Design Gráfico é uma profissão muito valorizada no mercado de trabalho, e que oferece um campo de atuação bastante diversificado.

Só para você ter ideia: o designer gráfico pode trabalhar com produtos editoriais (livros, revistas, jornais), web (sites e interface de sistemas), aplicativos, produção publicitária (anúncios, pôsteres), televisão e cinema (vinhetas), corporativo (logo, identidade visual de empresas) e muito mais.

É um curso altamente indicado para mentes criativas, que estão sempre ligadas nas tendências do mundo!

Quem quer fazer parte desse universo pode estudar Design a distância, em poucos anos.

Quer saber como? Descubra tudo sobre o curso de Design Gráfico EAD, o que se estuda, as faculdades que oferecem essa graduação e a validade do diploma no mercado!

O curso de Design Gráfico EAD

Hoje já temos formações específicas de Design Gráfico – bem diferente de algumas décadas atrás, em que era preciso recorrer a cursos como Design Industrial, Publicidade ou Arquitetura para entrar na área.

A graduação, de nível superior, é curta e certeira: em apenas dois anos forma profissionais prontos para entrar com tudo no concorrido mercado de design.

Mas você consegue imaginar como se estuda Design Gráfico a distância?

Na verdade, é bastante simples:

O aluno pode fazer quase toda a faculdade por meio de um computador conectado à internet. Ao se matricular na instituição escolhida, ele ganha acesso a um ambiente virtual de aprendizagem. Nesse espaço, encontra todo tipo de material didático necessário para cada disciplina: livros digitais, tutoriais, links de referência, apostilas, aulas em vídeo, apresentações, animações, etc.

O processo é inteiramente acompanhado por professores especialistas, que estão sempre de prontidão para orientar os alunos, tirar dúvidas e dar retorno sobre as atividades solicitadas aos alunos.

Ainda assim, o curso não abre mão dos encontros presenciais. Nesses momentos, os alunos farão atividades de laboratório, apresentação de trabalhos, provas finais ou dinâmicas com outros participantes. A frequência pode ser maior ou menor ao longo do semestre letivo, dependendo da faculdade escolhida.

Por isso é importante ter esse detalhe em mente na hora de escolher uma faculdade: ela precisa dispor de uma unidade ou polo de apoio perto de sua casa ou do seu trabalho.

Design Gráfico EAD exige bastante comprometimento por parte do aluno, especialmente na realização das atividades práticas — afinal, é um curso que desenvolve inúmeras habilidades!

O diploma de Design Gráfico EAD tem validade no mercado de trabalho. Portanto, com ele dá para tentar vagas que exijam nível superior, prosseguir com os estudos em cursos de pós-graduação ou mesmo tentar entrar em concurso público. Para isso basta que a faculdade escolhida seja formalmente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

O que se estuda no curso de Design Gráfico EAD

Design Gráfico é um curso que equilibra bastante a carga teórica e a prática.

Você vai perceber na grade curricular abaixo, retirada do curso oferecido pela Cruzeiro do Sul Virtual (a distância), que ela tem muitas disciplinas como Semiótica e Narrativas Gráficas e outras como Tratamento de Imagens e Ergonomia.

• Expressão Gráfica

• Expressão Plástica

• Ergonomia e Percepção Visual

• Design Tipográfico

• Ilustração por Computador

• Fotografia

• Teoria da Comunicação e Semiótica

• Tratamento de Imagens Gráfica e Digital

• Motion Design

• Recursos Audiovisuais

• Projetos Gráficos para Mídias Digitais

• Design Contemporâneo

• Projetos Gráficos para Mídias Impressas

• Teoria e História da Arte e do Design

• Fundamentos da Linguagem Visual

• Gestão de Marketing em Design

• Desenho Técnico Aplicado

Quanto custa estudar Design Gráfico

Não bastasse ser um curso rápido e com grande impacto no mercado de trabalho, Design Gráfico EAD ainda custa pouco.

Em nossas pesquisas, encontramos um valor médio de R$ 430.

Mas dá para encontrar outros muito mais em conta. Na Universidade Cidade de São Paulo (UNICID), por exemplo, o curso sai por R$ 295.

E ainda dá para ir atrás de bolsas de estudos que ajudam a diminuir ainda mais esses valores.

Com bolsas de estudos das próprias faculdades e de programas parceiros, o desconto pode chegar a 75% desse valor. Assim, a mensalidade pode cair para cerca de R$ 170 – e muitas vezes você pode conseguir o benefício com uma simples pesquisa na internet.

Para quem fez o Enem mais recente e se deu bem nas provas, tem ainda o ProUni, programa do governo federal que concede bolsas parciais integrais em faculdades privadas bem avaliadas. Para participar, além da boa nota no Enem é preciso também se encaixar em certos critérios socioeconômicos determinados pelo MEC. A seleção leva em conta a nota mais alta nas provas e ocorre duas vezes ao ano.

Onde estudar Design Gráfico EAD

Atualmente, curso de Design Gráfico está disponível em cerca de 10 faculdades a distância.

Parece pouco, mas algumas delas oferecem polos de apoio presencial em praticamente todo o país. Entre as melhores, selecionamos:

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

Universidade de Franca (UNIFRAN)

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

Veja também:

Quanto ganha um Designer?

Que tal o curso de Design Gráfico EAD? É o ideal pra você? Conte para a gente nos comentários!