A Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) criou um novo fundo e amplia a sua oferta de bolsas de estudos com o objetivo de atrair

cada vez mais os melhores alunos para seus cursos de graduação.

O Crédito Solidário que consiste em financiar um fundo próprio de R$

10 milhões, ao longo dos próximos quatro anos, destinado exclusivamente

para o financiamento de até 80% do valor das mensalidades para até 200

jovens por ano nas áreas de Administração, Design, Jornalismo,

Publicidade e Propaganda, e  Relações Internacionais em seus campi São

Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

“A Escola está aberta para a sociedade

e acreditamos que não há relação entre os melhores alunos e renda.

Aqueles com mais capacidade e determinação serão os mais promissores.

Estamos certos de que, nos próximos anos este fundo será

auto-sustentável tendo em vista a empregabilidade dos nossos formandos

em seus respectivos mercados”, explica Emmanuel Publio Dias,

Vice-Presidente Corporativo da ESPM.

Para

pleitear uma bolsa no Crédito Solidário é necessário que o candidato

seja aprovado na primeira chamada do exame vestibular e seja aluno

regularmente matriculado. Posteriormente, o seu perfil será analisado

por um comitê responsável pela avaliação de todos os critérios de

seleção.

Atualmente,

além do Crédito Solidário, o candidato que pretende cursar a ESPM pode

contar com outras formas de apoio financeiro como:

- FIES: financiamento estudantil concedido pela Caixa Econômica Federal

- Bolsa social: plano de apoio financeiro para alunos com problemas circunstanciais.

- Seguro educacional Bradesco: oferecido gratuitamente pela ESPM para todos os seus alunos.

-

Bolsas não reembolsáveis de 80% do valor das mensalidades para os

primeiros colocados no vestibular e os dois primeiros colocados oriundos

de escola pública.