O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é uma prova realizada pelo Inep, que acontece anualmente com o objetivo de avaliar o ensino médio brasileiro. 

O exame se tornou a principal porta de entrada para o ensino superior, uma vez que milhares de estudantes têm a chance de conquistar uma vaga em ótimas faculdades através desta prova.

As provas do Enem costumam ser aplicadas durante o mês de novembro, em dois domingos consecutivos. Elas podem ser feitas por pessoas formadas no ensino médio que buscam por uma vaga na universidade e também por quem ainda não se formou, mas quer avaliar seus conhecimentos.

Para participar do exame, é necessário manter atenção ao cronograma divulgado pelo Inep para não perder nenhum prazo e acabar ficando de fora. Veja agora o que você precisa saber sobre a inscrição do Enem!

Onde fazer a inscrição para o Enem?

A inscrição para o Enem devem ser realizadas na Página do Participante, disponível no site do exame. Para acessá-la, basta acessar o site do Inep e clicar no banner do Enem.

Como fazer a inscrição para o Enem?

A inscrição para o Enem é feita exclusivamente pela internet. Confira como:

  • Acesse o site do Inep e clique no banner do Enem.
  • Vá até a Página do Participante e clique em Inscreva-se.
  • Informe o seu CPF e data de nascimento.
  • Preencha as informações do formulário com seus pessoais, necessidades de atendimento (se houver), preferências de prova e dados escolares solicitados.
  • Em seguida, preencha o formulário com suas informações socioeconômicas.
  • Finalize a inscrição: após confirmar seus dados, imprima o boleto e realize o pagamento até a data de vencimento.

Cronograma do Enem 

Embora o Inep não mantenha um calendário fixo para o Enem, o exame costuma obedecer a um cronograma fixo. Veja a seguir:

  • Março: publicação do edital.
  • Abril: período de solicitação dos pedidos de isenção de taxa e divulgação dos resultados.
  • Maio: início das inscrições.
  • Outubro: acesso ao cartão de informação, com a divulgação dos locais de prova.
  • Novembro: aplicação das provas e publicação do gabarito e cadernos de prova.
  • Janeiro: divulgação da nota final.

Quanto custa a inscrição para o Enem?

A taxa de inscrição para o Enem pode variar a cada ano. Na edição mais recente do exame foi cobrado o valor de R$85. 

É importante realizar o pagamento da taxa de inscrição até a data estipulada no edital. Caso contrário, a inscrição será cancelada.

Quem tem direito à isenção da taxa de inscrição para o Enem?

Em geral, pessoas de baixa renda, alunos da rede pública e bolsistas de escolas particulares podem solicitar para o Inep a isenção da taxa do Enem.

O período para o pedido de isenção acontece durante o mês de abril, antes da abertura das inscrições. Confira quem tem direito a solicitar:

  • Alunos matriculados no terceiro ano do ensino médio em escolas públicas.
  • Alunos de escolas públicas ou bolsistas integrais de escolas particulares que comprovem renda mensal de até 1,5 salários mínimos por pessoa.
  • Pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.
  • Participantes do Encceja que tenham conseguido a certificação do ensino médio.

É importante manter atenção ao prazo: não é possível solicitar a isenção de taxa durante a inscrição do Enem.

O que fazer com a nota do Enem?

Com a nota do Enem é possível ingressar no ensino superior em excelentes universidades brasileiras por meio de processos seletivos distintos. Confira os principais:

Sisu

Através do Sisu, é possível conseguir uma vaga em universidade pública com a nota do Enem. Para se inscrever, basta ter feito a edição mais recente do exame e tirar nota acima de zero na Redação.

ProUni

O ProUni é um programa governamental que concede bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades particulares. 

Para participar, é necessário fazer a edição mais recente do Enem e alcançar nota mínima de 450 pontos e não zerar a Redação. Além disso, o candidato deve se enquadrar nos critérios de escolaridade e renda exigidos pelo Inep.

Fies

O Fies é um programa do governo federal que concede crédito estudantil a juros baixos e longo prazo para pagamento. 

Para concorrer, o candidato deve alcançar desempenho mínimo de 450 pontos e nota acima de zero em qualquer edição do Enem a partir de 2010. Também é necessário atender aos critérios de renda exigidos.

Ingresso direto sem vestibular

Com a nota do Enem você pode ingressar em uma faculdade particular sem precisar fazer o vestibular.

Para isso, o candidato deve informar a nota alcançada no exame no momento da inscrição. Caso tenha a pontuação mínima exigida, ele poderá se inscrever na graduação de sua preferência, exceto Medicina.

O ingresso direto é a maneira mais prática de entrar em um curso superior presencial ou a distância, sem burocracia e sem necessidade de comprovação de renda. Além disso, várias instituições ainda oferecem bolsas e descontos de acordo com a nota do Enem.

Onde estudar com a nota do Enem

Selecionamos algumas instituições de qualidade, reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC, que participam de programas governamentais e também trabalham com o sistema de ingresso direto com a nota do Enem. Conheça:

As faculdades listadas acima ainda oferecem outros benefícios financeiros como descontos na mensalidade, bolsas de estudos, convênios e financiamentos sem burocracia!

Veja também:

Conheça as faculdades que utilizam o Enem como vestibular

Guia Rápido do Enem

Vai realizar sua inscrição para o Enem Inep? Conte para a gente nos comentários que curso você pretende fazer!