Na proposta da Universidade Federal de Santa Maria

(UFSM) para a criação de um novo

sistema de avaliação para ingresso na

instituição, já constam as obras

que poderão ser cobradas na prova de

literatura (veja quadro). A lista aumentou em

três obras as leituras

obrigatórias.

Melhores Poemas de Murilo Mendes, Melhores Contos de

Osman Lins e Tambores Silenciosos, de Josué

Guimarães, não serão mais

cobrados pela proposta. No entanto, entraram nas

obrigações O Uraguai, Marília de

Dirceu, Memórias de um Sargento de

Mílicias, O Cortiço, A Rosa do Povo e O

Continente. As demais obras continuam as mesmas

já cobradas antes.

As mudanças são para contemplar os

conteúdos dos três anos do Ensino

Médio, uma vez que a proposta sugere provas

separadas por série, e outra de modalidade

única, semelhante ao vestibular. As

mudanças já devem ser implantadas no

próximo processo seletivo, mas ainda precisam

passar pela análise do Conselho de Ensino,

Pesquisa e Extensão (Cepe).

AS LEITURAS

Veja as sugestões de obras para a prova

de literatura de ingresso na UFSM

Prova 1

- A Poesia de Gregório de Matos Guerra

- O Uraguai – Cantos I, II e III, de

Basílio da Gama

- Marília de Dirceu, de Thomás

Antônio Gonzaga.

Prova 2

- Grandes Poemas do Romantismo Brasileiro (Nova

Fronteira)

- Memórias de um Sargento de

Milícias, de Manuel Antônio de

Almeida

- O Cortiço, de Aluísio de

Azevedo

- Contos de Machado de Assis (L&PM)

Prova 3

- Libertinagem e Estrela da Manhã, de

Manuel Bandeira

- A Rosa do Povo, de Carlos Drummond de Andrade

- Antologia Poética, de Vinícius

de Moraes (Companhia das Letras)

- Primeiras Estórias, de

Guimarães Rosa

- Laços de Família, de Clarice

Lispector

- O Continente (volume 1), de Erico Verissimo

- O Matador, de Patrícia Melo

- Eles Eram Muitos Cavalos, de Luiz Ruffato