Depois de finalizada a seleção do FIES 2017 no primeiro semestre, começa agora a bater a expectativa de quem entrou na lista de espera para um financiamento estudantil.

Até março os candidatos nessa situação ainda podem cultivar a esperança de conseguir o benefício.

A lista de espera é a forma que o MEC encontrou de ocupar as vagas de financiamento não preenchidas no processo regular – por desistência, não apresentação de documentos, não cumprimento dos prazos, etc.

Se você ficou em lista de espera do FIES 2017 ou tem interesse em saber como funciona, nós explicamos tudo a seguir. Confira!

O que é a lista de espera do FIES 2017?

A lista de espera é uma espécie de “fila” onde ficam os candidatos que não conseguiram financiamento na primeira chamada do FIES.

Eles vão sendo convocados conforme as vagas vão reabrindo. Isso pode acontecer por diferentes razões. Entre as mais comuns estão a falta de documentos comprobatórios e a desistência voluntária por parte dos aprovados. 

Os candidatos em lista estão organizados por nota – da maior para a menor. Os que conseguiram pontuação mais alta no Enem têm mais chances de ganhar o FIES ainda neste semestre.

É fácil ser chamado pela lista de espera do FIES 2017?

Depende. Em algumas edições, sobram muitas vagas – já houve caso de restarem mais de 100 mil.

Como o FIES está sempre em mudança, a edição de 2017 trouxe um fator complicador: a quantidade de financiamentos reduziu bastante em relação ao ano anterior. Em 2016 foram 250 mil, mas em janeiro deste ano o número não chegou a 150 mil.

A matemática que a gente costuma fazer é: com menos bolsas, há menos chances de sobrarem vagas. Mas como oFIES é um mistério, nunca se sabe. O importante é manter as esperanças e deixar tudo engatilhado para o caso de ser convocado.

O que fazer se for chamado pela lista de espera do FIES 2017

Quem for chamado pela lista de espera precisa agir rápido. O MEC dá no máximo 15 dias para o aprovado providenciar a documentação exigida, cadastrar tudo no sistema, levar para a aprovação e cumprir toda burocracia no banco.

Se você está em lista, veja o passo a passo do que deve ser feito:

  1. Acesse todos os dias o sistema do FIES Seleção para saber se seu nome foi convocado. O prazo de chamada vai de 14 de fevereiro até 3 de março.
  2. Se for chamado, você terá só cinco dias corridos a partir da data de convocação para providenciar a inscrição no SisFIES. Se perder esse prazo, perde também o financiamento.
  3. Depois da inscrição no SisFIES, o pré-aprovado terá dez dias corridos para levar todos os documentos solicitados (identificação, comprovante de renda, de endereço, etc.) à comissão especial que cuida do FIES na faculdade onde conseguiu financiamento.
  4. Em seguida, também em dez dias, o futuro estudante terá que se dirigir a uma agência bancária da Caixa Econômica ou do Banco do Brasil para obter financiamento.

Dá para se inscrever na lista de espera do FIES 2017?

A lista de espera do FIES 2017 é automática. Isso significa que o próprio sistema elege quem entra nessa fila – os candidatos que tiveram notas altas no Enem mas não o suficiente para conseguir o financiamento logo de primeira.

Só entra na lista quem participou do processo seletivo regular, que aconteceu entre os dias 7 e 10 de fevereiro. O MEC não permite qualquer outro tipo de inscrição.

Vou receber aviso se for chamado para o FIES 2017?

Não. O FIES não envia qualquer tipo de comunicado informando sobre a aprovação. É de responsabilidade do participante checar se foi convocado ou não para obter financiamento.

Por isso, mais uma vez reforçamos: é importante checar o sistema do FIES Seleção todos os dias, até 3 de março, quando a primeira edição se encerra de vez.

 

Quem não for chamado na lista de espera do FIES, faz o quê?

Quem não tiver a sorte de ser chamado pela lista de espera do FIES pode optar por dois caminhos:

  1. Esperar até a próxima edição do FIES, que se tudo der certo acontece entre julho e agosto de 2017.
  2. Tentar outros meios de financiar a faculdade, que podem ser:

    • Buscar financiamentos e parcelamentos facilitados na faculdade onde deseja estudar – muitas oferecem a facilidade sem juros e sem burocracia.
    • Tentar bolsas de descontos, como o Quero Bolsa e o Educa Mais Brasil, que são abertas a qualquer um e podem render uma bela economia até o final do curso.
    • Verificar as políticas de descontos, parcerias e bolsas por desempenho nas faculdades onde deseja estudar.

Onde estudar com o FIES

Separamos a seguir uma lista de faculdades bem avaliadas pelo MEC que participam do FIES e oferecem diversas facilidades a seus alunos:

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

Universidade Estácio de Sá (UNESA) 

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 

Centro Universitário do Distrito Federal (UDF)

Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio)

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 

Faculdade Unime (UNIME) – na Bahia 

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 

Universidade Norte do Paraná (UNOPAR

Veja também:

Cursos oferecidos FIES 2017

Ficou na lista do FIES? Conte para a gente nos comentários!