Veja o que é o Enem

Em 1998, foi criado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para verificar qual era a situação deste nível educacional. De 2004 em diante, o Enem tornou-se um meio para entrar no ensino superior. Após 2010, substituiu o vestibular de muitas faculdades.

Onde fazer a inscrição do Enem

Somente pelo site do Enem você pode fazer a inscrição para a prova.

Confira quem pode fazer a inscrição

Você pode se inscrever se estiver fazendo ou tiver terminado o ensino médio. Se ainda não estiver no 3º ano do médio, a inscrição só é possível como “treineiro”: não pode usar o Enem para ingresso em faculdade, nem em programa público de auxílio, como Sisu, ProUni e FIES.

Saiba como fazer a inscrição do Enem

Preparamos para você um passo a passo. Entre no site do Enem e encontrará os campos:

Dados pessoais: você informa seu CPF e data de nascimento. Continue digitando onde são pedidos dados como número da identidade e endereço.

Senha: você cria sua senha de 6 caracteres, no mínimo, e 10 no máximo. Guarde-a para obter informação que precise, como verificar resultado das provas ou acompanhar processos de seleção.

Atendimento especial: você informa se precisa de atendimento especializado, por ser portador de alguma das deficiências enumeradas no edital, a qual deve ser comprovada. Há também candidatos que só podem fazer as provas em outros lugares, como os detentos ou hospitalizados.

Língua estrangeira: escolha Enem inglês ou Enem espanhol para fazer a prova correspondente. Indique também a cidade para realização da prova.

Ensino médio: informe em qual das situações você se encaixa (3º ano?).

Formulário socioeconômico: responda às questões sobre renda e família.

Finalizar inscrição: imprima o boleto e preste atenção à data para pagar a taxa. Se ela não for paga até tal data, sua inscrição estará cancelada.

Quanto custa fazer a inscrição

A organização do Enem publica no Diário Oficial da União, todo ano, um edital com as informações sobre as provas e nele haverá o valor da taxa de inscrição. Em 2019 foi R$ 85. 

Quem pode ter isenção

O edital prevê casos de isenção, em que o candidato não tem de pagar para se inscrever. Para ter a isenção, é preciso solicitá-la, pelo site, antes do prazo de inscrição, e comprovar uma das situações seguintes:

  • Estar no 3º ano do ensino médio, em escola pública.
  • Ter feito o médio em escola pública ou com bolsa integral em escola privada.
  • A renda da família deve ser de até um salário mínimo por pessoa.
  • Estar em situação econômica difícil e a família deve estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, o CadÚnico, e por isso possuir o Número de Identificação Social (NIS) e renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Quando começam as inscrições e quando é a prova

As datas também estão no edital, por isso preste bastante atenção em quando o deste ano sairá. As provas são realizadas em dois domingos, geralmente em novembro. 

O que fazer com a nota do Enem

Sua nota no Enem lhe dá meios de realizar seu projeto de fazer faculdade. Cada um dos quatro grandes programas que facilitam o ingresso na graduação acontece duas vezes por ano, período este em que você tem oito oportunidades para conseguir entrar. 

O Sisu serve para obter vaga presencial em qualquer área, em universidade pública. São milhares de candidatos beneficiados, bastando ter participado do Enem do ano anterior, com nota maior que zero na redação. Quanto maior for sua nota no Enem, melhores suas chances.

O ProUni dá bolsa de estudos em faculdade privada, para cursos presenciais e a distância. É preciso ter feito o Enem do ano anterior com nota maior que zero na redação e média de, no mínimo, 450 nas provas, além de ter cursado o ensino médio em escola pública e apresentar renda bruta mensal familiar de até 3 salários mínimos por pessoa.   

O FIES financia seu curso em longo prazo e com juros baixos. Enem de qualquer ano a partir de 2010, média de pelo menos 450 nas provas e nota maior que zero na redação, bem como renda bruta mensal familiar de até 5 salários mínimos, são as condições. Para o FIES, a qualidade da instituição deve ser garantida pelo MEC.   

O Ingresso Direto possibilita que você, somente usando sua nota do Enem, entre em faculdades privadas (menos na de Medicina), para cursos presenciais e a distância. Você informa sua pontuação de cada prova e, de acordo com isso, terá no ato a sua vaga, bastando levar os documentos necessários e fazer sua matrícula.

Selecionamos faculdades e universidades que têm o reconhecimento e a garantia do MEC. Você usará sua nota do Enem para se habilitar ao ProUni, FIES e ingresso direto, turbinando sua carreira de nível superior. Você poderá ter, também, descontos, financiamentos próprios destas instituições e bolsas que podem chegar a 100%. 

Veja também:

Os 5 melhores cursos pra quem quer trabalhar no mercado financeiro

Saiba quais cursos fazer para quem gosta de redes sociais

Qual forma de entrar na faculdade parece melhor para você?

Conte para nós nos comentários.