Uma das muitas portas que o Enem abre é o financiamento facilitado do FIES.

Em 2020, esse programa do governo federal tem duas edições: uma no início do ano, algumas semanas após a divulgação do resultado do Enem, e outra no meio do ano.

O FIES é bem concorrido. Afinal, oferece financiamento a juros baixíssimos (ou zero, dependendo da sua renda familiar) e condições bem amigáveis para o pagamento da dívida, que só começa a ser quitada depois da formatura.

Além de um bom desempenho no Enem, é fundamental ter outra carta na manga: conhecer as notas de corte.

Para ajudar, fizemos o guia a seguir. Aqui você vai saber tudo o que precisa sobre a nota do corte do FIES 2020!

Nota para participar do FIES 2020

Antes mesmo de passar para as notas de corte, vale relembrar que o FIES exige um desempenho mínimo no Enem para quem quer se inscrever no processo seletivo: pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação, em qualquer edição do Enem a partir de 2020.

Além disso, o candidato deve se enquadrar em determinado perfil de renda familiar, de acordo com o tipo de contrato solicitado.

Qual é a nota de corte do FIES 2020

A nota de corte do FIES 2020 leva em conta o desempenho de todos os candidatos que estão concorrendo a uma vaga na mesma faculdade, campus, curso e turno. Ela varia bastante conforme a procura e também ao longo do período de inscrições do processo seletivo.

Por isso, não existe um número mágico, uma única nota de corte para o FIES inteiro. E nem dá para saber qual vai ser a nota de corte final antes de o resultado ser divulgado.

O que a gente pode fazer é trazer aqui dados históricos, baseados em edições recentes do FIES.

Vamos começar com as mais altas?

Medicina, por exemplo, pode exigir mais de 830 pontos em algumas faculdades. Em outras, dá para passar raspando com 720, mas são bem poucas. Uma pontuação entre 750 e 800 aumenta suas chances de passar.

Direito tem nota de corte média por volta de 610 pontos, com máximas de 765 e mínimas de 460.

Essa variação que vemos no curso de Direito se repete em vários outros cursos, principalmente aqueles com grande oferta, como Engenharia Civil, Administração e Psicologia. Até Nutrição, que costuma ter notas de corte bem altas nos vestibulares e no Sisu, no FIES apresenta notas de corte bastante razoáveis, a partir de 450 pontos.

Aliás, se você teve um desempenho no Enem próximo ao mínimo exigido para se inscrever, não desanime! A gente vai ensinar agora como conquistar uma vaga no FIES mesmo sem uma pontuação muito brilhante. Confira!

Como acompanhar as de corte para aumentar a chance de conseguir uma vaga no FIES 2020

A nossa primeira dica tem a ver com o prazo de inscrição: não marque bobeira, faça a sua assim que o sistema for liberado. O motivo: começar logo cedo a acompanhar as notas de corte.

Durante todo o período em que as inscrições estiverem abertas, o FIES divulga as notas de corte parciais. Com isso, você pode comparar a nota de corte com a sua média no Enem e ver se tem chance de entrar.

Relembrando: a nota de corte parcial é a nota do candidato que está em último lugar naquele momento. Conforme mais pessoas forem entrando na disputa, essa nota pode mudar.

Então, se você perceber que a nota de corte está ficando mais alta do que a sua nota no Enem, corra para buscar outra opção. A ideia aqui é buscar um curso dentro da área que você quer, só que com uma nota de corte mais baixa. Vale tentar outro turno, outra unidade da mesma instituição e até outra faculdade. O importante é garantir que você vai ter nota suficiente para se colocar naquela vaga.

E não se preocupe! O FIES permite mudar de opção quantas vezes você quiser, até o último minuto das inscrições. Para fazer a classificação final, o sistema vai considerar a última opção que você salvou.

Alternativas ao FIES 2020

Talvez o FIES não se apresente como a melhor solução para você por algum motivo. Seja porque o curso que você quer está com uma nota de corte muito alta, porque você não cumpre o requisito de renda familiar, ou mesmo porque gostaria de fazer um curso a distância e o FIES só financia curso presencial.

Antes de jogar a toalha, saiba que faculdades particulares de todo o Brasil oferecem condições facilitadas, bolsas, convênios e financiamentos sem burocracia.

O cuidado que você vai precisar ter aqui é buscar uma instituição reconhecida e bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC), para que seu diploma seja aceito no mercado, combinado?

Veja algumas opções a seguir!

Boas faculdades para entrar em 2020

Selecionamos para você algumas faculdades que contam com ótima avaliação do MEC – fundamental para seu investimento valer a pena – e oferecem vantagens como financiamentos, bolsas, convênios e descontos.

Clique e conheça:

Veja também:

Descubra onde é possível usar a nota do Enem 2020

O que achou da nota de corte do FIES 2020? Conte para a gente nos comentários!