Quem faz o Enem tem duas grandes chances por ano de concorrer a bolsas de estudos pelo ProUni, uma no primeiro e outra no segundo semestre.

Ambas as seleções são bastante concorridas, e muitos dos que se inscrevem acabam ficando de fora.

Mas muita gente não se liga que a cada edição o ProUni oferece várias outras chances de conseguir bolsa de estudos.

Quer descobrir como funciona?

Então saiba tudo sobre as bolsas remanescentes do ProUni!

As vagas gerais do ProUni

Com o ProUni, milhares de pessoas têm a possibilidade de fazer um curso em faculdade particular com bolsa de estudos paga pelo governo federal.

O programa tem duas edições por ano, nas quais oferece bolsas em cursos presenciais e a distância de todas as áreas do conhecimento.

Para participar, é preciso atender a certas exigências:

  • Média igual ou superior a 450 pontos no Enem mais recente.
  • Nota acima de zero na redação.
  • Renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.
  • Ter feito todo o ensino médio em escola da rede pública, ou na particular na condição de bolsista integral.
  • Não ter curso de nível superior.

Na seleção, ganha a bolsa quem tiver as maiores notas no Enem. O processo dura quatro dias e os candidatos podem fazer até duas escolhas entre os cursos disponíveis na plataforma – e podem mudar de opção quantas vezes quiserem.

O programa conta com cursos presenciais e a distância.

O governo procura sempre ocupar todas as vagas disponíveis no ProUni, por isso o programa faz sucessivas chamadas.

Regularmente, funciona assim:

  1. Primeira chamada: listão com nome dos aprovados na seleção principal.
  2. Segunda chamada: nova chance para quem não conseguiu bolsa na primeira chamada.
  3. Lista de espera: sistema que o ProUni disponibiliza para interessados em ocupar vagas que eventualmente ficarem em aberto depois da segunda chamada.

Podem participar dessas três sequências todos os inscritos na seleção regular do ProUni.

Só que muita gente nem desconfia de que existe ainda uma quarta chance de conseguir bolsa de estudos: as chamadas “vagas remanescentes” – as que sobram mesmo depois das duas chamadas e da lista de espera.

Veja como funciona a seguir.

As vagas remanescentes do ProUni

As vagas remanescentes do ProUni são uma chance a mais que o programa oferece de conseguir a tão desejada bolsa de estudos.

Elas abrem inscrições alguns dias depois de encerrado o processo de lista de espera.

É preciso ficar atento às datas, que são anunciadas conforme as vagas vão surgindo.

A seleção para vagas remanescentes é encarada como um novo processo seletivo. Ou seja: quem já estava inscrito na seleção regular e desejar participar terá que se inscrever novamente.

O processo de escolha segue a mesma lógica da seleção tradicional – as maiores notas no Enem levam a bolsa.

Quem conseguir se dar bem nessa etapa precisa ficar atento aos prazos determinados pelas faculdades participantes para efetivação da matrícula.

Quem pode participar das vagas remanescentes do ProUni

As vagas remanescentes do ProUni têm um diferencial importante em relação ao processo regular: os requisitos de participação são bem mais tranquilos.

Para entrar na disputa, o candidato pode ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, desde que apresente pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. Caem também os requisitos de formação em escola pública e os de renda familiar.

Todo o processo acontece pelo site oficial do programa.

Nesta etapa o número de vagas é bem mais limitado que nas chamadas regulares, mas de qualquer forma é uma oportunidade e tanto de conseguir bolsa para fazer um curso superior.

O que fazer se não conseguir uma vaga remanescente do ProUni

Se você não conseguir vaga remanescente do ProUni, poderá ainda participar de outros programas que acontecem logo na sequência e usam a nota do Enem para permitir entrada em cursos superiores:

  • FIES – Uma boa alternativa para quem quer financiar os estudos a juros baixos e ainda ganhar um prazo bem generoso para pagar a dívida. Pode participar quem fez qualquer Enem a partir de 2010, obteve a pontuação de 450 na média das provas e atende aos requisitos de renda familiar.
  • Ingresso direto – para quem quer entrar na faculdade pública sem fazer mais nenhuma prova. O candidato só precisa apresentar a nota obtida em qualquer Enem a partir de 2010 (sem ter zerado a redação) e garantir sua matrícula.

Faculdades onde você pode tentar uma vaga remanescente do ProUni

A oferta de vagas remanescentes do ProUni varia bastante todos os semestres. Só dá para conhecer as faculdades participantes e os cursos disponíveis quando o processo seletivo abre inscrições.

Quanto à qualidade das instituições que estão no ProUni, pode ficar tranquilo: o MEC só permite participação de instituições bem avaliadas.

Abaixo, a gente separou algumas boas faculdades que participam do ProUni, do FIES e do ingresso direto para você escolher. E se quiser escapar da burocracia, saiba que todas elas contam com programas próprios de bolsas, descontos e parcelamentos que são muito mais fáceis de conseguir.

Veja também:

Descubra como fazer a transferência de curso pelo ProUni

Tem planos de participar do ProUni? Conte para a gente nos comentários!