Acompanhe todos os detalhes para garantir a participação nas provas mais esperadas do ano, o Enem 2020!

O Enem é uma prova que pode mudar, para melhor, o futuro de muita gente.

Uma boa nota na prova praticamente garante entrada naquela faculdade dos sonhos!

Mas tudo começa com a inscrição – sem ela, é impossível fazer as provas e concorrer nos processos seletivos por uma vaga no ensino superior.

Por isso, a gente mostra como e quando fazer a inscrição do Enem 2020! Fique ligado!

Quando fazer a inscrição do Enem 2020

As inscrições do Enem 2020 devem abrir no mês de maio, a partir da segunda semana.

As datas exatas só devem ser conhecidas depois da divulgação oficial do edital do exame, que sai em março.

Depois de abertas, as inscrições devem ficar cerca de 10 dias no ar.

Tudo deve ser feito pela internet, no site oficial do Enem.

Veja como!

Como fazer a inscrição do Enem 2020

Quando abrirem as inscrições, os interessados em fazer o Enem devem acessar o site oficial e seguir todas as etapas solicitadas.

São três, basicamente:

Etapa 1 – Dados pessoais

Esta etapa exige atenção porque é o momento em que a gente informa dados pessoais e de contato, como:

  • CPF
  • Data de nascimento
  • Endereço
  • E-mail
  • Telefone
  • Cidade

Na sequência, o candidato escolhe a cidade onde quer fazer o Enem, a prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol) e se vai precisar de algum tipo de atendimento especial (para pessoas com deficiência, gestantes, lactantes, dificuldade de locomoção, etc.).

Depois, dá o nome da escola onde terminou ou está terminando o ensino médio e preenche uma série de informações sobre a situação financeira familiar.

Durante o período de inscrição dá para alterar e corrigir esses dados quantas vezes for necessário.

Etapa 2 – Pagamento

Ao final da inscrição, o sistema emite um boleto para pagamento da taxa do Enem 2020.

Quem está se inscrevendo deve baixar o documento e efetuar o pagamento o quanto antes em qualquer agência bancária, correios ou casa lotérica.

O prazo para pagamento se estende por alguns poucos dias após o encerramento das inscrições. Quem perder fica impedido de fazer as provas.

A isenção é concedida a apenas alguns participantes e deve ser solicitada em abril. Para mais detalhes, acesse:

Etapa 3 – Confirmação

Depois de efetuar o pagamento da taxa, o candidato deve verificar, no próprio sistema do Enem, se a inscrição está 100% confirmada.

Isso é importante porque às vezes dá problemas no processamento do pagamento ou nas informações das inscrições.

Se você fizer a inscrição logo nos primeiros dias, terá tempo hábil para resolver as pendências e garantir sua participação. Não marque bobeira!

Datas mais importantes do Enem 2020

Com a inscrição em dia, o candidato poderá focar no que mais importa: estudar para fazer bonito no Enem.

No entanto, até o dia das provas é preciso seguir mais alguns procedimentos básicos.

Em outubro, o candidato precisa acessar o sistema para baixar o Cartão de Confirmação da Inscrição, o documento que revela o endereço exato e a sala onde fará as provas.

Esse ano teremos novidade: provas digitais, feitas totalmente pelo computador.

Elas serão aplicadas nos dias 11 e 18 de outubro de 2020 em fase experimental apenas nas cidades de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Goiânia, João Pessoa, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

São apenas 50 mil vagas para esse formato. A opção pela prova digital ficará disponível no formulário de inscrições aos candidatos das cidades mencionadas acima.

A expectativa é que até 2026 todo o Enem seja digital.

Já as provas tradicionais vão ocorrer em novembro de 2020, nos seguintes dias:

1º de novembro:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Redação

8 de novembro

  • Matemática e suas Tecnologias
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Os resultados saem em janeiro de 2021 e a partir daí começam os grandes programas que usam a nota do Enem para distribuir vagas em universidades públicas e privadas pelo país.

Veja mais detalhes a seguir!

Como entrar na faculdade com o Enem 2020

Quem tirar uma boa nota no Enem 2020 vai arrasar nos processos seletivos de 2021.

Dá para conseguir vaga de diversas maneiras, em todo tipo de faculdade.

Veja o que espera por você:

Sisu 2021 – Processo seletivo que distribui vaga em universidades públicas. É, sem dúvidas, um dos mais cotados por quem faz o Enem. Leva vaga quem tiver as melhores notas na edição de 2020. Para concorrer, basta não ter zerado a redação.

ProUni 2021 – Programa que concede bolsas de estudos em universidades privadas bem avaliadas pelo MEC. Dá para fazer um curso EAD ou presencial sem pagar nada ou arcando com apenas metade do valor das mensalidades. A seleção leva em conta a situação socioeconômica do participante e sua nota no Enem 2020.

Ingresso direto – Modalidade de ingresso adotada por faculdades particulares de todo o Brasil que permite a entrada em cursos presenciais e a distância sem precisar passar por vestibular. As regras de participação variam entre as instituições.

FIES 2021 – O FIES é uma saída para quem busca financiar os estudos a juros baixos e ainda ganhar um prazo longo para pagamento do crédito. O programa é direcionado a quem sem enquadra no perfil de renda familiar e fez qualquer edição do Enem a partir de 2010, com uma boa nota.

O Sisu conta com a participação de quase 150 instituições públicas pelo país.

Já o ProUni, o FIES e o ingresso direto podem ser encontrados em milhares de faculdades particulares: um mundo de opções!

Para escolher a ideal, apenas verifique se a instituição é bem avaliada pelo MEC. Isso garante a qualidade de ensino e a valorização do diploma no mercado de trabalho.

A seguir, a gente escolheu algumas delas para você conhecer. Todas elas também têm programas de financiamento e bolsas sem burocracia. Confira:

Veja também:

Descubra como ver o edital do Enem e o que contém nele 

Também vai fazer o Enem 2020? Conte para a gente qual processo seletivo é o ideal para você!