Cursos a Distância

O Ministério da Educação (MEC) constatou, por meio de pesquisas, que um em cada cinco alunos preferem realizar um curso a distância. Esses cursos são da modalidade de Ensino a Distância, também conhecidos como EAD, e são realizados pela internet.

Saiba mais sobre o EAD: O que é EAD?

No Brasil, esse tipo de ensino vem se expandindo e conquistando cada vez mais adeptos. Por conta disso, o Governo Federal sentiu a necessidade de integrar programas de auxílio financeiro aos cursos a distância. Sendo assim, muitos alunos podem realizar uma graduação a distância utilizando bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni), por exemplo. 

ProUni

O ProUni é um programa de bolsas do Governo Federal que auxilia os estudantes que possuem baixa renda e que possuíram um bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). O candidato deve ter obtido média superior a 400 pontos nas 5 áreas de conhecimento do exame (Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação). Os candidatos que obtiverem nota zero na Redação serão desclassificados.

Para receber bolsas integrais, a renda familiar do candidato deve ser de até um salario mínimo e meio por pessoa. As bolsas parciais, correspondentes a 50% do valor da mensalidade, poderão ser recebidas por aqueles alunos que obtiverem renda per capita de até três salários mínimos e meio.

O MEC informou que cerca de 90% das bolsas oferecidas para a modalidade EAD não são ocupadas. Muitas vezes isso ocorre porque os estudantes estão desinformados quanto a isso.

Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ainda não beneficia os alunos dos cursos a distância.

Para quem não sabe, o Fies é um programa do Governo Federal que financia as mensalidades dos cursos de graduação particulares e permite que o estudante somente quite a dívida depois que estiver formado.

Negociação com a Instituição

Muitos alunos preferem entrar em contato direto com a instituição e se informar a respeito dos descontos e benefícios que a faculdade oferece. Boa parte das instituições possuem programas desse tipo e auxiliam os alunos que desejam concluir os estudos, mas não possuem condições financeiras para tal.

Um dos financiamentos mais utilizados pelas instituições privadas são aqueles em que o aluno paga somente 50% da mensalidade no mês da dívida, prolongando o prazo de pagamento, que poderia ser de 4 anos, para 8 anos. Ou seja, o aluno paga somente metade das mensalidades durante o período do curso, quitando o restante da dívida após a conclusão do curso.

Esse tipo de financiamento, apesar de ser muito utilizado, não possui ligação com o Governo. Além disso, o aluno deve ficar atento aos valores das taxas de juros.

Há um tipo de desconto presente em muitas universidades. É o desconto por pontualidade! Nesse caso, quando o aluno quita a sua mensalidade em um prazo determinado pela instituição, ele será considerado pontual e receberá um desconto por isso.

Algumas também oferecem descontos quando membros da mesma família, como pais ou irmãos, frequentam a mesma instituição. Ou quando o aluno indica determinado número de pessoas para os cursos daquela faculdade.

Como descobrir se aquela instituição oferece bolsas ou financiamentos?

A primeira coisa a se fazer é entrar em contato com a instituição, seja pela internet ou por telefone. A maior parte das instituições possuem um site com todas as informações que o aluno precisa saber e as que utilizam algum programa do Governo costumam deixar isso bem claro para o candidato.

Grande parte das instituições de ensino superior se mostram abertas a negociações, basta que o aluno seja sincero e mostre um interesse real nos cursos de graduação oferecidos pela faculdade.

Atualmente, a necessidade de profissionais capacitados no mercado de trabalho tem feito com que as instituições e o governo procurem formas de facilitar o ingresso e a permanência nos cursos de graduação.

//

Click here