Seguir o cronograma do Enem é essencial para que nada possa dar errado em sua caminhada até a faculdade!

Todos temos que obedecer a algumas regras e prazos em nossa vida, assim, a responsabilidade de acompanhar as datas faz parte do processo de crescimento e amadurecimento do ser humano.

De que adianta estudar tanto e perder a chance de conquistar uma vaga por bobeira? Não queremos que isso aconteça, então, não vá se esquecer de nenhuma informação no Enem 2020!

Confira em detalhes o cronograma do exame mais importante da educação brasileira que preparamos para você.

Quando sai o cronograma do Enem 2020?

O cronograma do Enem é divulgado no edital, primeiro documento oficial que o Inep, em conjunto com o Ministério da Educação, disponibiliza, e onde estão descritas as exigências que devem ser cumpridas em todas as etapas do exame. 

Antes mesmo das inscrições começarem, existem outros processos, como o pedido de isenção de taxa, justificativa de ausências e pedidos para realização da prova em condições especiais.

Tudo que o candidato precisa é publicado no início do ano, assim como as datas e prazos limites. O cronograma, portanto, faz parte do edital e ele pode ser alterado, contanto que haja uma retificação, também publicada e divulgada na página oficial do exame.

Por que é importante seguir o cronograma do Enem 2020?

A realização de diversas ações depende de prazos determinados. Se o pedido de isenção de taxa termina no dia 20, por exemplo, não haverá possibilidade para que ele seja feito no dia 21, em hipótese alguma!

A organização da prova precisa seguir o cronograma para não atrasar a realização de outros processos seletivos que dependem dele, como o Sisu, o ProUni e o FIES.

As notas do Enem definem a classificação dos candidatos, que precisam fazer suas matrículas antes que iniciem as aulas, seguindo o calendário escolar das universidades.

Quem não cumpre o cronograma e perde alguma data, simplesmente está fora do jogo!

Não há como recorrer. Por isso falamos sobre responsabilidade: ela deve estar presente nesse processo desde a leitura do edital, que deve ser feita com muita atenção.

Cronograma com as datas previstas para o Enem 2020 

Seguindo as datas importantes dos últimos anos, montamos um cronograma com os eventos e os meses em que cairão aproximadamente. Confira!

Evento

Mês

Publicação do Edital

Final do mês de Março

Pedidos de Isenção de Taxa e Recursos

Primeira semana de Abril

Justificativa de ausência do ano anterior e Recursos

Primeira semana de Abril

Resultados dos pedidos de Isenção e Justificativa de ausência

Primeira semana de Maio


Inscrições

Primeira semana de Maio

Pedido de atendimento especializado e/ou específico e recursos.

Primeira semana de Maio

Término do período para alteração de dados cadastrais, município de provas e opção de língua estrangeira

Segunda semana de Maio

Solicitação de atendimento por nome social

Últimas semanas de Maio

Resultados de pedido de atendimento especializado e/ou específico

Primeira semana de Junho

Recursos e Resultados de atendimento por nome social

Primeira semana de Junho

Divulgação do Cartão de Confirmação da Inscrição, com os locais de prova

Primeira quinzena de Outubro

Provas

Novembro

(Dois primeiros domingos do mês)

Aplicação das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias / Redação / Ciências Humanas e suas Tecnologias

Novembro

(Primeiro domingo)

Aplicação das Provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias / Matemática e suas Tecnologias

Novembro

(Segundo domingo)

Divulgação dos gabaritos e cadernos de prova

Novembro

(3 dias após a última prova)

Resultados individuais

Primeira quinzena de Janeiro

Resultados de treineiros

Primeira quinzena de Março

As datas exatas estarão disponíveis apenas no edital e, como já dissemos, podem ser alteradas mediante retificação. 

Por essa razão, mesmo que já tenha colado todas as datas no seu guarda roupa ou quadro magnético, fique de olho periodicamente na página do Enem e mantenha seus contatos atualizados para receber qualquer notificação sobre alterações possíveis.

Nem sempre eles enviam mensagens, então é bom entrar mesmo no sistema do Enem e conferir sempre que puder!

Onde estudar com a nota do Enem

O Enem é a porta de entrada para faculdades públicas e privadas. Cada uma utiliza a sua pontuação conforme os seus processos seletivos.

O Sisu, que oferece as vagas nas universidades públicas, pode atribuir pesos diferentes em cada área do conhecimento, para os diferentes cursos.

O ProUni e o FIES, que são programas de bolsas em universidades particulares e financiamento estudantil, respectivamente, exigem uma pontuação mínima de 450 pontos e redação sem estar zerada para que o candidato possa concorrer às suas vagas.

Esses três processos seletivos são bastante disputados, portanto, a nota mínima não chega a ser suficiente em alguns casos.

Felizmente existem outras opções bem mais acessíveis, com a chance de você ganhar bolsas de estudo que chegam a 100%! 

São faculdades particulares, reconhecidas pelo MEC, que têm vagas nos mais diversos cursos, tanto na modalidade presencial quanto a distância.

E quanto às bolsas? É claro que são válidas para EAD também! 

Conheça algumas instituições onde você encontra essas vantagens:

Com apenas 300 pontos no Enem e redação com nota acima de zero, você pode entrar direto em qualquer uma delas. O exame te isenta de outras provas e vestibulares da instituição!

Quanto mais pontos, maiores as chances de conseguir um descontão que vai fazer com que as mensalidades caibam no seu bolso!

Para mais informações, entre nos seus sites e converse com um atendente virtual. 

Se houver um polo aí pertinho de você, vá fazer uma visita e conversar pessoalmente sobre todas as possibilidades que te esperam e sobre o curso superior que certamente irá começar em 2021!

Veja também:

Descubra se você pode pedir isenção de taxa no Enem 2020

Descubra o que você pode fazer com a nota do Enem

Animado para o Enem 2020? Estudando bastante? Conte-nos qual será a sua técnica para não perder as datas importantes!