Não sabe como usar a nota do Enem 2019 para entrar para a faculdade? Detalhamos como utilizar o seu resultado para conseguir uma vaga via Sisu, ProUni, Fies e ingresso direto em faculdades públicas e privadas. Confira!

Sisu 2020: como usar a nota do Enem 2019 para entrar para a faculdade

Você planeja estudar numa universidade pública em 2020? Então pode usar a nota do Enem 2019 para se inscrever gratuitamente no Sisu — Sistema de Seleção Unificada.

Quem fez o Enem 2019 e tirou nota maior que zero na Redação pode participar das edições do Sisu 2020. A única restrição é para os participantes treineiros do Enem: esses inscritos não podem concorrer a uma vaga via Sisu.

Gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), o processo seletivo do Sisu ocorre duas vezes por ano:

  • Sisu do primeiro semestre: entre janeiro e março
  • Sisu do segundo semestre: entre junho e agosto

Na primeira edição do Sisu (1o semestre), a oferta é de cerca de 235 mil vagas em bacharelados, licenciaturas e cursos tecnológicos para as seguintes instituições de ensino: 

  • universidades públicas municipais, estaduais e federais
  • institutos federais de educação, ciência e tecnologia
  • centros federais de educação tecnológica

Já na segunda edição (2o semestre), a quantidade de vagas é menor: cerca de 55 mil oportunidades em cursos de nível superior presencial.

Acesse o site oficial do Sisu (sisu.mec.gov.br) para acompanhar o cronograma deste processo seletivo e não perder nenhum prazo. Você vai precisar do número de inscrição e da sua senha do Enem 2019 para se inscrever no Sisu.

Fique ligado: nem toda faculdade pública adota o Sisu como única forma de ingresso. Algumas instituições disponibilizam uma pequena porcentagem de vagas via Sisu, enquanto outras não participam dessa seleção.

Por isso, faça a consulta no sistema do Sisu. Na semana anterior às inscrições, o MEC permite verificar quantas vagas as faculdades participantes disponibilizam para cada curso.

ProUni 2020: como usar a nota do Enem 2019 para entrar para a faculdade

Já pensou em estudar em uma faculdade privada gratuitamente ou pagando somente a metade da mensalidade? Isso é possível usando a nota do Enem 2019 para se inscrever no ProUni.

O Programa Universidade para Todos (ProUni) concede uma bolsa de estudo integral (100%) ou parcial (50%) aos inscritos aprovados no processo seletivo.

Com a nota do Enem 2019, é possível participar das duas edições do ProUni 2020 (1o e 2o semestre). Para isso, é preciso garantir pelo menos 450 pontos na média das provas objetivas do Enem e nota maior que zero na Redação.

Mas não é qualquer pessoa que pode participar do ProUni. Esse programa é exclusivo para brasileiros que não possuem diploma de nível superior e tenham renda familiar bruta mensal de até 3 salários mínimos por pessoa.

Além disso, há restrições em relação à vida escolar. Para concorrer a uma bolsa do ProUni, o candidato também deve atender a um dos critérios abaixo:

  • ter feito o ensino médio completo em escola pública.
  • ter cursado o ensino médio completo em escola privada como bolsista integral
  • ter feito parte do o ensino médio em escola pública e parte em escola privada como bolsista integral
  • ser pessoa com deficiência
  • ser professor da rede pública de ensino em pleno exercício da profissão, integrando a equipe permanente da escola pública onde trabalha. Nesse caso, a bolsa é restrita para cursos de licenciatura e não há limite de renda familiar bruta. 

Acesse o site oficial do ProUni (siteprouni.mec.gov.br) para acompanhar o cronograma, se inscrever no prazo e verificar a documentação necessária para conseguir uma bolsa.

Fies: como usar a nota do Enem 2019 para entrar para a faculdade

Uma outra possibilidade é usar a nota do Enem 2019 para concorrer a um financiamento via Fies — Fundo de Financiamento Estudantil. 

Esse programa do governo federal permite financiar os custos de uma graduação presencial a juros zero ou juros baixíssimos e com longo prazo para pagamento, segundo a renda familiar e o perfil do candidato aprovado no processo seletivo.

Com a nota do Enem 2019, é possível participar das edições do Fies 2020 (1o e 2o semestre). Para isso, basta atender os seguintes critérios:

  • ter obtido, no mínimo, 450 pontos na média das provas objetivas do Enem 2019
  • ter obtido nota superior a zero na prova de redação do Enem 2019
  • ter renda familiar bruta mensal de até 5 salários mínimos por pessoa 

Consulte o site oficial do Fies (fies.mec.gov.br) para conferir todos os detalhes, verificar a documentação necessária e ficar por dentro do cronograma para não perder o prazo de inscrição.

Ingresso direto: como usar a nota do Enem 2019 para entrar para a faculdade

Por fim, há o ingresso direto em faculdades privadas. Com o seu Boletim de Desempenho Individual em mãos, use a nota do Enem 2019 para entrar em uma graduação presencial ou EAD sem fazer novas provas. 

Escolhendo essa forma de ingresso, é possível obter também desconto de até 100% na mensalidade durante todo o curso. 

Faculdades como a Cruzeiro do Sul Virtual (a distância), por exemplo, concedem bolsa de estudo conforme a nota do Enem. Confira o desconto:

  • Bolsa de 10%: de 450 até 549 pontos
  • Bolsa de 20%: de 550 até 599 pontos
  • Bolsa de 30%: de 600 até 699 pontos
  • Bolsa de 50%: de 700 até 899 pontos
  • Bolsa de 100%: acima de 900 pontos

Esses percentuais de bolsa variam de faculdade para faculdade. Algumas instituições concedem descontos na mensalidade a partir de 300 pontos na média do Enem. 

Interessado? Veja outras faculdades reconhecidas pelo MEC que aceitam a nota do Enem como ingresso direto, concedem bolsas de até 100% e permitem financiar a graduação sem burocracia:

Veja também:

Descubra por quanto tempo vale o Enem

Descubra quais são os cursos com menor nota de corte

Agora que você já sabe como usar a nota do Enem 2019 para entrar numa faculdade, conte para a gente qual curso deseja fazer. Deixe seu comentário!