Radiologia é uma profissão em alta no mercado de trabalho. As oportunidades de emprego e os bons salários se espalham por todo o país.

Quem quer entrar nessa área encontra várias opções de cursos à disposição – inclusive a distância.

Os cursos de Radiologia EAD são uma realidade, têm uma dinâmica interessante e podem lhe render uma boa entrada nesse mercado.

Conheça o curso técnico de Radiologia EAD, descubra se a formação tem validade no mercado de trabalho e onde estudar!

O curso técnico de Radiologia EAD

O curso técnico em Radiologia é uma formação de nível médio e tem, em média, dois anos de duração.

Por enquanto, a formação técnica só pode ser feita presencialmente.

Portanto, se você realmente quer fazer o técnico de Radiologia, vai estudar da forma tradicional.

O curso pode ser encontrado facilmente em centros de formação profissionalizante, como o Senac, e em escolas voltadas para formação de profissionais de saúde.

Se você não abre mão de estudar a distância, pode optar por um curso ainda mais interessante: o tecnólogo em Radiologia, que é de nível superior.

Quer saber como funciona? Se liga no tópico a seguir!

O curso superior de Radiologia EAD

O curso superior de Radiologia EAD é de nível superior e pode ser feito a distância.

Com apenas um ano a mais de estudos em relação ao técnico (são três anos, no total), o tecnólogo tem um campo de atuação muito maior.

O profissional deixa a faculdade com domínio sobre as principais técnicas de aquisição de imagens radiológicas, radioterapia, medicina nuclear, radiologia industrial, ressonância magnética e diagnóstico por imagem.

Como diferencial, desenvolve a habilidade de supervisionar equipes técnicas, gerir programas, fazer controle de qualidade de procedimentos e serviços.

Para técnicos e tecnólogos há oportunidades de trabalho em hospitais, clínicas de diagnóstico por imagem, laboratórios, indústrias, portos e aeroportos.

Se você está curioso para saber como um curso tão técnico pode ser feito a distância, a gente explica logo a seguir!

Como é o curso tecnólogo de Radiologia EAD

Tanto o técnico como o tecnólogo em Radiologia têm um perfil bastante prático – e isso não se perde no curso a distância.

Nele, os estudantes acompanham remotamente apenas a parte teórica.

A parte prática acontece nos polos de apoio das faculdades. Eles são equipados com bibliotecas e laboratórios essenciais para o desenvolvimento do curso, como:

• Laboratório de processamento e análise de imagens

• Laboratório de radiologia

• Laboratório de anatomia e fisiologia

• Laboratório de dosimetria e radioproteção

• Laboratório de física

• Laboratório de imaginologia

• Laboratório de informática

O curso, portanto, tem uma carga considerável de encontros presenciais ao longo do semestre. A agenda varia de faculdade para faculdade – mas é sempre bom estar preparado para se deslocar com certa frequência.

A parte teórica pode ser feita pelo computador, de casa ou de qualquer local que tenha conexão à internet. Por meio de um ambiente virtual de aprendizagem, o aluno tem acesso a conteúdos multimídia, como aulas em vídeo, livros digitais, apresentações, tutoriais, etc.

Quem quiser se dar bem no curso deve saber que é importante ter disciplina e comprometimento para acessar os conteúdos e cumprir todas as atividades solicitadas. Professores e tutores auxiliam os estudantes durante todo o processo.

O curso superior de Radiologia EAD oferece um diploma válido no mercado de trabalho, desde que seja feito em uma faculdade reconhecida pelo MEC.

Dessa forma, o profissional formado a distância pode normalmente disputar vaga de emprego em Radiologia, fazer pós-graduações e participar de concursos públicos de nível superior.

O que é melhor: Técnico ou Tecnólogo de Radiologia?

Tudo depende daquilo que você busca.

O curso técnico permite entrada no mercado de trabalho mais rapidamente, mas tem certas limitações – especialmente para quem quer crescer na carreira.

Já o de tecnólogo, que é de nível superior, oferece maior possibilidade aos profissionais de se aprofundarem nos estudos e conquistarem cargos mais elevados – na gestão de pessoas, por exemplo.

A diferença do tempo de formação é pequena – apenas um ano a mais no tecnólogo – e o investimento é praticamente o mesmo.

Sem falar que é possível conseguir bolsas com mais facilidade para os cursos superiores – o que a gente explica a seguir.

Como conseguir bolsas para estudar Radiologia EAD

Existem algumas maneiras de conseguir bolsas integrais ou parciais para fazer o tecnólogo de Radiologia EAD com mais tranquilidade.

As mais simples de conseguir são as parciais.

Elas são facilmente encontradas nas próprias faculdades ou em sites parceiros. Com elas, o desconto pode chegar a 75% do valor da mensalidade.

Tem bolsa para quem tira uma boa nota no vestibular, para quem trabalha em empresas conveniadas, para quem paga em dia e muito mais.

Para ganhar a sua, informe-se sobre as facilidades e parcerias oferecidas pela faculdade escolhida.

A outra maneira é pelo ProUni. Aqui é um pouco mais complicado, mas o esforço pode se converter em uma bolsa integral tanto em cursos EAD quanto nos presenciais. Para participar o candidato precisa ter feito o Enem mais recente, atender aos critérios de renda, formação escolar e desempenho exigidos pelo MEC, além de encarar um processo seletivo bastante concorrido. As inscrições abrem duas vezes ao ano.

Onde estudar o curso tecnólogo de Radiologia EAD

É muito provável que o curso de Radiologia EAD se popularize bastante nos próximos anos.

Mas, por enquanto, apenas oito faculdades receberam o aval do MEC para oferecer o tecnólogo nesta modalidade. Duas delas já estão com a oferta em aberto: o Centro Universitário Filadélfia (UNIFIL) e a Universidade Nove de Julho (UNINOVE). As demais devem abrir turmas em breve – fique ligado!

Essas duas faculdades ainda não têm polos por todo o Brasil, portanto a zona de atuação do curso, por enquanto, é pequena.

Para os demais que querem fazer Radiologia, resta optar por estudar de forma tradicional, presencialmente.

A vantagem é que, nesse caso, ele encontra 120 opções para escolher, incluindo algumas instituições bem conhecidas no Brasil, como:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

Cruzeiro do Sul Educacional (presencial)

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS)

Veja também:

Descubra quanto custa o curso de Radiologia

Para você, qual é o mais interessante: técnico ou superior em Radiologia? Conte para a gente!