Está pensando em fazer Jornalismo? Então prepare-se, pois conseguir uma vaga nessa graduação exige bastante estudo e dedicação, especialmente se a meta é entrar em uma universidade pública.

Em instituições federais, estaduais e municipais a concorrência média é de 18 candidatos por vaga! O número pode ser ainda maior nas faculdades mais badaladas ou nos grandes centros urbanos.

Jornalismo é um curso interessante, permite ao futuro profissional trabalhar em diversas áreas – desde pequenas editoras até grandes corporações. Esse dinamismo é um dos fatores que atraem tanta gente.

Com a nota do Enem o aluno pode tentar vaga em Jornalismo de diversas maneiras. Aqui você vai entender melhor todas essas possibilidades e qual a média necessária para passar em cada uma delas! Fique ligado!

Como entrar em Jornalismo com a nota do Enem

Existem pelo menos quatro maneiras de conseguir vaga em Jornalismo com a nota do Enem:

1. Estudar em universidades públicas – com a nota do Enem o candidato pode participar do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Governo Federal. Nele, dá para buscar vagas em Jornalismo em todas as universidades públicas brasileiras que aderiram ao modelo. O critério para se inscrever é ter feito a edição mais recente do Exame e não ter zerado na redação. Porém, como a concorrência é grande, você vai precisar de uma boa nota para conseguir passar. O Sisu acontece duas vezes por ano.

2. Tentar bolsa de estudos em faculdade privada – a nota do Enem também pode ser usada para tentar uma bolsa de estudos pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), do Governo Federal. O benefício é exclusivo a estudantes que atendam a certos critérios de renda familiar e escolaridade definidos pelo Ministério da Educação. As bolsas podem ser integrais ou parciais em cursos presenciais e a distância de todas as áreas do conhecimento. O processo seletivo é bastante concorrido e para participar é necessário ter obtido pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação no Enem mais recente. O ProUni também acontece duas vezes ao ano.

3. Financiar o curso de jornalismo – com o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), o candidato obtém uma ajuda do Governo Federal para fazer a faculdade e a dívida só começa a ser paga depois da formatura, com juros bem abaixo dos praticados no mercado. Conseguir o benefício não é tão simples quanto se pode pensar. Primeiro é preciso ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010 e atingido a nota mínima exigida: 450 pontos na média das provas e acima de zero na redação. Depois, é preciso se encaixar no critério de renda familiar e encarar a concorrência. O FIES acontece duas vezes por ano, no início de cada semestre.

4. Entrar na faculdade privada sem fazer vestibular – muitas instituições privadas estão aderindo à nota do Enem como alternativa ao vestibular. Basta o candidato apresentar o seu desempenho e, caso atenda aos requisitos mínimos, já pode fazer a matrícula. Aqui não há uma regra única, cada instituição define os parâmetros que julgar necessários.

Nota de corte para entrar em Jornalismo pelo Sisu

Nas edições mais recentes, a nota de corte média para entrar no curso de Jornalismo em uma faculdade pública pelo Sisu tem sido de 660 pontos. Porém, é importante saber que a pontuação varia bastante de acordo com o desempenho dos alunos, a instituição e o local onde a graduação é oferecida.

Em algumas universidades federais, como a do Pará e a do Rio de Janeiro, por exemplo, o mínimo necessário para garantir uma vaga foi de quase 800 pontos nos últimos anos.

As menores notas de corte ficam na casa dos 590 pontos.

Nota de corte para entrar em Jornalismo pelo ProUni

Para garantir uma bolsa de estudos do ProUni é preciso chegar à disputa com uma boa nota no boletim de desempenho. A média para conseguir o benefício em Jornalismo tem sido de 620 pontos – apenas um pouco mais baixa que no Sisu.

Em alguns cursos a nota de corte supera os 730 pontos. Em outros é possível entrar com mais ou menos 500 pontos – um pouco acima do mínimo exigido, que é de 450 pontos. Tudo depende da faculdade, turno e modalidade de concorrência.

Nota de corte para entrar em Jornalismo pelo FIES

Quem pensa em financiar o curso de Jornalismo pelo FIES vai encontrar notas de corte menores que no Sisu e no ProUni. A média aqui para conseguir o benefício tem ficado em torno de 590 pontos, de acordo com as últimas edições.

As notas de corte mais altas têm se aproximado dos 700 pontos. Já as mais baixas se mantêm um pouco acima do mínimo exigido: 500 pontos, mais ou menos.

Nota de corte para entrar em Jornalismo por ingresso direto

A nota de corte para entrar em faculdade privada sem vestibular, só com o desempenho do Enem, varia de instituição para instituição. Algumas pedem uma pontuação mínima geral, outras exigem bom desempenho em uma das áreas do conhecimento (Linguagens, Matemática, Ciências Humanas ou Ciências da Natureza) e por aí vai. O ideal mesmo é entrar em contato com a faculdade onde você quer estudar para saber as condições.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Jornalismo e que aceitam a nota do Enem para ingresso direto, além de participarem do ProUni e do FIES:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

Universidade Estácio de Sá (UNESA) 

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) 

Faculdade Nordeste (FANOR | DeVry) – em Fortaleza

Faculdade Boa Viagem (FBV | DeVry) – em Recife

Como garantir vaga em Jornalismo com a nota do Enem

Entrar tranquilo na disputa por uma vaga em processos seletivos concorridos, como o Sisu, é o sonho de muita gente.

Sonho bastante possível de realizar, diga-se de passagem. Com uma dose extra de dedicação e planejamento dá para garantir vaga na faculdade desejada, mesmo nas seleções mais complicadas.

O ideal é ter como objetivo uma pontuação mais alta, próxima ou acima dos 750 pontos. Com esse desempenho você pode entrar em praticamente qualquer universidade brasileira participante do Sisu.

Para isso, é necessário estabelecer uma meta de acertos no Enem. Um número ideal seria de 35 ou pouco menos que isso em cada uma das quatro provas (Matemática, Linguagens, Ciências da Natureza e Ciências Humanas), além de fazer uma bela redação – 800 pontos, aproximadamente.

Para chegar lá, no entanto, é preciso investir nos estudos. Veja algumas dicas de como fazer bonito no próximo Enem:

• Teste seus conhecimentos fazendo as provas dos anos anteriores do Enem (a partir de 2010). Essa é uma das maneiras mais eficazes de se familiarizar com o formato dos exames.

• Em cada prova, assinale os erros e os acertos.

• Em paralelo, identifique os conteúdos que parecem mais difíceis e os que parecem mais fáceis.

• Relacione os conteúdos às competências pedidas em cada área do conhecimento do Enem. Elas estão nos editais dos anos correspondentes.

• Reforce os estudos naquelas competências e conteúdos que lhe pareceram mais difíceis.

• Treine a interpretação de texto na língua estrangeira que você escolher (Inglês ou Espanhol) e mantenha-se informado sobre os principais assuntos da atualidade – o que será útil para a redação também.

Veja também:

Que nota preciso tirar no ENEM pra passar em Direito

Está pensando em fazer Jornalismo? Conte para a gente como está sua rotina de estudos para o Enem!