O crescimento do Ensino a Distância no Brasil

O ensino a distância (EAD) é uma modalidade de ensino que consiste na ideia de que a aprendizagem pode acontecer mesmo sem professor e aluno estarem em um mesmo ambiente físico, sem a necessidade de uma sala de aula convencional. Dessa forma, as aulas e atividades são desenvolvidas de diferentes formas, principalmente utilizando a internet.

Nos últimos anos esse modelo de ensino cresceu consideravelmente, não só no Brasil, mas em todo o mundo. Diversas tecnologias foram criadas e melhoradas a fim de propiciar um ambiente completo para alunos e professores, além do crescente incentivo por parte do governo.

Esse método de ensino possibilita uma série de benefícios a quem deseja estudar e aumentar seu conhecimento, como, principalmente, a flexibilidade de horários. Através do EAD é possível, inclusive, fazer cursos técnicos, de graduação, ou até mesmo uma pós-graduação, sendo esses reconhecidos da mesma forma que os cursos presenciais.

Por isso, essa é uma ótima alternativa para quem já está inserido no mercado de trabalho e deseja melhorar sua qualificação, mas possui pouco tempo livre para os estudos. Afinal, eles podem ser realizados a qualquer momento e praticamente de qualquer lugar, sendo necessário apenas um dispositivo eletrônico com acesso à internet.

Abaixo demonstraremos com números do último Censo divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) como está acontecendo o crescimento do EAD no Brasil. Confira!

Crescimento

Segundo dados do Censo da Educação Superior de 2012, último censo divulgado pelo MEC, o número de matrículas no ensino a distância entre 2011 e 2012 cresceram 12,2%, enquanto as matrículas em cursos presenciais cresceram apenas 3,1%. Dessa forma, as matrículas em cursos a distância já somam mais de 15% na graduação.

Dessas matrículas, 83,7% foram em instituições privadas de ensino superior, enquanto 16,3% foram para cursos da rede pública de ensino superior.

Modalidade dos cursos a distância

Dentre as opções de cursos superiores disponíveis, 32,3% dessas matrículas foram em cursos na modalidade de bacharelado, 40,4% destinadas aos cursos de licenciatura e 27,3 se matricularam em cursos tecnológicos a distância.

Instituições credenciadas

Ainda, segundo dados MEC, até o ano de 2009 mais de 145 instituições estavam devidamente credenciadas para a oferta de cursos superiores de graduação na modalidade EAD.

E você, já pensou em fazer um curso de graduação a distância? Conte para gente nos comentários abaixo!