A Universidade

de Brasília aprovou mudanças nas provas do vestibular e do PAS. As

novas regras foram discutidas pela Câmara de Ensino de Graduação e

passam a valer para o primeiro vestibular de 2012 e para quem faz a

primeira etapa do PAS no fim do ano.

"O principal foco é aumentar a

exigência do domínio da língua portuguesa, uma reivindicação que vem dos

próprios cursos", explica a decana de Ensino de Graduação, Márcia

Abrahão.

Apenas uma exigência vai passar a valer já

para o próximo vestibular, o segundo de 2011: os candidatos aos cursos

que possuem turnos diurno e noturno (Direito, Administração, Ciências

Contábeis, Ciências Farmacêuticas e Arquitetura) terão uma concorrência

única. Hoje, são duas disputas: uma para o diurno e outra para o

noturno. Agora, os candidatos serão distribuídos entre os turno de

acordo com a ordem de classificação. "Antes, os candidatos antes tinham

que adivinhar qual turno teria nota de corte menor. Isso vem para

corrigir uma injustiça", diz a decana. O edital do segundo vestibular de

2011 será publicado na semana que vem.

É

importante ressaltar que os estudantes de ensino médio que já fizeram a

primeira etapa do PAS não serão afetados. As mudanças que vão valer para

o primeiro vestibular de 2012 e para a primeira etapa do PAS 2011 são

as seguintes:

01. A redação passa ter caráter

classificatório. Ou seja, a nota da redação será ponderada junto com as

outras provas para o cálculo da nota final. No PAS, a redação valerá 10%

do argumento da cada etapa. No vestibular, corresponderá a 10% do

argumento final.

02. O candidato que não atingir

40% da nota máxima na redação será eliminado. No PAS, esse fator será

considerado somente na soma das três etapas. Ou seja, se um aluno zerar a

redação na primeira etapa, ainda pode se recuperar nas etapas

seguintes.

03. Haverá redação em cada uma das etapas do PAS. Hoje, a redação só acontece na terceira etapa.

04. A UnB passa a aceitar recursos para as notas da redação.

05.

O vestibular terá um mínimo de quatro questões discursivas (tipo D)

para cada dia de prova. No PAS, serão no mínimo quatro para cada etapa.

Essa mudança será gradual. No primeiro vestibular de 2012, por exemplo,

devem ser apenas duas questões discursivas para cada dia de prova.

06. Pelo menos metade das questões discursivas vão envolver elaboração de textos em língua portuguesa.

07. Nessas questões, serão corrigidos aspectos microestruturais da escrita, como gramática e ortografia.

08.

Os candidatos devem atingir 20% da nota máxima no conjunto das questões

discursivas, ou será eliminado. No PAS, esse cálculo será feito apenas

no final das três etapas. É importante ressaltar: as questões tipo D têm

caráter classificatório e eliminatório.

09. Os

critérios de eliminação em provas objetivas do PAS serão os mesmos do

vestibular. Antes, o candidato do PAS tinha que atingir pelo menos 20%

da nota mínima. Agora, só precisa acertar mais questões do que errar.

Com isso, o processo seletivo do PAS nas provas objetivas fica menos

rigoroso.

A decana Márcia Abrahão afirma que o

aperfeiçoamento dos processos seletivos da universidade acontece de

forma permanente. "Essas mudanças de agora foram sugeridas por uma

comissão do Decanato de Ensino de Graduação, e agora foram aprovadas em

colegiado", explica. "Com isso, reforçamos nossa intenção de termos

candidatos mais preparados, principalente no domínio da língua

portuguesa, e de aumentarmos a transparência do processo, abrindo chance

de recursos na redação".

O edital da primeira

etapa do PAS 2011 será divulgado em agosto. Já o edital do primeiro

vestibular de 2011 deve sair em setembro, já contemplando essas

mudanças. Quem tiver dúvidas pode se informar na Central de Atendimento

do Cespe, no telefone (61) 3448-0100.