Está de olho em sua vaga na faculdade em 2020? Então, é claro que você já sabe que o Enem é o exame mais importante e que abre várias portas para os alunos de todo o Brasil.

Por essa razão, milhares deles esperam ansiosamente por quando será a próxima prova, seja para prestar pela primeira vez ou para melhorar o seu desempenho do ano anterior.

Para começar, o que você precisa saber é que o Enem segue um cronograma rígido após a divulgação de seu edital. Logo no início do ano, as datas são definidas e só são mudadas com retificações que devem ser publicadas no Diário Oficial da União e também na página do Enem.

Se não houver nenhuma mudança por parte da organização e você perdeu o prazo, já era! 

Para que isso não aconteça, leia com atenção as informações e dicas que lhe trazemos neste artigo.

Onde ver a data de inscrição do Enem 2020?

As datas estão no edital, que foi divulgado pelo Inep no dia 31 de março. Ele pode ser acessado na página do Enem, que fica dentro do portal do Inep. 

Em 2020, o período determinado para as inscrições é de 11 a 22 de maio, ou seja, são 12 dias disponíveis para acessar o sistema do Enem e garantir a realização da prova.

Contudo, antes de iniciar esse período, existem outros processos que acontecem, que são o pedido de isenção de taxa de pagamento e a justificativa de ausência do ano anterior.

Muitos estudantes têm o benefício de não precisar pagar, mas é preciso cumprir algumas exigências do MEC, conforme detalharemos a seguir.

Candidatos que não pagam a inscrição do Enem 2020

Um mês dias antes de iniciarem as inscrições, o candidato pode pedir a isenção de taxa se:

  • For aluno do último ano do ensino médio, regularmente matriculado em escola pública declarada ao Censo Escolar;
  • Cursou todo o ensino médio em escola pública ou foi aluno de escola particular, na condição de bolsista integral, e declarar, em ambos os casos, renda familiar menor ou igual a 1,5 salários mínimos por membro;
  • Vive em condições de vulnerabilidade, possui inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), informando o Número de Identificação Social (NIS), e declarar renda familiar de meio salário mínimo por pessoa ou total de 3 salários mínimos de renda familiar.

Mas, atenção: não se esqueça de que, mesmo com a isenção aprovada, existe a necessidade de fazer a inscrição nas datas determinadas pelo edital.

Em 2020, o MEC também vai conceder a gratuidade no momento da inscrição, mesmo para quem não conseguiu solicitar a isenção no prazo. Para isso, o sistema utilizará as informações enviadas pelo usuário para identificar se ele preenche os requisitos para a isenção e conceder o benefício automaticamente.

Quem pode fazer a inscrição do Enem 2020?

Qualquer candidato que tenha concluído o ensino médio, com diploma válido no território nacional. 

Alunos que concluíram essa etapa em escolas públicas, privadas e em programas que visam o estudo de jovens e adultos que não tiveram oportunidades anteriores nas escolas, aprovados no Exame Nacional Para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

Cronograma do Enem 2020

Com a divulgação do edital, é possível montar um cronograma com as principais datas do Enem 2020:

  • Publicação do edital: 31 de março
  • Pedidos de isenção de taxa e recursos: 06 a 17 de abril
  • Justificativa de ausência do ano anterior e recursos: 06 a 17 de abril
  • Resultados dos pedidos de isenção e justificativa de ausência: 24 de abril
  • Inscrições: 11 a 22 de maio
  • Pedido de atendimento especializado e/ou específico: 11 a 22 de maio
  • Divulgação do Cartão de Confirmação da Inscrição, com os locais de prova: data não confirmada, mas normalmente acontece em outubro, cerca de duas ou três semanas antes da prova
  • Provas do Enem Impresso: 1 e 8 de novembro
  • Provas do Enem Digital: 22 e 29 de novembro
  • Resultados individuais: janeiro de 2021
  • Resultados de treineiros: março de 2021

Para não perder nada, leia o edital e fique atento às informações divulgadas pelo Inep e pelo MEC. Anote, imprima e coloque em um lugar visível da sua casa tudo que for importante.

Pode ser no guarda-roupa, na parede, num quadro de recados, na geladeira, contanto que esteja disponível todos os dias para você olhar.

Faculdades aceitam a nota do Enem 2020

Quase todas as faculdades públicas e particulares hoje aceitam a nota do Enem para ingresso. 

Para os processos seletivos disponibilizados pelo governo federal, não há como concorrer a uma vaga sem uma pontuação mínima de 450 pontos e redação acima de zero. 

Estamos falando do Sisu, que se destina às faculdades públicas, do ProUni, que distribui bolsas totais e parciais para faculdades particulares, e do FIES, que financia as mensalidades a juros menores que os do mercado, chegando a 0%, de acordo com a renda familiar do candidato.

Mas existem outras formas de ingresso como o direto, sem vestibulares. Nas faculdades abaixo, você só precisa de 300 pontos e nota acima de zero na redação do Enem:

Todas são reconhecidas pelo MEC e oferecem bolsas de até 100% em suas mensalidades. Isso mesmo, você não paga nada se tiver uma boa classificação com a sua nota do Enem!

Você pode ainda optar por cursos presenciais e a distância. Estudar online permite uma flexibilidade de horários e garante um diploma de igual validade, já que a grade curricular e os conteúdos abordados são os mesmos ofertados em uma sala de aula. 

Busque mais informações nos sites e veja como é simples começar um curso superior de qualidade e poder pagar sem sofrimentos.

Veja também:

Descubra como fazer a inscrição para isenção do Enem 2020

Entenda de uma vez por todas como funciona o Enem

Qual é a sua técnica para não perder as datas do Enem? Conte aqui para todos nos comentários!