O FIES é uma superajuda para quem pensa em fazer um curso superior de forma mais tranquila, sem aquela preocupação de não conseguir pagar as mensalidades.

Ele faz parte do trio de grandes programas de acesso ao ensino superior do país, indispensáveis para a qualificação de milhares de brasileiros que pretendem entrar no mercado de trabalho com um diploma universitário em mãos.

E aqui, já vamos avisar: para conseguir o financiamento é preciso dedicação. O processo seletivo, dependendo do curso, exige notas elevadas no Enem.

Daqui a pouco tem edição do FIES 2021 pintando por aí. Para se dar bem é preciso saber tudo sobre o programa, da inscrição à lista de espera.

Veja mais detalhes a seguir!

As edições do FIES 2021

Ao que tudo indica, teremos três edições do FIES em 2021.

A ideia da edição extra é minimizar os estragos causados pela pandemia de covid-19, que bagunçou bastante o calendário universitário e atrasou a entrada de muita gente na faculdade.

Veja quando essas edições vão acontecer:

  • Janeiro: essa é a edição extra do FIES, que acontece excepcionalmente antes dos resultados do Enem 2020. Dela vão poder participar os candidatos que fizeram qualquer Enem entre 2010 e 2019. As inscrições abrem dia 26 e se estendem até o dia 29 de janeiro. Os resultados saem 2 de fevereiro.
  • Abril: em abril, finalmente acontece a seleção do FIES 2021 que aceita as notas do Enem 2020 (as notas de edições anteriores também estarão valendo). As datas ainda não foram marcadas, mas a previsão é que o processo aconteça dias depois da divulgação dos resultados oficiais do Enem 2020.
  • Segundo semestre: a terceira e última edição do FIES 2021 deve acontecer em algum momento do segundo semestre de 2021. Não há data assinalada ainda, mas sabe-se que vai aceitar as notas de qualquer Enem entre 2010 e 2020.

O governo informa que cada edição do FIES em 2021 irá distribuir aproximadamente 93 mil vagas de financiamento.

Como fazer a inscrição do FIES 2021

Para se inscrever no FIES 2021 é preciso entrar no site oficial do FIES durante o período de seleção, informar o número de CPF e a senha cadastrada.

O sistema irá automaticamente recuperar as informações do Enem do candidato e, caso ele tenha feito mais de uma edição, a preferência vai para aquela que apresentar a maior nota geral.

A próxima etapa da inscrição é informar uma série de dados de caráter socioeconômico e apontar a renda mensal bruta de cada membro da família que mora na mesma casa que o candidato.

Na sequência, o candidato escolhe até três opções de cursos/faculdades/cidade/turno disponíveis no sistema.

Durante o período de inscrições é possível mudar de opção quantas vezes for necessário, caso a nota mínima para entrar suba muito. Isso ajuda a aumentar as chances de ser convocado.

Quem pode fazer a inscrição do FIES 2021

Para se inscrever no FIES, os candidatos precisam atender a alguns requisitos de renda familiar e desempenho no Enem. Essas informações são encontradas no edital de cada edição. É bem importante ler esse documento antes de se inscrever.

As edições de 2021 não contarão mais com o P-FIES, que aceitava candidatos com renda familiar bruta mensal de até cinco salários.

Divulgação dos resultados do FIES 2021

A seleção do FIES normalmente dura quatro dias, de terça a sexta-feira da mesma semana. Os resultados saem dois dias depois, na segunda-feira seguinte.

Os resultados podem ser conferidos no site oficial do FIES, com login e senha.

Cada edição do programa oferece duas chances de conseguir a vaga desejada, com a primeira chamada e a lista de espera.

A primeira chamada é a que traz os nomes dos candidatos aprovados na seleção regular. Eles têm alguns dias para levar a documentação necessária à faculdade escolhida e, depois, comparecer ao banco para abrir o financiamento.

Enquanto isso, os participantes que não conseguiram entrar são colocados automaticamente em lista de espera.

Caso um candidato da primeira chamada não ocupe a vaga, por qualquer motivo (desistência, falta de documento, prazo, etc.), o próximo da lista é chamado.

E assim o processo vai se estendendo por semanas após o encerramento das inscrições. Os participantes devem ficar ligados o tempo todo.

Alternativas ao FIES 2021

Com três edições em 2021, são grandes as chances de entrar no FIES.

Mas nem todo mundo consegue. Por isso é sempre bom ter um plano B na manga.

Para quem quer estudar em faculdade privada, o ingresso direto é a melhor alternativa. Com ele dá para conseguir vaga com a nota de qualquer Enem a partir de 2010, sem precisar passar por seleção ou fazer novo vestibular. Uma vez dentro da faculdade, é possível buscar bolsas parciais junto à própria instituição ou recorrer a programas parceiros (facilmente encontrados na internet). Muitas vezes dá para conseguir descontos de até 70% em cima do valor da mensalidade!

Fora isso, tem também o Sisu e o ProUni. Se você fizer o Enem 2020, vai poder participar das duas edições desses programas previstas para 2021 ? uma em abril e outra no segundo semestre.

Para se dar bem, no entanto, é preciso ter uma boa nota nas provas, já que as notas de corte do ProUni e do Sisu costumam ser mais altas do que as do FIES.

Faculdades que estão no FIES 2021

Só podem oferecer vaga no FIES faculdades privadas bem avaliadas, que tenham graduações com notas entre 3 e 5 junto ao MEC.

Um ensino de qualidade aumenta substancialmente as chances de sucesso no mercado de trabalho.

Pensando nisso, a gente encontrou algumas boas faculdades onde, além do FIES, os alunos encontram vagas pelo ingresso direto e pelo ProUni:

Veja também:

Descubra quais são as notas de corte do Enem 2021

Tudo certo para o FIES 2021? Conte para a gente qual curso você gostaria de financiar!