Quem não entrou em uma faculdade de ponta, mas almeja uma vaga no próximo ano deve começar a preparação desde já. As dicas valem também para aqueles que irão concorrer a uma vaga pela primeira vez. Em um ano tão decisivo, não basta apenas estudar: “é preciso disciplinar uma nova rotina de vida”, advertem especialistas de cursos preparatórios.

O vestibular é um concurso, como outro qualquer: são aprovados os mais bem preparados. Esse tipo de preparação é especialidade dos cursinhos, que procuram transmitir ao aluno não só uma capacitação técnica, como também física e psicológica. Segundo os especialistas da área, esses aspectos, aliados à autodisciplina do estudante, geram nele a autoconfiança necessária para fazer uma boa prova.

Eles ressaltam que a rotina considerada ideal para estudantes de cursinho, que vão tirar o ano só para se preparar seria: aulas pela manhã, almoço e estudo das matérias vistas no dia (durante pelo menos quatro horas). Além disso, é importante fazer alguma atividade física e/ou separar um tempo para o lazer (no máximo até às 22h). Já em relação ao sono, recomendam que deve ser respeitado de acordo com a necessidade de cada pessoa, e aos domingos, o estudante deve relaxar ao máximo.

Para os vestibulandos que ainda cursam o Ensino Médio, aconselham ainda que é recomendável que se dediquem, primeiramente, ao conteúdo exigido no colégio. “Caso o aluno tenha uma boa base, é possível que ele consiga aliar as aulas de cursinho.

No contrário, ele pode comprometer seu desempenho”, observam, dizendo que uma boa dica é procurar um curso intensivo na véspera dos exames vestibulares. “Dessa forma, o estudante tem a chance de revisar parte da matéria vista no decorrer do Ensino Médio”, completaram os especialistas.

Por fim, eles declaram que outra questão importante é o comportamento dos pais, que mediante tal situação podem acabar pressionando os filhos.  “Evitar perguntas e cobranças durante essa fase, ceder um lugar isolado de estudos em casa e, nessas horas, não interromper o filho é a maneira mais recomendável de ajudá-lo”, finalizaram.

Dicas para o vestibulando

- assista às aulas do cursinho com o intuito de aprender e não decorar;

- para não acumular dúvidas, freqüente os plantões do cursinho;

- reserve no mínimo quatro horas diárias de estudo para revisar a matéria vista no cursinho;

- procure equilibrar o sono, dormindo de acordo com sua necessidade;

- após o estudo em casa, ocupe-se com atividades que lhe proporcione bem-estar (assista a um filme, converse com os amigos, leia um livro etc.).

- pratique regularmente atividades físicas: elas são essenciais para o equilíbrio da mente;

- nos finais de semana, estude de acordo com o seu ritmo, mas priorize as atividades de lazer. Aproveite os domingos para relaxar;

- a sabedoria está em saber distribuir o seu tempo entre o estudo, o lazer, o esporte e a convivência familiar.