Se você se interessa pela área da saúde e quer garantir uma boa empregabilidade em um mercado de trabalho amplo e com novas perspectivas, o curso superior de Farmácia pode ser uma excelente opção!

Nos últimos anos, a obrigatoriedade de ter um farmacêutico em todo estabelecimento do ramo, ajudou a impulsionar a contratação de novos profissionais e, consequentemente, impulsionou a procura por novos cursos.

Atualmente, existem no Brasil cerca de 400 instituições de ensino superior autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC) a oferecem o curso de Farmácia. Juntas, elas formam cerca de 18 mil novos farmacêuticos por ano, segundo dados do Conselho Federal de Farmácia (CFF).

E mesmo com a grande concorrência, tem trabalho para todo mundo! Isto porque o farmacêutico pode atuar em mais de 70 tipos de atividades, em diversas empresas: laboratórios, farmácias, indústrias de medicamentos, hospitais, universidades, dentre outras.


Agora, se você se está pensando em fazer a graduação na modalidade EAD, temos uma notícia para você: no momento não existem cursos de Farmácia a distância autorizados pelo MEC no Brasil.

Mas não fique desapontado! Neste artigo vamos mostrar para você como é possível estudar Farmácia na modalidade presencial, em excelentes universidades reconhecidas pelo MEC. Fique ligado e conheça mais detalhes sobre o curso e a carreira!

Por que não existe curso de Farmácia a distância?

Diante das inúmeras vantagens do ensino a distância, o MEC tem procurado ampliar a oferta de cursos nessa modalidade, principalmente na área da saúde. No entanto, essa abertura tem sido alvo de muitas críticas, visto que o curso presencial conta com aulas práticas e o curso a distância realiza estas atividades com menos frequência.

O Conselho Federal de Farmácia (CFF) se posiciona totalmente contrário à formação do farmacêutico 100% a distância. Para a entidade, a graduação direcionada a profissionais de saúde requer conhecimentos, habilidades e atitudes que devem ser trabalhados de forma prática e interdisciplinar.

Para o Conselho, aprender com situações reais, e não virtuais, é essencial para uma formação humanística. A exposição a essas situações auxilia na capacitação do profissional para realizar procedimentos e tomar decisões assertivas em casos concretos.

O que você vai estudar no curso de Farmácia

O curso superior de Farmácia possui princípios, fundamentos, condições e procedimentos que são definidos pelas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) do Ministério da Educação (MEC).

Com duração de aproximadamente 4 anos, variando de acordo com a instituição de ensino, a formação do farmacêutico deve ser pautada por princípios éticos e científicos.

Ações de prevenção de doenças, proteção e recuperação de saúde bem como trabalho de pesquisa e desenvolvimento de serviços e produtos, são alguns temas que devem ser tratados durante a graduação.

Conheça a seguir as disciplinas do curso presencial de Farmácia da Universidade Cidade de São Paulo:

  • Físico-química

  • Química Geral e Inorgânica

  • Química Orgânica

  • Anatomia Humana

  • Biologia Celular e Tecidual

  • Diversidade Étnico-Cultural

  • Língua Brasileira de Sinais

  • Bioquímica

  • Química Analítica

  • Microbiologia Geral e Clínica

  • Bromatologia

  • Fisiologia Humana 

  • Metodologia de Pesquisa

  • Patologia Aplicada à Farmácia

  • Análise Instrumental

  • Imunologia Geral e Clínica

  • Parasitologia Geral e Clínica

  • Tecnologia de alimentos

  • Assistência Farmacêutica

  • Ética

  • Bioética e Legislação Farmacêutica

  • Bioestatística

  • Controle de Qualidade de Produtos Farmacêuticos

  • Farmacognosia

  • Farmacologia

  • Química Farmacêutica

  • Farmacotécnica I

  • Saúde Pública e Farmacoepidemiologia 

  • Bioquímica clínica

  • Farmacologia Aplicada à Farmácia

  • Farmacotécnica II

  • Fitoterapia

  • Gestão em Saúde

  • Gestão Estratégica de Negócios

  • Empreendedorismo

  • Cosmetologia e Saúde Estética Aplicadas à Farmácia

  • Hematologia e Citologia Clínica

  • Homeopatia

  • Toxicologia 

  • Projeto de Pesquisa

  • Farmácia Hospitalar

  • Farmácia Clínica e Atenção Farmacêutica

  • Farmacobiotecnologia

  • Tecnologia e Operações Farmacêuticas 

  • Psicologia em saúde

  • Gestão Ambiental e Responsabilidade Social

  • Biossegurança e Primeiros Socorros

  • Cálculos Farmacêuticos

  • Atualidades em Ciências Farmacêuticas

  • Língua Portuguesa

*** Se você optar por estudar em outra universidade, o nome de algumas disciplinas pode aparecer de forma diferente na grade curricular.

Estágio e Trabalho de Conclusão do Curso (TCC)

Para conseguir o certificado de conclusão do curso de Farmácia, o aluno precisará desenvolver o estágio supervisionado e um TCC (Trabalho de Conclusão do Curso), que pode abordar os diversos temas e áreas pertinentes à profissão.

O estágio deve ser realizado para o estudante testar os conhecimentos adquiridos no curso, agora em contato direto com pacientes reais. Durante o estágio, os procedimentos são realizados sob a orientação de professores qualificados e experientes.

Veja a seguir alguns locais que o estagiário de Farmácia pode atuar:

  • Fábricas de medicamentos e cosméticos

  • Laboratórios de análises clínicas

  • Farmácias privadas

  • Vigilância sanitária

A carga horária de estágio obrigatório deve ser de, no mínimo, 20% da carga horária do curso, como está descrito nas diretrizes do CNE/CES de 2002. O estágio deve apresentar uma programação definida, determinada de acordo com o conteúdo didático apresentado pela instituição.

Registro profissional e mercado de trabalho

Para exercer a profissão após o término da graduação em Farmácia, o estudante precisará obter a Carteira Profissional expedida pelo Conselho Regional de Farmácia, conforme o art.13º da Lei 3.820/60.

Os alunos formados em Farmácia que não possuírem o registro e estiverem atuando, estarão exercendo ilegalmente a profissão e poderão sofrer consequências legais. Para conseguir o registro, o graduado deve procurar o Conselho Regional do estado em que irá atuar, apresentando os documentos exigidos.

Os estudantes de Farmácia que acabam de se formar, encontram um mercado de trabalho em expansão e com alta empregabilidade. Segundo os dados da Anvisa, divulgados em 2016, o Brasil possui cerca de 97 mil farmácias e drogarias, representando o quarto maior mercado do mundo.

Mas essa não é a única área que emprega farmacêuticos. Veja a seguir outros setores em que o profissional pode atuar:

  • Acupuntura

  • Administração de laboratório clínico

  • Assistência domiciliar em equipes multidisciplinares

  • Atendimento pré-hospitalar de urgência e emergência

  • Auditoria farmacêutica

  • Bacteriologia clínica

  • Banco de leite humano

  • Banco de sangue

  • Banco de órgãos

  • Biologia molecular

  • Bioquímica clínica

  • Genética humana

  • Gerenciamento de resíduos dos serviços de saúde

  • Hematologia clínica

  • Hemoterapia

  • Histopatologia

  • Histoquímica

  • Imunocitoquímica

  • Micologia clínica

  • Microbiologia clínica

  • Nutrição parenteral

  • Parasitologia clínica

Universidades que oferecem o curso de Farmácia

Para te ajudar a investir tempo e dinheiro em um curso de Farmácia reconhecido e regulamentado pelo MEC, preparamos uma lista com as principais universidades que oferecem a graduação e possuem excelentes notas junto ao Ministério. Confira:

Nessas instituições é possível conseguir uma bolsa estudantil, buscar um financiamento sem nenhuma burocracia ou ainda conquistar um desconto na mensalidade por desempenho no vestibular.

<span style="font-size:12pt;font-family:Arial;color:#000000;background-color:transparent;font-weight:400;font-style:normal;font-variant:normal;text-decoration:none;vert