso de Medicina são as seguintes:

• Abrangência das Ações de Saúde

• Aparecimento e Manifestações Externas das Doenças e Iatrogenia

• Concepção e Formação do Ser Humano

• Desordens Nutricionais e Metabólicas 

• Dispneia, Dor Torácica e Edemas

• Distúrbios Sensoriais, Motores e da Consciência

• Doenças Resultantes da Agressão ao Meio Ambiente 

• Dor

• Dor Abdominal, Diarreia, Vômito e Icterícia

• Genética

• Políticas Públicas

• Emergências

• Estágio Supervisionado I, II, III e IV

• Fadiga, Perda de Peso e Anemias

• Febre, Inflamação e Infecção 

• Funções Biológicas

• Habilidades Gerais (8 semestres)

• Habilidades Médicas (8 semestres)

• Introdução ao Estudo da Medicina 

• Locomoção e Apreensão 

• Mecanismo de Agressão e Defesa

• Metabolismo

• Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 

• Percepção, Consciência e Emoção

• Perda de Sangue

• Práticas Interdisciplinares de Interação: Ensino, Serviços e Comunidade (8 semestres)

• Problemas Mentais e do Comportamento 

• Processo de Envelhecimento

• Proliferação Celular 

• Saúde da Mulher, Sexualidade Humana, Planejamento Familiar

Onde é oferecido o curso de Medicina da Unime?

A Unime está presente em três cidades baianas: Salvador, Lauro de Freitas e Itabuna.

No momento, o curso de Medicina está disponível apenas na unidade de Lauro de Freitas.

O endereço é o seguinte:

•Avenida Luís Tarquínio Pontes, 600 - Parque Jockey Clube

A oferta pode mudar a cada semestre. Por isso, é legal consultar também as outras unidades. Confira os endereços:

Salvador

•Campus I: Rua Professor Fernando Rocha, 326 - Saboeiro

Campus II - Rua Jairo Simões, 3172 - Imbuí

Itabuna

•Campus I: Av. J. S. Pinheiro, 1600 - Lomanto

Campus II: Av. J. S. Pinheiro, 1191- Lomanto

Vestibular para Medicina na Unime

O vestibular para Medicina é diferente dos demais processos seletivos da Unime. Quem quer entrar nesta graduação terá que encarar um exame mais extenso, com provas aplicadas em dois dias seguidos.

O concurso é composto por 80 questões de múltipla escolha em cinco áreas do conhecimento e uma redação. Nesse aspecto, é muito similar ao modelo utilizado pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

No primeiro dia do vestibular da Unime são aplicadas as seguintes provas:

• Língua Portuguesa: 20 questões

• Língua Estrangeira (Inglês): 10 questões

• Matemática e Raciocínio Lógico: 10 questões

• Redação

No segundo, são aplicadas as duas provas restantes: 

• Ciências da Natureza: 25 questões

• Ciências Humanas: 15 questões

As inscrições abrem normalmente no final do ano, para entrada no primeiro semestre do ano seguinte. Para se inscrever é preciso pagar uma taxa. O ideal é entrar em contato com a Unime ou acessar o edital do vestibular para Medicina para obter o valor atualizado.

É possível fazer o vestibular de Medicina da Unime só para treinar. Nesse caso também é preciso arcar com uma taxa e indicar essa intenção no momento da inscrição. Os “treineiros”, como são chamados, não podem ocupar vaga no curso, mesmo que tenham feito uma boa pontuação.

Como em qualquer curso superior, é obrigatório já ter concluído o ensino médio ou concluir essa etapa antes da matrícula para começar a estudar Medicina.

Quanto custa estudar Medicina na Unime?

O curso de Medicina na Unime varia de acordo com o turno e a unidade em que é oferecido. As mensalidades partem de R$ 6.700 para o noturno e podem chegar a R$ 12.000 para quem optar pelo regime de dedicação integral. No matutino o valor é de R$ 9.500.

A própria Unime fornece incentivos de até 25% nas mensalidades. Com isso, o aluno pode ganhar até quase R$ 3.000 de desconto.

É um curso indiscutivelmente caro – em qualquer faculdade – mas ainda bem que existem alternativas de financiamento ou de obtenção de bolsas. Conheça a seguir.

Bolsas e financiamentos para quem quer estudar Medicina na Unime

Quem precisa de ajuda para estudar Medicina pode recorrer aos programas do Governo Federal que ajudam alunos de baixa renda a fazer um curso superior. Em alguns deles é possível disputar uma bolsa integral, que paga 100% da mensalidade.

Conheça os principais:

FIES – Com ajuda do Governo Federal, o FIES financia o curso de Medicina a juros baixos e prazo longo para quitação da dívida – que só é cobrada bem depois da formatura. É uma ajuda e tanto para quem não quer desistir do sonho de se tornar médico mas não tem condições financeiras de investir na graduação. Depois de formado e colocado no mercado de trabalho, o profissional começa a pagar o financiamento de volta para o Governo. Para concorrer ao FIES é preciso comprovar renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa. Também é preciso ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. O processo seletivo abre duas vezes ao ano. A concorrência para Medicina é bem alta.

• ProUni – Com o Programa Universidade para Todos é possível estudar Medicina com bolsas de estudos parciais (que pagam metade da mensalidade) e integrais (que cobrem 100% da mensalidade). Para ter concorrer ao benefício, o candidato precisa ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado na redação. Aqui as exigências são um pouco mais complexas que no FIES: é preciso atender aos requisitos de escolaridade e ter renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa. Também não pode ter diploma de nível superior. O processo seletivo abre duas vezes por ano e a concorrência é altíssima. Geralmente as notas de corte para descolar vaga em Medicina ficam na casa dos 700 pontos!

Alternativas ao curso de Medicina da Unime

Quem ainda não está bem certo se quer ou não fazer Medicina pode levar em consideração outros cursos na área da Saúde. Na Unime tem 13 outras opções bem interessantes:

• Biomedicina

• Ciências Biológicas

• Educação Física

• Enfermagem

• Estética e Cosmética

• Farmácia

• Fisioterapia

• Fonoaudiologia

• Medicina Veterinária

• Nutrição

• Odontologia

• Psicologia

• Radiologia

Veja também:

Faculdade Unime Itabuna

Está pensando em tentar Medicina na Unime? Conte para a gente como está sua rotina de estudos!