Meu pai não quer pagar minha faculdade, e agora? Sabemos que essa é uma situação delicada, pois é normal esperar que os pais nos apoiem na busca por uma vida melhor por meio dos estudos. 

Mas se esse apoio não existe, é hora de buscar soluções por conta própria! Mesmo que você não tenha dinheiro para bancar a mensalidade do seu curso, isso não significa que é preciso desistir do seu sonho de se formar. Sabe por quê?

Porque você pode ingressar em uma faculdade pública pelo Sisu ou estudar em boas faculdades particulares pagando menos ou até de graça, por meio dos programas ProUni, FIES e bolsas de estudos concedidas diretamente pelas instituições.

Então, se você quer garantir seu diploma de nível superior mesmo sem o apoio financeiro da família, continue lendo para conhecer suas opções!

O que fazer se o pai não quer pagar a faculdade?

Se seu pai não quer pagar sua faculdade, é hora de buscar alternativas por conta própria. Para isso, como mencionamos, você pode tentar entrar em uma faculdade pública pelo Sisu ou recorrer aos programas ProUni, FIES e bolsas das próprias faculdades.

Recorrendo a essas opções, você vai realizar seu objetivo de cursar o ensino superior e ao mesmo tempo mostrar a todos que é uma pessoa independente, que consegue superar seus desafios!

Como tentar vaga em universidades públicas pelo Sisu

O Sisu é um sistema informatizado, mantido pelo MEC, por meio do qual instituições públicas de todo o país oferecem vagas em seus cursos presenciais, selecionando os candidatos pela nota do Enem.

Para se inscrever no Sisu, é preciso ter feito a edição mais recente do Enem, com nota acima de zero na redação.

Em geral ocorrem duas edições ao ano, uma no primeiro semestre (inscrições em janeiro) e outra no segundo semestre (inscrições em junho). As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site oficial do Sisu.

A nota mínima para conseguir passar (nota de corte) depende do curso e instituição. Em cursos mais disputados, como Medicina, a nota de corte pode ultrapassar 800 pontos.

Como fazer um faculdade com bolsa do ProUni

O ProUni é um programa do Governo Federal destinado a brasileiros sem diploma de nível superior. Por meio do programa, você pode conseguir uma bolsa de estudos integral (de 100%) ou parcial (de 50%) para cursos presenciais e EAD em faculdades particulares. 

Candidatos selecionados para as bolsas parciais podem recorrer ao FIES para financiar os 50% da mensalidade restantes (falaremos sobre o FIES em outro tópico).

Como participar do ProUni

Para se inscrever no ProUni, é preciso ter feito a edição mais recente do Enem, com nota média das provas igual ou maior que 450 pontos e nota acima de zero na redação.

Geralmente, ocorrem duas edições a cada ano, uma no primeiro semestre (inscrições em janeiro) e outra no segundo semestre (inscrições em junho). As inscrições para o ProUni são gratuitas e devem ser feitas no site oficial do programa.

Critérios para ter direito às bolsas

Para ter direito às bolsas do ProUni, é preciso se enquadrar em alguma das situações abaixo:

  • Ter feito o ensino médio completo em escola pública ou como bolsista integral em escola particular.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor da rede pública em exercício.

Limites de renda familiar

Existe ainda um limite máximo de renda familiar para ter direito a cada tipo de bolsa:

  • Bolsas integrais: a renda familiar mensal do candidato não pode ser maior que um salário mínimo e meio por pessoa.
  • Bolsas parciais: a renda familiar mensal do candidato não pode ultrapassar três salários mínimos por pessoa.

Como os candidatos são selecionados?

No ProUni, os candidatos são selecionados pela nota do Enem, e a nota mínima para conseguir uma vaga varia conforme o curso e a instituição.

Como financiar a faculdade com o FIES

O FIES é um programa do Governo Federal que oferece financiamentos em cursos superiores de faculdades privadas a juros baixos ou zero. Com o FIES, o estudante pode financiar as mensalidades do curso e começar a quitar a dívida somente após se formar.

Durante o curso, é preciso pagar apenas uma taxa mensal, referente aos encargos do financiamento.

Assim como no ProUni, os candidatos do FIES são selecionados pela nota do Enem, e as notas de corte variam conforme o curso e a faculdade.

Como participar do FIES

O FIES costuma realizar duas edições anuais, com inscrições em fevereiro e junho. As inscrições gratuitas devem ser feitas pelo site oficial do FIES.

Para se inscrever, é preciso ter feito alguma edição do Enem a partir de 2010, com nota média igual ou maior que 450 pontos e nota diferente de zero na redação.

Limites de renda familar

O limite de renda familiar mensal por pessoa do FIES varia conforme a modalidade de financiamento:

  • FIES (juros zero): para candidatos com renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa.
  • P-FIES: para candidatos com renda familiar entre três e cinco salários mínimos por pessoa.

Como conseguir bolsa de estudos direto com a faculdade

Também é possível conseguir uma bolsa de estudos direto com a faculdade, sem precisar recorrer ao ProUni ou FIES. Na verdade, essa é a opção mais simples e rápida para entrar logo na faculdade com bolsa de estudos.

Os principais tipos de bolsas próprias que as faculdades oferecem são:

Bolsa Enem

É uma bolsa que o estudante recebe ao utilizar a nota do Enem no processo seletivo, em vez de fazer o vestibular interno da instituição (ingresso direto). A bolsa pode cobrir até 100% da mensalidade em cursos presenciais e EAD.

Geralmente são aceitas notas do Enem a partir da edição de 2010. As notas de corte variam conforme o curso e a faculdade, mas, em geral, com um média acima de 300 pontos e nota maior que zero na redação já dá para conseguir uma bolsa parcial.

Para aproveitar a bolsa Enem, você deve se inscrever no processo seletivo de uma instituição de ofereça essa facilidade. Normalmente, a inscrição pode ser feita pela internet.

Bolsa por desempenho no vestibular

Algumas faculdades privadas dão bolsas de estudos de até 100% aos candidatos que apresentam bom desempenho no vestibular interno. Nesse caso, o percentual da bolsa aumenta de acordo com a nota do candidato.

Para concorrer a esse tipo de bolsa, você deve procurar uma instituição que ofereça o benefício e se inscrever no vestibular.

Onde estudar

Conheça agora algumas faculdades autorizadas e bem avaliadas pelo MEC que têm programas próprios de bolsas de estudos e também costumam participar do ProUni e FIES:

Saiba mais:

Descubra tudo sobre as bolsas de estudo da Anhanguera

Conheça quais são as faculdades mais baratas do Brasil

Depois de conhecer as opções que você tem se seu pai não pagar sua faculdade, conte para a gente nos comentários: qual curso você quer fazer?