O governador José Maranhão esteve ontem na cidade de Araruna, onde

assinou o encaminhamento de proposta ao Conselho Universitário da

Universidade Estadual da Paraíba para a criação do Campus VIII daquela

instituição de ensino na sua terra natal.

O domingo de Maranhão iniciou

com a chegada da comitiva a Araruna, quando se dirigiram para a Igreja

de Nossa Senhora da Conceição, onde foi celebrada uma missa pelo

vogário de Campo de Santana, padre João Batista.

A missa foi

concelebrada por outros padres, inclusive pelo padre Nilson Nunes,

secretário executivo de Desenvolvimento Humano. Maranhão, após assinar

a proposta, entregou o documento a reitora da UEPB, Marlene Alves. A

reitora disse que a meta principal do atual Governo é a interiorização

do ensino superior no Estado.

Ela considerou um dos maiores

investimentos da administração estadual a instalação de novos cursos na

região do Curimataú, beneficiando também estudantes do Brejo. O Campus

VIII vai oferecer cursos de Gastronomia, Segurança Alimentar,

Odontologia e Nutrição.

Os cursos, segundo a reitora Marlene Alves,

entrarão em vigor a partir de 2010, com a realização de vestibular

especial. Serão oferecidas 200 vagas. Em discurso emocionado, com

retrospectiva de sua vida em Araruna, Maranhão disse que sentia um

grande prazer de criar uma unidade de ensino superior na sua terrra e

assinar o documento na igreja onde se batizou.

Maranhão, além da

criação do Campus VIII da UEPB naquela região, anunciou a realização de

várias obras, tais como um ginásio de esportes no Sítio Mata Velha,

reconstrução da carragem de Jandaia, implantação da adutora da barragem

Senador Humberto Lucena e, ainda, a recuperação do campo de futebol da

cidade. "A educação é uma das prioridades do meu Governo e isto vou

cumprir", disse o governador, ao afirmar que até o final do ano

pretende recuperar 29 escolas e construir outras 19 em todo o Estado.

Além do governador José Maranhão e da reitora Marlene Alves, falaram na

solenidade o secretário de Educação, Sales Gaudêncio, o deputado

federal Marcondes Gadelha, a deputada estadual, Olenka Maranhão, a

prefeita Wilma Maranhão e o ex-deputado Benjamim Maranhão.