O Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos) é um exame gratuito que oferece certificação de Ensino Fundamental ou Médio para brasileiros que não concluíram essas etapas escolares na idade adequada.

Quem for aprovado em todas as disciplinas do exame receberá um certificado e poderá seguir os estudos na etapa seguinte.

Se você está inscrito no Encceja 2019 ou quer acompanhar a edição deste ano para se inscrever futuramente, fique atento à data de realização do exame:

  • Aplicação do Encceja 2019: dia 25 de agosto de 2019, domingo, com provas no período da manhã e da tarde.

Outras datas importantes do Encceja 2019

O canal oficial de divulgação de informações sobre o Encceja é o portal do Inep, instituto responsável pela aplicação do exame. 

Cerca de um mês antes da data de realização das provas, o portal deve disponibilizar o cartão de confirmação da inscrição dos candidatos. 

Lá, o inscrito encontrará seus dados pessoais e informações importantes sobre o dia do exame, como o horário de abertura dos portões e os locais exatos de prova.

Já a data de divulgação dos resultados deve demorar um pouco mais para ser divulgada. 

Se o Encceja 2019 seguir o padrão do calendário de anos anteriores, os resultados provavelmente serão divulgados cerca de três meses após a realização do exame. Portanto, é provável que as notas de 2019 sejam publicadas no fim de novembro.

Como será o dia do exame

As provas do Encceja acontecem nos períodos da manhã e da tarde. Veja, a seguir, os horários de aplicação do Encceja no dia 25 de agosto de 2019:

  • Período da manhã: fechamento dos portões de acesso às 8h45 (horário de Brasília). Aplicação das provas das 9h às 13h.
  • Período da tarde: fechamento dos portões de acesso às 15h15 (horário de Brasília). Aplicação das provas das 15h30 às 20h30.

O exame é composto por quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma redação. O formato é o mesmo tanto para o Ensino Fundamental quanto para o Médio. O que varia, claro, é o conteúdo cobrado para cada etapa.

Durante a manhã, os candidatos farão as provas de Ciência e Matemática. No período da tarde, serão aplicadas as provas de Linguagens (Português, Língua Estrangeira e Redação) e de Ciências Humanas (História e Geografia).

Se você quiser mais detalhes sobre os temas cobrados em cada uma das provas, no próprio portal do Inep é possível encontrar material de estudo gratuito. Lá, estão disponíveis apostilas e também as provas de 2018, que podem ser feitas como treino para o exame deste ano.

Tipos de certificação do Encceja

Você sabia que, mesmo que não seja aprovado em todas as provas do Encceja, você poderá aproveitar seus resultados positivos para o exame do ano que vem? Isso porque os resultados do Encceja permitem a emissão de dois tipos de documentos:

  • Certificação de Conclusão de Ensino Fundamental ou do Ensino Médio: emitida para o participante que conseguir a nota mínima (aprovação, portanto) nas quatro provas objetivas e na redação.
  • Declaração Parcial de Proficiência: para o participante que for aprovado em uma ou mais das quatro provas, mas não em todas elas.

Os participantes que obtiverem a Declaração Parcial de Proficiência serão considerados aprovados nas disciplinas em que conseguiram atingir a nota mínima.

Na próxima edição do exame, esses candidatos poderão realizar novamente as provas em que foram reprovados. Quando conseguir a aprovação em todas as avaliações, o participante receberá o certificado completo.

Qual é a nota mínima do Encceja

Para obter o certificado do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio, o candidato precisa obter 100 pontos ou mais (de um máximo de 180) em cada uma das provas que compõem o exame e tirar pelo menos 5 na redação.

Emissão do certificado após aprovação

Sobre a emissão do certificado, o Inep faz uma observação importante: embora o instituto aplique e corrija as provas do Encceja, ele não emite os certificados nem as declarações parciais. 

Quem faz isso são as secretarias estaduais de educação e os institutos federais de educação parceiros do Inep.

Durante a inscrição no Encceja, o candidato já escolhe em qual instituição certificadora ele prefere solicitar o certificado ou a declaração após a liberação dos resultados. Os prazos e os trâmites burocráticos podem variar de uma instituição para outra.

Quem pode se inscrever no Encceja

O Encceja é voltado aos jovens e adultos que não tiveram a oportunidade de concluir seus estudos na educação básica em idade própria. Para se inscrever no exame, basta ter a idade mínima para cada etapa:

  • Ensino Fundamental: pessoas com 15 anos ou mais no momento da inscrição.
  • Ensino Médio: pessoas com 18 anos ou mais no momento da inscrição.

As inscrições são abertas em períodos específicos no portal do Inep. Todas as datas e informações sobre o exame são primeiramente publicadas em um edital via Diário Oficial e, em seguida, são divulgadas no site.

Para acompanhar o Encceja e não perder o período de inscrição para a próxima edição do exame, acesse regularmente o portal do Inep e acompanhe as páginas do instituto nas redes sociais.

Prosseguindo os estudos

Quem conseguir o certificado do Ensino Médio pelo Encceja poderá realizar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e disputar uma vaga no ensino superior, em faculdades públicas e privadas.

Mas saiba que muitas instituições particulares permitem o ingresso também por meio de vestibular próprio, sem depender da nota do Enem. E algumas oferecem mensalidades bem em conta, além de programas de descontos, bolsas e financiamento.

Aqui, um ponto importante: ao pesquisar sobre as universidades, verifique sempre se elas são reconhecidas pelo MEC e emitem diplomas válidos. Algumas instituições bem avaliadas e que cumprem esses requisitos são estas:

Gostou das opções? Então entre em contato com a instituição de seu interesse para conhecer os cursos disponíveis.

Leia mais:

Descubra onde achar materiais de estudo para o Encceja

Saiba como escolher sua profissão e o curso certo na faculdade

Você fará o Encceja? Deseja continuar os estudos no ensino superior? Conte para a gente nos comentários.