Se você participou de todas as seleções possíveis no segundo semestre de 2020 e ainda assim não conseguiu vaga na faculdade, uma boa notícia: tem mais uma chance vindo aí!

As vagas remanescentes do FIES vão distribuir mais alguns financiamentos estudantis pelo Brasil afora.

Afinal, quem não gostaria de fazer um curso superior com juros lá embaixo e só começar a pagar depois da formatura?

Entenda a seguir como funcionam as vagas remanescentes do FIES 2020.2 e garanta seu acesso ao ensino superior ainda esse ano!

As vagas remanescentes do FIES 2020.2

O processo de vagas remanescentes procura ativar as vagas de financiamento que não foram preenchidas durante os processos seletivos regulares em 2020.

Trata-se de uma seleção mais compacta, sem aquela enorme quantidade de financiamentos disponíveis, mas que, ainda assim, oferece uma chance ímpar para quem não conseguiu entrar nas seleções anteriores.

O processo demora um pouco para ir ao ar – normalmente várias semanas após o encerramento da seleção regular.

Com um pouco de paciência de um lado e agilidade do outro, você chega lá.

Veja a seguir maiores detalhes da edição de 2020.2.

Quando abrem inscrições para as vagas remanescentes do FIES 2020.2

Normalmente o processo de vagas remanescentes do FIES do segundo semestre acontece nos primeiros dias de setembro.

Só depois da divulgação do edital do programa, em agosto, é que teremos os dias exatos.

As vagas remanescentes são uma seleção inteiramente nova. Por isso, quem participou das edições anteriores do FIES, mesmo que tenha sido a mais recente, terá de se inscrever novamente.

O programa oferece financiamentos do P-FIES, com juros variáveis, e do FIES, com juro zero. Tudo depende do perfil socioeconômico do candidato inscrito.

O critério para escolha dessa vez é a ordem de chegada, e não o desempenho no Enem. Por isso, não marque bobeira: assim que abrir a seleção, inscreva-se correndo.

Na seleção das vagas remanescentes não tem nota de corte, por isso não interessa quantos pontos o candidato tem, desde que atenda aos requisitos básicos de participação.

Saiba como fazer isso a seguir!

Como se inscrever nas vagas remanescentes do FIES 2020.2

Para se inscrever na seleção por uma vaga remanescente do FIES 2020.2 o candidato precisa:

  • Ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010 e tenha alcançado um desempenho compatível com a pontuação mínima estabelecida no edital.
  • Comprovar renda familiar de até três salários mínimos por pessoa (atenção: na seleção regular é permitido até cinco salários; na remanescente, só três).

As inscrições ocorrem no site oficial do FIES durante o período determinado.

Para quem ainda não está matriculado num curso de nível superior, o período de inscrição fica aberto por uma semana.

Para candidatos já matriculados em alguma faculdade, o prazo se estende por um período bem longo – do início de setembro até o final de novembro.

O prazo é curto – três dias apenas – para quem pensa em tentar vaga em algumas das áreas prioritárias do programa, que inclui saúde, engenharia, ciência da computação, licenciatura, pedagogia normal e superior. Essas vão embora rapidinho, por isso mantenha o máximo de atenção possível.

Quem conseguir o financiamento deve preencher todas as informações requeridas pela plataforma do FiesSeleção, depois validar a documentação junto à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da faculdade e, por fim, abrir o financiamento junto ao banco.

Alternativa às vagas remanescentes do FIES 2020.2

Quem não passar nas vagas remanescentes do FIES do segundo semestre tem ainda a oportunidade de entrar numa faculdade privada por meio do ingresso direto.

A modalidade permite conseguir vaga sem fazer vestibular, apenas com a nota obtida no Enem: é só informar as pontuações no site da faculdade desejada e correr para garantir a matrícula.

Há sempre vagas disponíveis em cursos presenciais e a distância por todo o país, inclusive em instituições mais conceituadas.

Se não for por ingresso direto, o jeito é esperar pelos processos seletivos de 2021, quando começa tudo novamente a partir de janeiro: Sisu, para vagas em universidades públicas; ProUni, para bolsas de estudos e mais FIES para quem quer financiar os estudos.

Uma boa dica, seja para o FIES ou para o ingresso direto, é se assegurar de que a faculdade escolhida é de qualidade assegurada pelo MEC e tem uma boa imagem no mercado de trabalho.

Quer algumas sugestões para começar? A gente tem algumas que trabalham com o FIES ou com o ingresso direto para você escolher.

Confira:

Veja também:

Conheça todos os cursos que aceitam o Fies

Entendeu como funciona a seleção das vagas remanescentes do FIES? Se tiver mais alguma dúvida, compartilhe com a gente nos comentários!